Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Corte orçamentário em serviços de assistência social promove discussões na Câmara de Taboão

Por Amanda Marques | 20/11/2015

IMG_20151119_120138773_HDR

Amanda MarquesMoreira chegou a mencionar sobre uma possível perseguição política por parte de Arlete.

Embates e discursos afiados regeram a audiência pública da Comissão de saúde, educação, cultura e assistência social na última quinta-feira (19). A reunião foi convocada pela vereadora e presidente da comissão, Joice Silva com o objetivo de esclarecer os cortes financeiros no repasse do orçamento municipal ao núcleo de assistência social de Taboão, que afetará a ONG ‘Solar dos Unidos’, também amparada pelo vereador Waines Moreira. 

Durante a comissão, foi possível perceber que a oposição representada pelos vereadores Waines Moreira e Luiz Lune, exibia um sentimento de avaliação e questionamento. Lune e Waines mencionaram sobre uma possível ‘perseguição política’, por parte da prefeitura e da Secretária de Assistência Social Arlete Silva. Em muitos momentos os vereadores de oposição se questionaram sobre o porquê do corte somente ao ‘Solar dos Unidos’. 

A secretária Arlete deixou muito claro durante a audiência que a crise econômica enfrentada atualmente, foi decisiva para o corte financeiro destinado à assistência social de Taboão. Segundo ela, as crianças serão encaminhadas aos cuidados do CRAS que desenvolverá o mesmo trabalho, além do fortalecimento de vínculos. 

Arlete Silva respondeu à Moreira e afirmou que jamais faria perseguição política a alguém. "Quem me conhece sabe que eu não faria isso".De acordo com Joice, o trabalho será desenvolvido com comprometimento e responsabilidade. Segundo os relatórios de secretaria, hoje o repasse é de pouco mais de 15 milhões e no ano de 2016 será de 13 milhões 870 mil reais. 

Em entrevista, Moreira informou que não entende os motivos pelos quais somente a unidade ‘Solar dos Unidos’ sofrerá o corte: “Então, achamos estranho por que como é que vão cortar só o Solar dos Unidos? Será que é porque a gente não compõe a base do governo? Será que existe algum problema nesse sentido? Isso nos preocupa muito”. 

O líder do PT disse que os Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), não possuem estrutura ideal para continuar o trabalho desenvolvido no Solar dos Unidos. “Por mais que se diga que o CRAS vai atender... Faça uma visita no CRAS e faça uma visita no Solar dos Unidos, veja a diferença da comida, do tratamento, enfim de uma série de condições. Os profissionais são bons, mas os recursos físicos são pequenos, são limitados demais. Eu não vejo que as crianças vão se dar bem”, explicou o vereador Moreira. 

A Secretária Arlete Silva rebateu às afirmações feitas pelo vereador Moreira e disse que a maioria dos jovens não quer participar dos projetos para permanecer na rua. “Então é um trabalho muito forte da assistência para resgatar esses meninos. Sem imposição! Eles ofertam os serviços, é lógico que acaba dando uma ‘forçadinha’, por que se não eles não vão”, contou Arlete. 

A Secretária disse que a fala de Waines não foi verdadeira com relação ao espaço físico dos CRAS, de acordo com ela, o serviço vai ser prestado da melhor maneira possível. “O espaço físico existe. Tem as salas, tanto no CRAS Saporito, quanto no CRAS Pirajussara, salas preparadas para atender sim esses jovens”, relatou. 

Sobre o sistema leva e trás oferecido pelo CRAS, Arlete mencionou que o serviço é direcionado para as crianças e jovens que moram mais distantes das unidades, atendendo também o território do Solar dos Unidos. A Secretária foi enfática ao afirmar que o motivo pelo qual o corte financeiro aconteceu está ligado única e somente pela crise do país. “Ele [Moreira] está olhando o lado político, porque vai dificultar pra ele no orçamento do que ele já conta para pagar os funcionários dele, então, vai mexer com o bolso e ninguém gosta de mexer com o bolso”, encerrou Arlete. 

Joice Silva reforçou que o corte orçamentário se deu em função da crise econômica e explicou a mudança que as crianças enfrentarão: “Nós não temos 75 crianças sendo cortadas. Nós temos 75 crianças sendo incluídas em outro espaço para utilizar do mesmo serviço”. 

Ronaldo Onishi declarou que a Secretária Arlete tem uma representatividade no município, tem história, conhece e sabe o que faz. Onishi ressaltou que não é fácil trabalhar na assistência social, que em muitas vezes há a vontade de se fazer, mas em contrapartida, os recursos são escassos. 

O vereador Marcos Paulo falou sobre a municipalidade como obrigação constitucional, que são a educação, a saúde, a moradia. Paulinho ressaltou que a prefeitura exerce uma prerrogativa de prestar os serviços de amparo à comunidade e atender sempre os menos favorecidos. "Então quais são as obrigações da prefeitura também? É de buscar essa excelência, que nós estamos buscando. É que em um futuro próximo nós possamos trazer pra nós, a municipalidade e a obrigação que é dela, de atender desde o adolescente, à criança, ao idoso, àquele que não tem acesso a justiça, às questões sociais. Mas que o município não dependa mais desses convênios", afirmou Marcos Paulo.

 Participaram da comissão, os vereadores José Aparecido Alves, Érica Franquini, Eduardo Nóbrega e Marco Porta .

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.