Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Briga política impede reforma do campo localizado no Jardim Emílio Carlos em Embu

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 22/09/2015

campo_1

Facebook AIIHCampo fica localizado no Jardim Emílio Carlos em Embu das Artes 

Nas redes sociais, uma briga politica tem redesenhado o atual cenário político e também visando as eleições de 2016. O pré-candidato Herbert Melo utilizou da sua página no facebook para manifestar insatisfação com o campo que fica localizado no Jardim Emílio Carlos, em Embu das Artes. O espaço é de uso da comunidade e fica sob a administração da Associação Internacional de Interesse a Humanidade. Em conversa com Herbert, o mesmo afirmou que uma briga pessoal de Guarani com o pentacampeão, Cafú impede a reforma que inclui gramado do campo. Em reposta, Marcos Guarani disse que o campo pertence a associação e que as reuniões já são feitas para as melhorias no bairro. 

De acordo com Herbert Melo, a situação está enrolada desde 2012. "O campo do Irene fica do lado do Embu, que chamamos de Campo do Cafú era um matão e o pessoal de uma associação foi quem cuidou do local e fizeram o campo. Nos anos 90, o Marcos Guarani saiu do time e criou outra associação, no qual ele tem um termo de uso do campo para associação dele. O Marcos Guarani é brigado com o Cafú, uma briga antiga. E o Cafú tem o patrocínio da Ambev e por meio disso está gramando os campos, e do Irene não é gramado por conta dessa briga. O campo não é dele é da comunidade", falou.

Nas redes sociais diversos textos são publicados diariamente por Herbert Melo com o objetivo de evidenciar a população e torna pública essa questão. "Enquanto isso o PRIMEIRO campo da lista NÃO foi autorizado pelo Sr. Marcos Guarani em conjunto com a secretaria de Esportes e prefeitura de Embu das Artes, lá do Jardim Irene. Desde 2012 era para você, morador, ter tudo construído aí na região!!!... Mas a vaidade, orgulho e falta de habilidade e Gestão da coisa PÚBLICA, impediram que isso acontecesse.  O atual gestor [Marcos Guarani], tem um TERMO DE CESSÃO DE USO junto a prefeitura, isso desde os anos 90. Logo, juridicamente, ele tem as prerrogativas legais para cuidar do espaço. Infelizmente ele diz que é dono do campo, mas o campo é um bem público!!. Como detém esse documento, desde 2012 NÃO AUTORIZA A REFORMA! ", escreveu em uma recente publicação.

Em contrapartida, Marcos Guarani, também pré-candidato à vereador pelo PR, classifica as criticas de Herbert como oportunismo em busca de querer ganhar espaço na região e o rotula como "playboy oportunista". Defendeu dizendo que a verba da Brahma da qual Herbert fala não está no alcance dele provar que existe e evidenciou que as reuniões juntamente com a equipe do Cafú são feitas para trazer melhorias para o bairro. Ele desabafou com relação ao trabalho feito na associação, que atende diariamente jovens e crianças da comunidade carente. 

Diversas pessoas vem acompanhando e apoiando o desenrolar da história. Há quem defenda a posição de Herbert Melo, que busca ajuda na prefeitura de Embu das Artes, por intermédio de protocolos e também dialogo com os envolvidos. 



Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.