Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Disputa com Doda faz Edvânio deixar liderança do PT e expõe crise entre ambos

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 17/09/2015

doda_ed

Genildo RochaDoda Pinheiro e Edvânio Mendes voltam a protagonizar brigas politicas na plenária 

O cenário político de Embu das Artes é desenhado visando as eleições de 2016, brigas políticas e disputas por espaço começaram a serem frequentes no Legislativo embuense. Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, dia 16, o embate ficou por conta dos dois vereadores do Partido dos Trabalhadores, que culminou na saída do vereador Edvânio Mendes, da liderança da bancada petista. Além disso, diversos versículos bíblicos foram citados e até mesmo a clássica frase "Beijinho no ombro para o recalque passar longe", dita pelo vereador Doda Pinheiro. 

Não é de hoje que Edvânio Mendes e Doda Pinheiro disputam espaço, nas entrelinhas muitas alfinetadas aconteceram no primeiro biênio do Legislativo. Em outra sessão Edvânio chegou a usar de metáforas e recriminou a postura do então presidente da Câmara. Nos bastidores há quem acredite que esse é o racha dentro do Partido dos Trabalhadores, e que a disputa por poder dificulta que o grupo permaneça unido. O partido perde militantes dia após dia, devido as pequenas e significativas brigas. As brigas por espaço e visibilidade saíram das reuniões fechadas e ficaram públicas.   

A briga de cavalheiros começou quando o vereador Edvânio Mendes pediu licença para fazer uso da palavra na tribuna. Em Embu das Artes, a tribuna é utilizada pelos edis quando caracterizam que o assunto merece mais destaque e enfase. Sem rodeios, o vereador Edvânio mostrou nas primeiras palavras que o seu discurso seria direcionado ao companheiro de partido, Doda Pinheiro.  

Edvânio Mendes disse em vários momentos que sente perseguição politica e que o companheiro age com desonestidade, usando da frase. "Os fins não justificam os meios" e também o versículo bíblico"Maldito o homem que confia no homem" Jeremias 17, 5. Os dois vereadores que declaram terem participação efetiva nas atividades da Igreja Católica, a religião também foi questionada por Edvânio que declarou que Doda se diz cristão e age de má fé com o companheiro de partido. Além disso, citou em alguns momentos que o companheiro quebrou acordos políticos, e afirmou que ele sabia do que estava falando. A expressão de Doda durante todo discurso era de indiferença e hora de deboche pelas palavras ditas.   

Em resposta, o vereador Doda Pinheiro afirmou que falaria apenas três coisas para o companheiro de partido. "Eu quero dizer apenas três coisas, a primeira delas: A palavra vale prata, o silencio vale ouro; segunda vereador Edvânio Mendes eu sou um homem casado e terceira coisa: particularmente eu não tenho nenhum problema quanto as disputas politicas, espaço por poder e eu só gostaria de deixar bem claro aqui, que eu não me digo ser cristão, sou pecador e não sou santo, mas a prova maior que eu sou cristão de fato e de direito é que não vou responder na altura que o senhor merece, porque não vale a pena. E para o senhor Edvânio Mendes eu quero dizer apenas "Beijinho no ombro que o recalque passa longe", disse.  

Em entrevista, o vereador Edvânio Mendes esclareceu que falava do deputado Carlos Zaratini, que andou em diversos comércios do Parque Pirajussara difamando as ações do mandato dele. "Cheguei no Parque Pirajussara, no domingo passado e estou vendo Zaratini, Doda e o grupo dele andando de comércio em comércio me difamando, que não fui eu quem discuti essa emenda e sim o Doda. Como um deputado se submete a isso? E como um vereador do seu próprio partido sai de comércio em comercio falando mal de mim", disse.  

"Eu tive um acordo de cavalheiro com o Zaratini, te apoiei em duas candidaturas e agora o recurso. Só que chegou na eleição eu não apoiei o Zaratini e sim outro deputado. Nisso em 2013, eu fiz um oficio da emenda que veio para cá, e eu já inha dialogado com os comercios, feito reunioes mensalmente com os comercios do bairro. Chegou o recurso, eu e o comandante Dirceu discutimos o projeto que tem tudo haver com o meu mandato", declarou.   

Sobre sua saída da liderança da bancada petista e da executiva municipal  do partido, ele afirma que para tomar sua decisão tomou como base os regimentos internos e desmentiu a possibilidade de deixar o PT, partido no qual ele é filiado há 27 anos. "Eu protocolei ontem a minha saída da liderança, registrei e foi baseada dentro do Estatuto do Partido dos Trabalhadores, da forma como o vereador Doda me perseguindo e fazendo coisas absurdas. Eu usei os artigos 12 e 13, o Código de Ética do Partido dos Trabalhadores para sair da Executiva. Eu não coloquei que vou deixar o partido, nesse momento eu não concordo com a direção do PT, que foi omissa e não concordo com a forma que o Doda age com a minha pessoa", falou.  

Procurado o vereador Doda Pinheiro disse que não comentaria o caso para não dar ibope ao Edvânio Mendes. Os demais vereadores do partido na Câmara Municipal preferiram não comentar o assunto, apenas João Leite afirmou que na próxima sessão indicaria o novo líder da bancada, que deverá ser Doda Pinheiro ou Gilson de Oliveira.   

24/05/2017

Eduardo Nóbrega comemora aprovação das contas da Câmara de 2013 pelo TCE

O Tribunal de Contas de São Paulo (TCE) aprovou nesta terça-feira, 23, as contas da Câmara...

24/05/2017

Vereadores aprovam pedido de estudo sobre vale-transporte e dissídio dos servido

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em regime de urgência na sessão desta terça-feira,...

23/05/2017

Juiz mantém decisão que obriga prefeitura a administrar cemitérios de Embu

O juiz da 1ª Vara Judicial da Comarca de Embu das Artes, Rodrigo Aparecido Bueno de Godoy negou...

22/05/2017

Embu é a cidade da região que mais recebe recursos do governo do Estado

Nos primeiros meses de 2017 Embu das Artes vem consolidando sua posição como a cidade da região...

19/05/2017

Lei da deputada Analice Fernandes protege mulher vítima de violência

Lei de autoria da deputada estadual Analice Fernandes de proteção a mulher vítima de violência...

19/05/2017

Comunidade japonesa homenageia Dr. Onishi por vitória na eleição em Taboão

O vereador de Taboão da Serra, Dr. Ronaldo Onishi, foi homenageado com diploma de Honra ao...

18/05/2017

Delação de donos da JBS envolvendo presidente agrava crise política no Brasil

O país amanhece perplexo com mais uma delação de corrupção. Desde vez a denúncia é de que o...

16/05/2017

Vereador afirma que roubos em Embu acontecem pra prejudicar Ney Santos

Os roubos e furtos a equipamentos públicos como creches, Unidades Básicas de Saúde e escolas...

16/05/2017

Escola do Legislativo de Taboão ganha sala de aula para ministrar cursos

A Câmara Municipal de Taboão da Serra viveu uma noite histórica, nesta segunda-feira, 15,...

13/05/2017

Câmara de Taboão aprova lei que amplia licença maternidade para 180 dias

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou por unanimidade de votos, na sessão do dia 9, o...

24/05/2017

Começa a obra de reconstrução do muro da Escola Estadual Antônio Ruy Cardoso

Após aprovada por unanimidade na Câmera de Vereadores, a reconstrução do muro da Escola Estadual...

24/05/2017

Vereadores cobram Bombeiros sobre AVCB do Pátio de Embu das Artes

Vereadores de Embu das Artes aprovaram durante a última sessão Legislativa um ofício ao Corpo de...

24/05/2017

Eduardo Nóbrega comemora aprovação das contas da Câmara de 2013 pelo TCE

O Tribunal de Contas de São Paulo (TCE) aprovou nesta terça-feira, 23, as contas da Câmara...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.