Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

GCM de Embu prende quinto envolvido na tentativa de roubo a casa do vereador Doda

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 7/10/2015

acusado

DivulgaçãoHomem de 43 anos participou da tentativa de roubo sofrida pelo vereador Doda 

Os guardas civis prenderam na tarde desta terça-feira, dia 07, o quinto envolvido na tentativa de roubo sofrida pelo vereador de Embu das Artes, Doda Pinheiro. De acordo com informações, o vereador passou pelo Supermercado Kaçula e avistou um veiculo Corola prata, e ao se aproximar notou que se tratava do mesmo carro utilizado para aborda-lo no dia 01 de outubro, para tentativa de roubo a  sua residencia.  

Com bases nas informações fornecidas, a GCM fez campana no local com atenção para o veiculo. E dentro do estacionamento do Supermercado Kaçula, localizado na Avenida Aimara não foram encontrados nenhum dos suspeitos, porém nada foi flagrado. Às 16h, a câmera de monitoramento registrou que o veiculo deixou o local sentido a avenida Rotary. Uma viatura que estava nas proximidades prendeu o suspeito.  

Diante dos fatos, o acusado foi conduzido para a Delegacia de Embu das Artes, onde foi reconhecido pelos familiares do vereador. O caso foi registrado na delegacia do São Marcos, onde G.F.S, de 43 anos é morador do Jardim do Colégio permanece preso. O veiculo foi apreendido pela polícia. 

Relembre o caso

Quatro indivíduos renderam o vereador que dirigia seu carro nas proximidades do Parque Pirajussara, por volta das 7h50 e o fizeram dirigir de volta para a residencia. No local, os homens roubaram joias, relógios e dinheiro, porém o assalto foi frustado quando a Guarda Civil Municipal juntamente com a Polícia Militar chegaram ao local e prenderam todos em flagrante. De acordo com informações de um GCM, houve tentativa de fuga mas apenas um conseguiu escapar em um veículo Corola prata.  

Essa é a segunda vez que o vereador tem a casa invadida por criminosos, há cerca de um mês, sua esposa foi surpreendida por bandidos não identificados quando saía para trabalhar, por volta das 5h00 da manhã, do dia 04 de setembro. Quase um mês depois, os mesmos criminosos voltaram para então conseguir concluir o assalto, que da primeira vez não foi possível finalizar.  

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.