Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Embu das Artes perde Walde-Mar, criador do Museu do Índio

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 16/12/2015

oca

Guego

Faleceu ontem, 15/12, o artista plástico e idealizador do Museu do Índio de Embu das Artes Walde-Mar. Ele faleceu de pneumonia, aos 82 anos, no Hospital Pirajuçara. O sepultamento será no Cemitério do Rosário, próximo à Praça da Lagoa, no Centro, às 11h, no Mausoléu dos Artistas.

Walde-Mar freqüentava Embu das Artes desde os anos 60 e foi um dos primeiros artistas a expor na cidade em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário, hoje Museu de Arte Sacra. Foi um dos maiores pintores NaÏfs do Brasil e sua pintura atraía muitos estrangeiros, principalmente os alemães. Toda a sua obra foi dedicada à divulgação e defesa das causas indígena e ecológica. Deixou diversos livros publicados e em vários idiomas.  

Paulista de Timburi, ele chegou a São Paulo em 1953 e arrumou emprego de escriturário no Centro. Valdemar de Andrade e Silva, o Walde-Mar, aventurou-se então no futebol e no pugilismo - ele treinou com Valdemar Zumbano, tio de Eder Jofre. Depois, matriculou-se no Teatro Oficina, onde fez curso com Eugênio Kuznet. Seus colegas eram Hélio Souto, Rosamaria Murtinho e Regina Duarte. Nessa época, adotou o nome artístico “Walde-Mar”, por ter outros dois atores no elenco chamados Waldemar. 

Seu irmão Newton Andrade também foi um grande pintor de Naïf, e inspirou Walde-Mar a iniciar a carreira artística. Vendo o interesse de Walde-Mar pela cultura indígena, Newton o incentivou a fazer obras sobre o assunto. Os três quadros que levou à Praça da República, em São Paulo, impressionaram os visitantes. A primeira tela foi vendida para o colega que expunha ao lado. O segundo para uma revista de arte dos Estados Unidos. E o terceiro para uma colecionadora admirada com o estilo do pintor.
A paixão pela arte cresceu. Aos domingos, o artista enchia o seu fusca e partia rumo a Embu para expor os trabalhos e se encontrar com os escultores da época - Assis, mestre Gama, Sakai, Vicente de Paula e outros. Walde-Mar apaixonou-se pela cidade, que começava a ser conhecida como Embu das Artes.

Pelo Mundo 

Walde-Mar tem mais de 1.500 obras, entre pintura em pedra, tela, cabaça, baú e remo indígena. Sua experiência contribuiu para a publicação de três livros: “Lendas e mitos dos índios brasileiros”, “O Menino Botovi” e “Anituengo”. O primeiro foi editado na Alemanha e no Japão. Na bagagem, estão exposições na Alemanha, França, Bélgica, Áustria, Portugal, Suíça e outros países. Em 1970, no consulado norte-americano, o artista recebeu um bilhete do sertanista Orlando Villas Bôas, que o convidou para conhecer os índios no Parque Indígena do Xingu. Meses depois, ele desembarcava nas aldeias e fazia contato com sua maior referência. Daí em diante, visitou mais de 20 tribos, tornando-se um pesquisador da cultura, marcada nos filhos Tarumã e Aritana. 

Em 1996, foi lançado na Alemanha um jogo educativo, com 110 cartas relacionadas à cultura indígena sob o olhar de Walde-Mar, tendo seu conteúdo traduzido em treze idiomas. Três anos mais tarde, uma empresa de porcelanas lançou uma coleção de pratos decorativos com obras do artista, relacionadas às lendas indígenas. Walde-mar também foi convidado para fazer cartões de natal para a o Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF.

A nossa oca 

Em 2004, ele inaugurou o Museu do Índio, que conta com mais de 500 peças autênticas que ganhou de presente nas suas viagens. O acervo reúne utensílios para o preparo da comida, instrumentos musicais, armas de caça, enfeites usados em rituais, peças em cerâmica, cestaria e muitos outros. 
O Museu do ÍNdio ficará fechado nos próximos dias até que a família decida sobre como será o funcionamento do museu, um dos tesouros deixados por Walde-Mar.

17/07/2018

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira...

17/07/2018

Brinquedo de infância levará Itapecerica da Serra ao livro dos Recordes

Para chegar ao GUINNESS WORLD RECORDS um grupo de amigos de Itapecerica da Serra, freqüentadores...

17/07/2018

Pat de Itapecerica da Serra disponibiliza vagas de emprego

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) da Prefeitura de Itapecerica da Serra. Estão...

11/07/2018

Prefeitura de Taboão abre concurso para contratar 60 Guardas Civis Municipais

A Prefeitura Municipal de Taboão da Serra divulgou nesta terça-feira, 10, a abertura de novo...

11/07/2018

Câmara aprova isenção de energia para famílias de baixa renda

O plenário da Câmara aprovou, nesta noite (10), a gratuidade de energia para famílias de baixa...

11/07/2018

Brasil é o 2º país com mais casos de bullying virtual contra crianças

O cyberbullying é o termo usado para designar práticas de violência que acontecem principalmente...

10/07/2018

Quermesse do Morro não tinha autorização da prefeitura de Taboão e foi encerrada

Após o assassinato do jovem de 18 anos identificado como Marcos Felipe Ferreira da Silva,...

09/07/2018

Moradores do Pirajuçara reclamam do uso de drogas, roubo e violência

Moradores do Pirajuçara em Taboão da Serra reclamam do uso de drogas explicito, de som alto,...

05/07/2018

Bom Prato de Taboão da Serra oferece sopas por R$1 até 31 de agosto

Neste período de inverno, diversos tipos de sopas estão sendo servidas no Bom Prato de Taboão da...

17/07/2018

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira...

17/07/2018

Em um ano, EMTU cancela três linhas em Embu e Itapecerica da Serra

Entre Janeiro de 2017 e Maio de 2018, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos),...

17/07/2018

Brinquedo de infância levará Itapecerica da Serra ao livro dos Recordes

Para chegar ao GUINNESS WORLD RECORDS um grupo de amigos de Itapecerica da Serra, freqüentadores...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.