Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Saúde e Educação se unem na luta contra a dengue em Itapecerica

Por Departamento de Comunicação da Prefeitura de Itapecerica da Serra | 30/10/2015

dengue_1

PMIS

A Autarquia Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Educação firmaram uma parceria visando fortalecer o combate à dengue em Itapecerica da Serra. O objetivo é multiplicar informações junto aos professores, pais e alunos sobre como evitar a doença. 

A parceria prevê que os professores desenvolvam atividades lúdicas e pedagógicas com os alunos sobre como eliminar possíveis criadouros do mosquito, de maneira que cada criança seja capaz de identificar em suas próprias residências situações que possam se transformar em focos da dengue. As informações também serão difundidas em reunião de pais e mestres. 

Para isso, na manhã da última sexta feira, 23, técnicos da vigilância epidemiológica da Autarquia de Saúde promoveram um treinamento com diretores e orientadores pedagógicos da rede municipal de educação, preparando esses profissionais para repassarem as informações na comunidade escolar. 

O chefe da vigilância epidemiológica, Milton Parron Jr., lembra que 80% dos criadouros do mosquito da dengue estão dentro dos quintais das casas, por isso a importância de difundir as informações sobre como eliminar esses focos do mosquito. “A população precisa assumir a questão da limpeza e da eliminação dos criadouros na própria residência, e a informação é a principal arma para isso”, esclarece. 

Para o superintendente de saúde, José de Moraes, “é importante despertar nas crianças, que são os cidadãos do futuro, o interesse e a consciência da prevenção”. O superintendente ressalta que essa parceria entre Educação e Saúde vai permitir que a cidade obtenha maior sucesso no combate à dengue.

A dengue no município 

Desde janeiro deste ano, Itapecerica da Serra registrou 1501 casos confirmados de dengue, dos quais, 1307 são autóctones, o que significa que a doença foi adquirida dentro do município. 

Os bairros de maior ocorrência de casos da doença são Parque Paraíso, Jacira, Crispim e São Pedro.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.