Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

CINEB entrega prêmio para entidade de Itapecerica da Serra

Por Outro autor | 11/12/2015

cineb

Divulgação

O CINEB recebeu, na última segunda-feira, 7/12, artistas, diretores, produtores de cinema e representantes de entidades, escolas e universidades para comemorar o 6º Premio CINEB do cinema brasileiro. A festa foi comandada pelo ator Caio Blat.

Foram convidados e marcaram presença os diretores e produtores dos vários filmes, curtas e longas exibidos durante o ano, atores, representantes das entidades, escolas e universidades parceiras do CINEB além dos diretores do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e autoridades como o ex-senador e secretário de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Eduardo Suplicy.

O prêmio, que chegou na sexta edição em sete anos de CINEB começou com um vídeo que apresentou os números da temporada: mais de seis mil pessoas acompanharam as 41 sessões realizadas até o momento. Durante os oito anos de projeto, já foram exibidos 75 longa-metragens e 50 curta metragens em cerca de 400 sessões, num total de mais de 50 mil pessoas.

A premiação começou com o filme Sabotage, o maestro do Canão, que conta a história do rapper e ator Sabotage. O filme teve sua pré-estreia realizada pelo CINEB no bairro do Canão, na Zona Sul, em maio. Depois, o CINEB organizou, em julho, em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo e os produtores do filme, uma sessão especial na região da cracolândia, no Centro de São Paulo. Ivan 13P, diretor do filme e o produtor Denis Feijão receberam o prêmio das mãos de diretores do Sindicato. Ivan lembrou da importância da sessão na cracolândia: “Foi um dos momentos mais marcantes na minha vida. Vários dos moradores nos procuraram e disseram que o Sabotage os inspirava a buscar uma saída para a situação que se encontravam”, recorda.

Outro cineasta presente, Vicente Amorim, diretor do filme Irmã Dulce,(filme de grande sucesso nas sessões da Lapa e Vila Leopoldina) estava impressionado com a força do projeto ao saber da trajetória de sucesso seu filme durante as diversas sessões que aconteceram nas zonas Oeste e Sul de São Paulo, onde o filme foi bastante aplaudido. O diretor, que já conhecia o CINEB porque seu primeiro filme, O caminho das nuvens esteve na primeira temporada, há sete anos, elogiou o trabalho: “O que vocês fazem é fundamental. O espelho que um filme como o Irmã Dulce tem que ser para as pessoas só funciona quando projetos como o de vocês levam o filme até elas. É uma alegria enorme saber que Irmã Dulce foi tão bem recebido no circuito que vocês fazem, que forma um público admirador do cinema brasileiro”, avalia.

Estiveram na premiação e receberam o prêmio as atrizes Camila Márdila, que representou o filme Que horas ela volta?, da diretora Ana Muylaert, película brasileira indicada para concorrer ao Oscar e que estreou no CINEB no último sábado, e Elisa Volpato, representando o filme O mercado de notícias, dirigido por Jorge Furtado, que foi exibido nas universidades.

Além dos artistas, produtores e diretores, estavam presentes na festa os representantes dos mais diversos espaços onde aconteceram as sessões de cinema do CINEB durante todo o ano. Cidálio comandou, ao lado de Caio, a premiação, e fez uma homenagem aos alunos que ocupam a EE Prof. Manuel Ciridião Buarque, na Zona Oeste, onde acontecerá uma sessão especial, no próximo sábado 12/12, com a exibição dos curta-metragens do Selo CINEB do Cinema Brasileiro.

Veja os representantes de  entidade  de Itapecerica da Serra   que estavam presentes e foram homenageados na noite da premiação (conf.foto anexa):

Suren Galate, da EE Paulo Castro Ferreira Jr. Jornalista, Itapecerica da Serra      

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.