Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Meio Ambiente

Taboão decretou situação de emergência após enchente, saiba como funciona

Por Sandra Pereira | 29/12/2015

vish

Sandra PereiraEnchente devastou varias ruas causando prejuízos incalculáveis aos moradores

Com base no Decreto nº 7.257/2010, que rege o Sistema Nacional de Defesa Civil (Sindec), a Prefeitura de Taboão da Serra decretou situação de emergência, caracterizada como sendo situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que comprometam parcialmente a capacidade de resposta do poder público do ente atingido. 

Foi tudo isso que a enchente do último dia 26 provocou na cidade e por essa razão o prefeito fez o decreto. Ao contrário do que muitos pensam esse ato é regido por uma série de regras e normas legais que devem ser seguidas à risca pelo administrador.

Nem sempre as pessoas se dão conta disso, mas, em caso de desastre, é imperioso que o poder público municipal institua de imediato ao menos duas frentes de trabalho: uma que terá atuação junto às comunidades afetadas, prestando atendimento às vítimas, e outra que dará suporte administrativo para atuação da primeira, cuidando de todas as questões legais, necessárias para que as compras, as obras e os serviços sejam realizados em estrita obediência à legislação. A integração dessas duas equipes é fundamental para a eficácia da operação e obtenção dos objetivos buscados.

A situação de emergência ou de estado de calamidade pública terá sua publicidade concretizada com a publicação de um decreto. A expedição desse ato é necessária para que o município tenha sua situação reconhecida por outros entes (Estado e União) e possa receber recursos provenientes desses para recuperação das áreas atingidas.

 Depois de feito o decreto o papel da equipe administrativa é levantar as demandas de atendimento imediato. Situações decorrentes de desastres pressupõem adoção de certas medidas para que compras, serviços e obras sejam contratados na forma da lei.

Há de se verificar se os contratos em vigor podem ser utilizados como reforço para a recuperação das áreas atingidas e também se deverá ser realizada alguma contratação mediante processo de licitação ou sua dispensa.

Importante destacar que os objetos desses contratos devem guardar pertinência com as ações decorrentes da situação calamitosa como, por exemplo, medicamentos, locação de máquinas e equipamentos e fornecimento de materiais de construção.

A Lei nº 8.666/1993, conhecida como Lei de Licitações, autoriza que em algumas situações o gestor público contrate sem que previamente realize procedimento licitatório.

No caso de situação de emergência ou de calamidade pública, é possível a dispensa de licitação, mas a contratação deve respeitar algumas formalidades, entre elas a proibição de prorrogação de contratos.

Após a realização da licitação ou da sua dispensa, os municípios em situação de emergência ou de calamidade deverão seguir todas as rotinas normais em relação ao empenho, liquidação e pagamento das despesas, ou seja, as fases da despesa pública deverão ser respeitadas e a execução do objeto (compra, serviço, obra) deve ser precedida da contratação. 

É possível que os recursos a serem empregados sejam provenientes de convênios ou instrumentos congêneres firmados com outros entes. Neste caso, o aplicador dos recursos deverá prestar atenção às regras estabelecidas pelo ente repassador dos recursos, já que qualquer irregularidade poderá acarretar responsabilidade pessoal do agente público para a devolução dos recursos recebidos.

Em seu artigo 37, inciso IX, a Constituição Federal estipula que a lei poderá estabelecer os casos de contratação por tempo determinado para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público.

No caso de emergência ou de calamidade pública, em ocorrendo a necessidade temporária de excepcional interesse público, o município deverá providenciar a elaboração de lei contendo a autorização para essas contratações, descrevendo as hipóteses autorizativas.

Além disso, compete ao gestor, ao aplicar a lei, comprovar que aquela contratação, além de se enquadrar em hipótese constante da lei do município, encontra-se em consonância com o artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal.

19/04/2018

Os planos de expansão da pedreira em Itapecerica da Serra:como afeta a população

A pedreira localizada no bairro de Itaquaciara, ao sul de Itapecerica da Serra, município da...

09/04/2018

Prefeitura de Itapecerica reabrirá Parque da Represinha no próximo dia 12

A Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, junto com Autarquia de Saúde da Prefeitura de...

28/03/2018

Temporal provocou alagamentos e deixou trânsito caótico em Taboão da Serra

As águas de março chegaram e, com ela, os problemas para quem precisa transitar pela Rodovia...

26/03/2018

Eleição para conselheiros da APA Santa Tereza tem inscrições abertas até 17/4

O Conselho Gestor de Área de Proteção Ambiental (APA) Santa Tereza, informa que a eleição para...

25/03/2018

Chuva que caiu em Taboão esta tarde causou alagamentos na Régis Bittencourt

A chuva que atingiu a cidade de Taboão da Serra na tarde desta terça-feira, dia 27, causou...

22/03/2018

Após risco de febre amarela, Cemucam será reaberto dia 30

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo vai reabrir, em 30 de março,...

21/03/2018

Mudanças climáticas aumentam disputas judiciais por água e desafiam juízes

Em todo o mundo, juízes se deparam com a díficil tarefa de conciliar a aplicação de leis com a...

16/03/2018

Embu das Artes realizará neste domingo 18 o II Plantio Global

A Sociedade Ecológica Amigos de Embu em parceria com a Prefeitura de Embu das Artes irá realizar...

25/02/2018

Apesar de obras, São Paulo ainda precisa de chuva para evitar nova crise hídrica

Em março, enquanto especialistas e chefes de Estado estarão debatendo a gestão sustentável dos...

20/01/2018

Especialista diz que sociedade precisa estar preparada para viver com menos água

O diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal...

20/04/2018

Embu das Artes recebe mais um prêmio na área da saúde

Referência no tratamento da tuberculose e com um dos maiores índices de cura do Estado de São...

20/04/2018

Circuito Sesc acontece neste domingo, 22 com atrações gratuitas

A Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, e...

20/04/2018

Abertas inscrições para eleição do Conselho de Segurança Alimentar

A Secretaria de Desenvolvimento Social informa que o período de inscrições para participar das...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.