Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Líder de governo diz que montagem dos partidos e time da reeleição em Taboão não vai ser fácil

Por Sandra Pereira | 10/09/2015

lider

Cynthia Gonçalves

Faltando pouco mais de 1 ano  para a eleição municipal de 2016 o clima entre os vereadores de Taboão da Serra é de reeleição. A maioria dos edis da Casa está focada na montagem dos partidos e coligações com a finalidade de garantir sua cadeira. Na última sessão um discurso da vereadora Érica Franquini, alertando para possível perseguição de servidores que declararam apoio à sua candidatura acendeu o pavio entre os vereadores. “Agora é reeleição e não vou aceitar perseguição a funcionário que declarar apoio a mim”, bradou a vereadora acompanhada no mesmo tom por boa parte da base governista na Casa. Em meio à tempestade provocada pelo processo de reeleição o líder do governo na Câmara, vereador Eduardo Nóbrega, avalia que esse momento vai consolidar sua liderança entre os pares. Ele disse que vai adotar postura apaziguadora e de diálogo entre a Casa e o governo. 

“Eu sabia que o momento de tensão ia chegar. Passaremos um mês difícil, onde serão montados os partidos, com a nova regra eleitoral que possivelmente inviabiliza as coligações. Isso agora me transforma num grande líder. Nesse momento de tensão tenho que ter a capacidade de ao lado do prefeito Fernando Fernandes conduzir o processo para que a gente tenha o menor desgaste possível”, relatou Nóbrega. 

O vereador  avaliou ter credibilidade entre os pares por tratar os assuntos com verdade. “É muito fácil pra mim agora sentar numa mesa de reunião e olhar para os olhos de cada um alertando que sempre disse isso e nunca trabalhei com mentira. Em que pese alguns vereadores fugirem do confronto, talvez por falta de experiência ou coragem”, declarou. 

Para o líder do governo o prefeito Fernando Fernandes deve montar cinco frentes partidárias fortes capazes de eleger de 10 a 11 vereadores. O problema, segundo ele, será a montagem dos partidos, que ele disse ter alertado os pares há mais de um ano. Mesmo assim, avalia que o governo vai montar times fortes. 

“Agora eu me notabilizo e saio fortalecido como grande líder que eu esperava nessa negociação”, afirmou. 

Eduardo Nóbrega antecipou ao Jornal na Net que agendou reunião com o prefeito Fernando Fernandes para tratar da montagem do time da reeleição. Ele disse que até o dia 20 o governo deve fechar as frentes partidárias que vão às ruas brigar pela reeleição. Na tribuna Nóbrega deixou claro que sua situação já está definida. “Eu tenho para onde ir”, avisou antes de cutucar o vereador Luiz Lune, que segundo ele estaria desesperado em razão da reeleição “O desespero não está só na base. Está na face do vereador Luiz Lune”.  Lune por sua vez garante estar tranquilo e deve disputar a reeleição no time do ex-vereador e pré-candidato José Aprígio. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.