Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereador cobra promotor de Itapecerica sobre investigação do desvio de 2,4 milhões na Câmara

Por Sandra Pereira | 4/11/2015

sangue

Sandra PereiraVereador Sanguebom questiona "será que o promotor está tão ocupado?"

Faltando pouco mais de um mês para completar um ano da descoberta do desvio de R$ 2,4 milhões na Câmara Municipal de Itapecerica da Serra na gestão de 2013 o Ministério Público foi cobrado a dar uma resposta ao crime, que teria sido praticado por servidores do Legislativo Itapecericano. Os acusados eram funcionários dos departamentos de Recursos Humanos e Financeiro da Casa e estariam operando o esquema de desvio por conta própria. Eles chegaram a  isentar os vereadores de participação na fraude, mas o fato não minimizou o transtorno político ocasionado a atual legislatura. 

“Faz um ano do roubo da Câmara e até agora o promotor não fez nada. Se o cidadão roubar uma galinha vai preso. Agora aqui roubaram 2,4 milhões e o promotor não faz nada. Será que ele tem tanto trabalho assim”, disparou o vereador Edicarlos Sanguebom durante a sessão desta terça-feira, 3.

Para o vereador a lentidão do caso não tem justificativa já que os próprios acusados confessaram o crime. Sanguebom acredita que a única maneira de evitar que os vereadores continuem sendo cobrados pelo desvio é a elucidação do caso e a prisão dos envolvidos. 

Faz meses que boatos sobre a possibilidade de prisão dos acusados tomam conta de Itapecerica. Várias vezes ao longo do ano dezenas de moradores lotaram o plenário da Casa cobrando explicações, exigindo a devolução do dinheiro e a prisão dos envolvidos. Os protestos também acontecem nas redes sociais onde os moradores expressam sua revolta. Nos bastidores da política itapecericana os boatos sobre o caso são constantes e cada hora um novo fato movimenta o município. 

Na cidade todos se perguntam porque os servidores que confessaram o desvio não foram presos depois de terem assumido o crime. Além disso, todos cobram a devolução dos recursos. Também há os que criticam duramente o fato da mesa diretora antiga não ter visto os desvios. 

Oficialmente o desvio ocorrido em 2013 foi descoberto após apontamento do Tribunal de Contas. A investigação do desvio da Câmara de Itapecerica está sendo conduzida pela Delegacia do município. A polícia evita dar informações do caso para não prejudicar o andamento das investigações. Os vereadores se esforçam para colaborar numa tentativa clara de demonstrar que não têm ligação com o crime e distanciar seus nomes do desgaste político provocado pelo fato. Mas a repercussão do assunto torna esse processo difícil.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.