Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Prefeito sanciona Dia do Amor Misericordioso de Deus em missa no Santuário de Santa Terezinha

Por Sandra Pereira | 2/10/2015

fotomateria

Sandra PereiraSantuário ficou lotado de fiéis durante a celebração da missa em homenagem a Santa Terezinha

A sanção da lei que cria o feriado municipal do Dia do Amor Misericordioso de Deus marcou a missa de celebração do dia da padroeira de Taboão da Serra,  Santa Terezinha, no santuário dedicado a ela, nesta quinta-feira, 1º de outubro. A lei foi sancionada no final da missa pelo prefeito Fernando Fernandes. Ao som de aplausos do público e na companhia da deputada Analice Fernandes e dos vereadores o prefeito atendeu a reivindicação antiga da comunidade católica da cidade. Desde 2009 os fiéis de Santa Terezinha aguardavam a aprovação do feriado. A lei que criou o feriado foi aprovada por unanimidade e a partir de 2016 o dia 1º de outubro será feriado na cidade. A aprovação foi classificada pelo monsenhor Aguinaldo Carvalho como sendo um milagre, pelo fato de ter unido as bancadas católica e evangélica da Câmara. Veja fotos aqui.

Num misto de emoção e fé os fiéis entoaram hinos, assistiram apresentações e acompanharam a pregação feita pelo monsenhor Aguinaldo que mostrou a importância de Santa Terezinha para a história de Taboão. Ele lembrou que esse ano o santuário vai celebrar 60 anos, enquanto o município tem 56. Emocionado ele agradeceu a acolhida que recebeu na Câmara Municipal no dia da aprovação do feriado e fez questão de saudar nominalmente  o prefeito, a deputada Analice Fernandes,  os vereadores e demais autoridades presentes.

"Santa Terezinha não é pra ser adorada. Nenhuma pessoa é. Nós devemos adorar só a Deus. Mas ela nos ensina que é possível viver o evangelho e o amar a Jesus, amar o próximo. Ela era pura. A única coisa que queria era agradar a Jesus nas palavras, atitudes, comportamento e no modo de viver", afirmou o monsenhor Aguinaldo Carvalho. 

Durante a pregação ele fez os presentes refletirem sobre a importância da votação unanime do projeto. Para o Monsenhor a iniciativa foi possível porque ao invés de construir muros os vereadores optaram por erguer pontes e votar em unidade. "O versículo mais curto da bíblia nos ensina que Deus é amor. E o amor de Deus é diferente do que sentimos. É cheio de misericórdia, como na parábola do Bom Samaritano", observou.

"Antes de sancionar a lei o prefeito Fernando Fernandes disse que a data é histórica para Taboão da Serra. "Hoje é um dia histórico na nossa cidade. Escrevemos uma página importante na vida de Taboão criando um feriado que diz respeito ao amor de Deus. Espero que essa data permita reflexão a todos os taboanenses", afirmou o prefeito Fernando Fernandes, acrescentando que o amor ao próximo é  característica essencial do amor misericordioso de Deus. "Em 2016 não teremos mais ponto facultativo e sim feriado. É um grande orgulho poder sancionar essa lei hoje e foi por isso que pedi ao monsenhor para fazer aqui", completou. 

Participaram da missa solene a deputada Analice Fernandes, o presidente da Câmara, vereador José Aparecido Alves, o Cido, Carlinhos do Leme, Joice Silva, Érica Franquini, Eduardo Nóbrega, Ronaldo Onishi, Marco Porta, Professor Moreira e André Egydio. O vice-prefeito Laércio Lopes e os secretários municipais também prestigiaram a missa que registrou público superior a 5 mil pessoas. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.