Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Leitoras do Jornal na Net reconheceram ladrão de alianças preso pela GCM de Taboão

Por Sandra Pereira | 23/09/2015

acusado

Divulgação

Várias leitoras do Jornal na Net reconheceram o acusado pelo Guarda Civil Municipal (GCM) como sendo o ladrão que levou suas alianças. Faz tempo que o roubo de alianças anda tirando o sossego de moradores de vários bairros de Taboão da Serra. As ocorrências são diversas e se espalham com rapidez em todos os pontos do município. Cada vez mais ousados, os criminosos adeptos dessa modalidade, não poupam as vítimas. Na terça-feira, 22, a GCM prendeu um assaltante com 7 alianças de ouro, na região do Parque Assunção. 

A leitora Daiane Alves contou que foi assaltada na última semana perto da casa do prefeito de Taboão da Serra. “Estava perto da casa do prefeito,  em frente a base da Romu e foi esse lixo q roubou minha aliança. Eu estava com a metade do vidro do carro aberto ele encostou do meu lado e pediu a aliança”, desabafou a leitora nos comentários da matéria postada na página do Jornal na Net no Facebook.

“Foi esse vagabundo aí que roubou a minha aliança”, postou a leitora Joana Darc. “Isso é um absurdo. Várias moradoras aqui do Saint Moritz foram roubadas”, comentou outra leitora. 

Quando o criminoso foi detido pela GCM levava 7 alianças. Ao menos uma delas foi reconhecida por uma leitora vítima do crime, na foto postada no Jornal na Net. Estava em um moto com placa de São Paulo e a numeração 8825. O homem é pardo aparenta ter mais de 30 anos. 

Na última sexta-feira, 18, uma funcionária do cemitério da Saudade teve sua aliança roubada por um criminosos enquanto se dirigia ao trabalho. A mulher disse ao Jornal na Net que foi abordada por um motoqueiro armado no semáforo. O homem anunciou o assalto e exigiu que ela entregasse a aliança.

“Ele parou do meu lado, mostrou a arma e disse perdeu, perdeu tia, passa a aliança. Estava apertada e eu não conseguia tirar. Daí ele arrancou com força machucando o meu dedo”, revelou. 

Triste com a perda da aliança que carregava no dedo há mais de 30 anos a vítima disse que ficou perplexa com a ação do ladrão. Emocionada ela não conseguia conter as lágrimas. O susto e se misturou com a raiva que ela sentiu de ter algo tão pessoal roubado sem piedade.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.