Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Título de cidadão embuense ao prefeito causa conflito entre os vereadores

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 8/10/2015

embu

Adriana Monteiro

A sessão da Câmara de Embu desta quarta-feira, 7, foi pra lá de animada, graças ao Projeto de Decreto Legislativo 13/2015 que concede ao prefeito Chico Brito o título de cidadão embuense. As opiniões dos vereadores ficaram divididas sobre o tema. Em razão, do projeto o vereador Gilvan da Saúde deixou a composição da Comissão Mista da Câmara. O líder do governo, Clidão do Táxi e o presidente Ney Santos solicitaram instauração de processo para quebra de decoro parlamentar contra o líder da bancada petista, Doda Pinheiro, uma vez que o mesmo afirmou que "rasgaria o regimento interno" após uma discussão.  

O clima na sessão era amistoso, de agradecimentose praticamente todos os vereadores fizeram uso da palavra e enaltecendo a participação e vitória das 10 conselheiras eleitas no último domingo, dia 04. Também houve a posse do vereador Antonio Elizeu de Almeida, que ocupará a cadeira da vereadora Dra. Bete, que pediu afastamento de 60 dias e deve retornar no dia 01 de dezembro deste ano.  

Tudo parecia muito calmo quando a presidência informou que recebeu um requerimento de urgência especial, que se tratava do Projeto de Decreto Legislativo, concedendo ao prefeito Chico Brito o título de cidadão embuense. A discussão do projeto ficou acalorada e o membro da Comissão Mista, o vereador Gilvan da Saúde deixou a composição da comissão que é responsável por emitir os pareceres dos projetos. De prontidão, o líder do governo, Clidão do Táxi sinalizou que o vereador Jefferson Siqueira deveria assumir a vaga. Em contrapartida, o vereador Doda Pinheiro salientou que quem deveria assumir seria Tonho Elizeu.  

Após breve discussão na sala 40 os vereadores decidiram que  Jefferson Siqueira passará a compor a Comissão Mista. Após pedir a palavra Doda Pinheiro declarou que seria melhor rasgar o regimento interno, uma vez que não é utilizado conforme deveria. Ele dirigiu críticas ao presidente da Casa, Ney Santos. Rebatendo a crítica Ney Santos salientou que não iria responder, porém pediu que fosse aberto um processo para quebra de decoro parlamentar contra Doda Pinheiro por ele ter declarado que rasgaria o documento. O vereador petista, João Leite, tentou minimizar a situação e pontuar que não foi bem isso que Doda quis dizer.  

"Eu quero agradecer os nossos pares porque o regimento interno desta Casa é tão fácil da gente entender, de pronto já tínhamos o vereador Jefferson e é você mesmo. Quem conhece, conhece e você é o cara", disse o líder de governo, Clidão do Táxi. Em seguida, Doda pediu a palavra por afirmar que "não poderia levar uma alfinetada e ficar quieto", disse "é o meu líder de governo e não vou brigar ou arrumar confusão mas nesta Casa com a eleição do nobre vereador Jefferson devemos pegar o regimento interno e rasgar por essa eleição da mesa", defendeu.  

Em resposta, o vereador Clidão questionou "rasgaria o regimento interno, vereador?". "O regimento é o maior instrumento do vereador, então se o politico está aqui e não sabe o que diz o regimento interno, devemos dar respeito a população. Eu não vou nem me dar ao luxo de entrar em uma discussão dessa mas eu só acho que nada mais o senhor [Doda] cometeu uma quebra de decoro parlamentar dizendo que vai rasgar o regimento. Se continuar desse jeito teremos que instaurar um inquérito e cassar o mandato dele. Aqui é coisa séria e não estamos de brincadeira", falou o presidente da Câmara, Ney Santos.   

O projeto de decreto legislativo 13/2015, foi aprovado por 12 votos favoráveis com dois contrários, sendo dos vereadores Pedro Valdir e Júlio Campanha. Ambos declararam que o Legislativo tem como obrigação fiscalizar o Executivo, e dessa forma, seria falta de ética concordar com a concessão do título, uma vez que o prefeito ainda está em exercício do seu mandato. 

Aprovados

Na ordem do dia os vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei, de autoria do vereador Pedro Valdir, para a instituição do Pampa (Programa De Aproveitamento De Madeiras De Podas De Árvores) na cidade, permitindo a otimização da utilização dos resíduos orgânicos oriundos da poda de árvores, inclusive no que diz respeito ao trabalho realizado pela Secretaria de Serviços Urbanos e Limpeza Pública. “Esse é um projeto autorizativo, onde foi articulado com o próprio governo para poder através de recursos de emendas vê se dá para trazer para o município a compra das máquinas que permite retirar os troncos das árvores e triturar, permitindo sua reutilização como adubo. Além disso permitirá fazer convênios com ONGs e Cooperativas que mexem com reciclagem para o reaproveitamento desse material”, disse Pedro Valdir em defesa de seu projeto. 

De autoria do vereador Carlinho do Embu (PSC) a indicação 71/2015 que solicita estudos para a implantação de guias e sarjetas e pavimentação asfáltica nas Ruas Tamoios, Tupinambás e Guarani (chácara Lídia e Marajoara) também foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.

Também foi aprovada na sessão uma Moção de Pesar de autoria da Bancada petista pela morte do ex-presidente do PT nacional, José Eduardo Dutra, aos 58 anos. “José Eduardo Dutra fez seu papel aqui no país. Ajudou a construir o Partido dos Trabalhadores, ajudou a governar o Brasil junto com nosso presidente Lula e deixa hoje muita saudade para nós que somos do PT. Eduardo Dutra contribuiu muito para chegarmos aqui onde chegamos”, disse o vereador João Leite, que é presidente do PT no município. 

O vereador Doda Pinheiro (PT) também prestou sua homenagem ao ex-presidente do Partido dos Trabalhadores em âmbito nacional. “Todos aqueles que perdem suas vidas contribuindo e tendo contribuído com a democracia, como o nobre companheiro Eduardo Dutra e hoje faleceu a Maria Lúcia, ex-prefeita de Santos, é uma perda irreparável para a classe política também”, disse. A Moção foi aprovada por unanimidade entre os vereadores. 

Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara 





29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.