Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Pai matou jovem com 4 facadas, escreveu bilhete e depois cortou garganta em Itapecerica

Por Sandra Pereira | 27/08/2015

datenaaa

DivulgaçãoApós atingir filha com 4 facadas ele escreveu motivo e pediu perdão

A jovem Larrisa Gabriele foi morta com 4 facadas pelo pai dela, Leandro, que teria chegado em casa bêbado. De acordo com médicos que atenderam a jovem ela levou uma facada nas costas, que foi superficial, outra no peito, que foi grande, pouco profunda e causou lesão na pele e músculos. A terceira facada atingiu o tórax e abdômen. A pior delas, foi desferida contra o braço da moça, penetrou a cavidade torácica e furou o pulmão e o coração.

Na cena do crime, perto do corpo da jovem, foi achado um caderno onde o pai dele escreveu o que teria sido a motivação para o crime e pediu perdão a Deus. O Jornal na Net teve acesso a imagem do caderno manchado de sangue. Com lápis ele escreveu a frase "Mate por não prestar perdoa Deus". 

 As informações sobre o caso ainda estão desencontradas. Mas é fato que a mãe dela morreu há alguns anos. O sepultamento da jovem ocorreu na quarta-feira, 26, em clima de comoção e incredulidade.


Depois de desferir as 4 facadas contra a filha o homem cortou a própria garganta. O corte teria sido superficial. Ele continua vivo internado no Hospital Geral de Itapecerica da Serra e o estado de saúde parece estável. "Ele saiu do local do crime andando acompanhado por homens do Corpo de Bombeiros", falou uma pessoa que esteve na cena do crime.

"Era um cenário de horror. Pura covardia", descreveu um profissional que participou do atendimento. "Ele judiou demais dela", completou outro.

A cena do crime onde a jovem foi assassinada é chocante. O sangue dela cobria boa parte do chão. Os médicos acreditam que a menina agonizou vários minutos antes de morrer.

A polícia civil de Itapecerica trabalha com a possibilidade de que a jovem teria sido morta em razão do seu desempenho escolar ser considerado baixo. 

Vizinhos da moça disseram que o motivo poderia ter sido o comportamento dela, que seria desaprovado pelo pai.

O bairro do Potuverá, onde aconteceu a tragédia com a jovem, é uma das região carente. Fica distante da região central e em algumas partes chega a ter características rurais. É um local pequeno com deficiência de serviços básicos e pequeno índice populacional.

Errata dia 27/08 às 13h15: Ao contrário do que divulgou a reportagem do Jornal na Net o assassino da jovem era padrasto e não pai dela. A informação de que Leandro Godolfredo Garcia, 41 anos, era pai da jovem Larissa Gabrielle, 18, foi repassada pela Polícia Civil que posteriormente esclareceu que o mesmo era padrasto da jovem e não pai dela como dito nas reportagens sobre a tragédia.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.