Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Após 21 dias, bancários encerram greve e bancos voltam a funcionar normalmente

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 27/10/2015

banco_1

Adriana MonteiroBancos voltaram ao atendimento ao púbico nesta terça-feira, dia 27

Em busca de reajuste salarial, os bancários ficaram 21 dias paralisados e diversos bancos de Embu das Artes, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra tiveram o funcionamento interrompido durante as negociações do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. O reajuste salarial foi de 10% e a categoria voltou ao trabalho nesta terça-feira, dia 27.  

A greve iniciada no dia 6 de outubro mobilizou cerca de 6 mil trabalhadores, que participaram ativamente de assembleias para discutir as propostas. Na sexta-feira, dia 23, a Federação Nacional dos Bancos – FENABAN apresentou para representações dos bancários uma nova proposta de reajuste, de 10%, aplicáveis aos salários, benefícios e participação nos lucros. A Federação também propôs correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação. 

Nesta segunda-feira, dia 26, a proposta discutida e aceita em assembleia foi de reajuste de 10% que representa ganho real de 0,11% e também é válido para a participação nos lucros e resultados (PLR). Também foi concedido abono de 72% dos dias em que houve paralisação e aumento de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação, que hoje são de 572 reais e 431,16 reais, respectivamente. 

De acordo com informações, diversas propostas foram apresentadas, a primeira delas era de 5,5%, sob a justificativa de que essa era a projeção para a inflação nos próximos 12 meses. A proposta de reajuste salarial passou para 7,5% e depois para 8,75%, chegando aos 10% apenas na última sexta-feira, reajuste no qual foi acatado pela categoria. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.