Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Embate ferrenho entre Nóbrega e Lune incendiou a Sessão da Câmara Taboanense

Por Amanda Marques | 23/09/2015

tab_22

Cynthia Gonçalves Os vereadores nitidamente exaltados voltaram a discutir o possível nepotismo na Prefeitura

Tudo parecia tranquilo na Sessão da Câmara Municipal, realizada na última terça-feira (22), em Taboão da Serra. Até que as questões do requerimento feito por Luiz Lune, na Sessão da semana passada, foram levantadas por Eduardo Nóbrega. O requerimento solicitava a folha de pagamento de todos os funcionários da Prefeitura, com nomes e salários, para identificar possíveis práticas de nepotismo. Pronto, ascendeu-se o estopim. O vereador e líder de governo na casa subiu a tribuna e mencionou ser favorável a todas as indicações dos projetos propostos no dia, e em seguida com tom enfático, fez questão de dizer que a família Nóbrega jamais recuaria diante dos desafios. Sob essa perspectiva, já era de se imaginar que as discussões seriam quentes. 

Nóbrega falou sobre o requerimento de Luiz Lune, exposto na semana passada, e explicou que encaminhou contrariamente em função de considerar que a divulgação da folha de pagamento dos funcionários, era invasão de privacidade. O líder de governo ressaltou que Lune havia se preparado durante dias, usando o script devidamente montado, para atacar diretamente o Prefeito Fernando Fernandes. Nóbrega disse que se tratava de politicagem, a fim de alcançar resultados eleitorais. “Não tenho problema nenhum em discutir política em eleição. Querem ir para o ‘pau’? Vamos para o ‘pau’. Querem abaixar o nível? Baixemos o nível. Mas calar a voz do líder do PR na casa, jamais!”, declarou. 

No ápice das emoções, o vereador Eduardo Nóbrega apresentou um requerimento que solicita as mesmas informações sobre a folha de pagamento, antes feito pelo líder do PCdoB, Luiz Lune. Sim, exatamente o mesmo, agora feito pela base de governo, que rejeitara o da semana passada. Nóbrega ultrapassou seu tempo instituído pelas ordens da câmara e os munícipes presentes colaboraram indignados com o tempo excedido. Lune a essa altura já havia solicitado a palavra pelo artigo 102.

Visivelmente nervoso Eduardo Nóbrega gritou com algumas pessoas que insistiam em se manifestar durante a fala dele. O caos estava instalado. Era um misto de munícipes, presidente da casa, vereador, todos falando ao mesmo tempo. Lune foi à tribuna e como já imaginávamos, rebateu o discurso do vereador de situação: “Vocês querem um desrespeito maior do que alguém chegar aqui e usar o tempo que não lhe é cabido? Um desrespeito tão grande ao nosso presidente da casa”. Lune comentou inclusive, que duvida que o requerimento seja de fato, implantado. “Até porque, tem gente que não sustenta o que diz, né Anderson Nóbrega? Tem gente que não sustenta”, ironizou direcionando a fala ao irmão de Eduardo. 

Luiz Lune continuou, fazendo uma afirmação que diz respeito à concessão de empregos por pessoas veiculadas à Câmara, nesse caso, à Nóbrega. O líder do PCdoB contou que há poucos dias uma pessoa teria o procurado para solicitar um emprego à filha, mas Lune havia informado que não tinha como ajudá-lo naquele momento. Segundo ele, Eduardo depois de procurado pela mesma pessoa, conseguiu o emprego mencionado. Luiz disparou: “Lune, você não arrumou emprego para minha filha, mas o Eduardo arrumou”. 

Ele declarou que essa pessoa passou em um concurso e conseguiu o emprego. De acordo com Lune, alguns de seus assessores também passaram nas provas. “Mas só que me chamou atenção, sabe o que? Ela mora lá no Inocop, isso me chamou atenção. O meu trabalho é pautado na cidade, na honestidade. Mais engraçado, são assessores meus, que passaram também nesse concurso, mais engraçado é que alguns assessores também foram contratados pela assembleia, no intuito do que, de enfraquecer meu nome, de tirar liderança”, completou. 

O vereador Marco Porta comentou a respeito da discussão entre Lune e Nóbrega, dizendo que lamentava muito e que não poderia haver quebra de decoro parlamentar. Porta ressaltou sobre a exposição das famílias qualificando como: “Isso é de uma desinteligência relunchante, colocar família aqui, é burrice. Porque a pessoa que expõe família, ela se dá a um valor menos que zero. O problema é que esta se usando isso como política, num ano pré-eleitoral, propício para se expor as pessoas”.

Porta reiterou dizendo que o vereador Luiz Lune colocou em dúvida os processos de concursos públicos, que mesmo sem dar nomes, sugeriu dúvidas sobre o tema. Ele disse que, se na semana passada a punição fosse adequada à Lune, a fala irresponsável dele não teria acontecido. Nóbrega explicou que não há motivos para ele temer com relação ao requerimento de solicitação de folha de pagamento e que, portanto, é o autor da nova solicitação e votará favorável. 

Carlinhos do Leme, vice-presidente da Câmara, encaminhou o projeto autorizativo das lombo faixas, obtendo sucesso e apoio de todos os vereadores. O objetivo é reduzir a velocidade dos veículos e a incidência de atropelamentos. José Aparecido mencionou sobre seu projeto, que proporciona o acompanhamento odontológico de gestantes de alto risco em Taboão. Cido também apresentou a iniciativa que determina feriado municipal o dia 01 de outubro, data consagrada à Santa Terezinha, Padroeira do município. Todos os projetos foram aprovados por unanimidade de votos. 

Luiz Lune voltou à tribuna para afirmar que Nóbrega havia feito comentários [no momento da discussão com a plateia], que não foram de bom tom. Segundo Lune, Eduardo estaria fazendo uso de expressões referentes à cor da pele dos munícipes presentes. Nóbrega rebateu e disse que apenas utilizou do apelido do rapaz para se direcionar a ele. O embate entre os dois continuou, diante da solicitação de se instalar uma placa com dizeres religiosos na cidade de Taboão. Nóbrega questionou o que Lune possivelmente teria contra e Lune disse que era uma espécie de ‘média’.

Votos de louvor foram aceitos, bem como o voto de pesar relacionado à tragédia da morte de Gustavo Storto. 

A parte mais calma da sessão: acessibilidade e inclusão social 

A vereadora Joice Silva ressaltou sobre o seu projeto que institui a semana da luta contra a deficiência. O projeto foi aprovado por unanimidade de votos em regime de urgência e Joice afirmou que serão feitas palestras e fóruns que mostrarão o que os portadores de deficiência realmente precisam, e em quais aspectos o poder público poderá ajudar essas pessoas. “Então contem com essa vereadora, estou nessa luta e vamos em frente”, declarou. 

José Aparecido Alves, presidente da casa, apoiou o projeto e aproveitou para mencionar sobre a questão da acessibilidade. Ele disse que pretender ouvir [em seu fórum no próximo dia 25] as pessoas que estão dia-a-dia passando por problemas de acesso na cidade de Taboão da Serra, para que ele possa contribuir com a saúde e com esporte, juntamente com a secretaria de transportes, para que sejam desenvolvidas políticas públicas de garantia a todos. Cido enfatizou: “Não se podem falar em sociedade justa e igualitária, enquanto aceitarmos como algo normal que pessoas com deficiência tenha seu acesso negado. Não apenas na questão de obstáculos físicos, mas também nos de ordem moral, na medida em que, nenhum de nós recebe uma educação voltada para inclusão. O preconceito tem sido uma das barreiras mais difíceis de derrubar. Precisamos mudar também o nosso olhar sobre a questão”. 

O vereador do Solidariedade, Ronaldo Onishi levantou um ponto importante relacionado a  lei municipal 2154 de 2013, que estabelece prioridade na matrícula de qualquer aluno com deficiência nas escolas mais próximas da suas residências. Onishi afirmou que a comunidade deve fazer valer os seus direitos e reiterou sobre a semana do autismo, dizendo o quão relevante é a dificuldade de diagnóstico para os portadores da doença.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

18/10/2017

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz...

18/10/2017

MPF e MPT recomendam revogação de portaria que muda regras do trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF) recomendaram ao...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.