Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Câmara de Taboão instala CEI contra o Shopping Taboão

Por Amanda Marques | 28/10/2015

20151027_163253_1

Sandra Pereira

Durante a tumultuada sessão da Câmara Municipal de Taboão da Serra, realizada na última terça-feira (27), a tão comentada CEI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar a não construção da alça de saída do shopping Taboão em direção a Embu  foi  instalada. Com cinco assinaturas, Érica Franquini foi nomeada presidente da comissão, que tem por objetivo averiguar se há irregularidades e cobrar das autoridades responsáveis pelo Shopping Taboão, informações e explicações dos motivos pelos quais, a alça de acesso ainda não foi construída. 

A vereadora aproveitou as discussões acaloradas e não titubeou em subir à tribuna e afirmar que o requerimento já estava em suas mãos e contava com as assinaturas dos vereadores José Aparecido Alves, Waines Moreira, Marcos Paulo e Luiz Lune, além é claro, a de Érica. Número suficiente para emplacar a comissão de inquérito e cobrar explicações do Shopping. 

A alça de acesso deveria ser construída no sentido da cidade de Embu das Artes, para facilitar a locomoção das pessoas em fazer o retorno. O prazo de entrega segundo o requerimento estava marcado para outubro deste ano, mas nenhuma obra foi minimante iniciada e o Shopping não contribuiu com satisfações. 

O assunto estava rendendo há meses na Câmara de Taboão. Nas últimas sessões ordinárias, o tema foi fortemente discutido pelos vereadores e o presidente da Casa também não poupou críticas com relação à falta de iniciativa e de informações do Shopping.  

Depois de procurada pela reportagem do Jornal na Net, a assessoria de imprensa do Shopping Taboão, informou por e-mail que o Shopping não foi comunicado sobre a ação de instalação da CPI. A assessora relatou que os processos e projetos para a construção da alça estão em andamento, seguindo os trâmites e prazos determinados pelos órgãos envolvidos nas aprovações necessárias para o início das obras. 

Em entrevista, a presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, Érica Franquini explicou que decidiu participar da comissão depois do não cumprimento dos prazos estipulados pelo Shopping na construção da alça: “Eu acho que o Shopping acabou deixando a desejar muito com os vereadores dessa Casa, porque eles deram o prazo, determinaram que iria ser construído e não cumpriram o prazo. Então a partir desse momento eu decidi, como sou cobrada na rua, eu acho que a cobrança é muito grande, nós saímos em outdoor, vocês sabem disso [...]”. 

A vereadora afirmou que não poderia deixar de fazer acontecer a CPI e está firme em sua decisão. Érica disse que os responsáveis pelo Shopping devem comparecer à Câmara para prestar esclarecimentos, evidenciando a importância de dar respostas à população da cidade de Taboão.“E com certeza essa CEI não é brincadeira não! É para eles vir e dar prazos, eu quero início e término da construção. Eles devem isso para a nossa cidade, nós fomos lesados”, desabafou.

A segunda secretária da Câmara reiterou dizendo que a mudança a partir de agora, está atrelada à importância e o peso que uma CPI traz. Quando questionada sobre a real possibilidade de construção da alça, Érica rebateu imediatamente e declarou que a CPI pode exigir que os diretores do Shopping venham em tribuna dar explicações e que pode inclusive, recorrer ao Ministério Público. Há rumores de que possivelmente o vereador Marcos Paulo seja o relator da comissão, mas nada foi confirmado. 

Cido contribuiu com as argumentações e ressaltou que a CPI não é uma perseguição, mas sim uma ferramenta que tem mais força, para que seja cobrado nos momentos necessários. “E de repente a falta de respeito do Shopping foi grande”, declarou o presidente, relembrando a falsa promessa feita pelo Shopping que resultou na aparição de vereadores em outdoors. 

O líder do DEM comentou que durante a sessão do próximo dia 02, os membros da comissão serão escolhidos e demonstrou apoio a Paulinho, caso ele seja de fato o delator. Cido disse ainda, que Érica pode na sessão da semana que vem convocar toda e qualquer autoridade que tenha a ver com a construção da alça. 

Marcos Paulo falou sobre o prejuízo que poderá ser causado a Taboão. “O meu entendimento é o seguinte: se o Shopping tem interesse de construir a alça, que ele deposite em juízo o valor. Para que quando for autorizado, a alça possa ser construída. O que não pode é ao longo dos anos o prejuízo ficar para trás”, sugeriu o vereador. 

Cido fez questão de ressaltar que a atual legislatura se posicionou de forma veemente para cobrar a alça. Ele relembrou a comissão de acompanhamento e disse: “Eu acredito que, mês de outubro, mês que o Shopping deveria ter entregue a alça, não entregou... A vereadora aqui, [Érica] de forma muito sábia, também muito inteligente, conseguiu convencer os pares, quatro vereadores assinar com ela e teria mais votos”. 

Érica informou que tem consciência dos desdobramentos que uma CPI pode causar: “Eu não queria só passar por ser vereadora, eu queria marcar. Então se esse é o meu momento de marcar a história de Taboão da Serra, aconteça o que acontecer, eu vou até final com isso”, disparou.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

18/10/2017

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz...

18/10/2017

MPF e MPT recomendam revogação de portaria que muda regras do trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF) recomendaram ao...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.