Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Cassação do deputado estadual Geraldo Cruz marca a sessão de Embu das Artes

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 20/08/2015

sessao_embu_1

Adriana MonteiroSessão ordinária aconteceu nesta quarta-feira, dia 19, em Embu das Artes 

O deputado estadual Geraldo Cruz, teve seu diploma cassado no final da tarde da terça-feira, dia 18, pelos juízes do TRE-SP, por uso indevido de meios de comunicação social. Geraldo que já foi prefeito de Embu das Artes, foi lembrado na sessão ordinária desta quarta-feira, dia 19. Também foram aprovadas indicações e moções de pesar.  

A vereadora Rosana Almeida relembrou que há alguns anos atras o grupo politico sofreu principalmente com o julgamento e apontamentos da Rede Globo. "Nos já somos isso na pele principalmente da Globo, e ontem tivemos a situação do deputado estadual Geraldo Cruz, que também teve seu mandato comprometido e também esteve na mídia novamente. E eu digo que todo mundo tem seu direito de defesa, mas isso sempre acontece com agente hoje estamos desse lado e amanhã do outro. Muitas vezes quem bate esquece mas quem apanha não esquece jamais, eu espero que ele consiga reverter essa situação", disse.  

Brevemente o vereador Ney Santos comentou o caso. "Eu também já passei por isso e a gente sabe que a Justiça está aí justamente para esclarecer os fatos. Eu particularmente não desejo para o pior inimigo, essa situação constrangedora, principalmente quando é escrachado na televisão, como está sendo o caso do deputado Geraldo Cruz mas que seja feita a Justiça", falou. 

O vereador Luiz do Depósito emendou a fala da vereadora Rosana Almeida e relembrou também o caso de anos anteriores e comparou ao caso do deputado. "É uma situação complicada porque, as vezes a politica na cabeça de alguns políticos para subir tem que ser nas costas do outro politico, então digo sempre para os pré candidatos que não deve mirar no outro que é ruim. Há muitos anos atras aconteceu esse incidente triste, que muitas famílias ficaram magoadas com a situação que era rotineira. E é a mesma situação hoje do deputado Geraldo Cruz, que foi um bom administrador mas hoje está pagando o preço. Sabemos que a propaganda é a alma do politico mas tem que entender que a legislação não autoriza", declarou.   

Em contrapartida, o vereador Julio Campanha alfinetou os vereadores do Partido dos Trabalhadores. "O senhor comentou com relação a partidos, partido A e partido B, que tem que defender ou não. Eu não posso defender porque é do meu partido. Eu acho que aqui se faz, aqui se paga. A Justiça tarda mas não falha. Mas temos que ver que tem algo de bom, se acontecer algo com o Geraldo e ele perder o mandato, acredito que o nosso vereador João Leite assume a cadeira de deputado também e continua conduzir os trabalhos", disse. 

Comentando a afirmação do vereador Julio Campanha, Doda Pinheiro falou com relação aos deputados estaduais. "O nosso prefeito de São Paulo, Fernando Haddad recentemente nomeou como secretário, o deputado estadual José Américo então não precisa, como o nobre vereador Julio disse para que o João Leite tenha o seu mandato, o Geraldo precisa perder. Não, é somente o Haddad nomear mais um deputado e assim acho que o João entra como suplente. E assim quem vai ganhar com isso é a nossa cidade que terá dois deputados estaduais na Assembleia de São Paulo", disse Doda Pinheiro.  

Em resposta, o vereador Gilson de Oliveira declarou de forma breve que quem erra deve pagar. "Uma coisa que eu não tenho é papa na língua, quem errou tem que pagar. O Julio falou que a Justiça tarda mas não falha mas eu gosto da Justiça de Deus ela não tarda e nem falha, faz as coisas na hora certa", falou.  

Já o vereador Doda Pinheiro defendeu o deputado Geraldo Cruz e analisou como o cúmulo do absurdo a cassação. "A maior grandeza de um homem não é aquilo que ele tem mas sim aquilo que ele é. Quando você comete algum erro, você precisa ter a sabedoria e a humildade de reconhecer o seu erro e fazer uma nova caminhada. Mas eu quero dizer que o Tribunal Regional Eleitoral cassar o mandato do deputado estadual, Geraldo Cruz por uma propaganda no veiculo de comunicação, que foi a Folha de Embu, no ano de 2014, ao meu ver é um absurdo porque o que infelizmente vemos na politica hoje são pessoas levando o dinheiro do povo, desviando recurso publico da saúde e educação e devem para Justiça muito e o Geraldo teve a cassação do seu mandato por fato de ter colocado a prestação de contas do seu mandato na Folha de Embu, o problema é que o TRE entendeu que isso aconteceu no ano eleitoral e julgou que ele estava se beneficiando do veiculo de comunicação", declarou.  

O vereador Edvânio Mendes finalizou lendo a nota de esclarecimento postada pelo deputado Geraldo Cruz. "Essa nota ele coloca que não tem toda essa questão que estão polemizando aqui. O Geraldo tem quase 30 anos inabaláveis de vida pública trabalhando com seriedade, procurando fazer o máximo como deputado. O Geraldo como prefeito dessa cidade fez o dever de casa por dois mandatos. Essa nota esclarece ao povo que não tem nenhuma denúncia de corrupção, pelo contrário simplesmente uma questão de matéria colocada no jornal, e aí houve um erro da sua assessoria", encerrou. 

joaquim roberto pereira

Será que a única coisa que a câmara de Embu sabe fazer é moções de pesar? Pouco se vota leis para melhorar a cidade. É preciso trabalhar mais para o povo e menos para autoridades e celebridades. Obrigado.

21/07/2017

Novos funcionários efetivos assumem cargos na Câmara Municipal

A Câmara Municipal de Taboão da Serra deu posse nesta sexta-feira, dia 21, para os novos...

21/07/2017

Vereador Eduardo Nóbrega defende aumento de efetivo da PM em Taboão da Serra

A questão da segurança irá voltar a pauta da Câmara Municipal de Taboão da Serra. O vereador...

14/07/2017

Câmara de Taboão permanece com atendimento ao público durante o recesso

A Câmara Municipal de Taboão da Serra entrou em recesso parlamentar no início de julho e neste...

12/07/2017

MPT pede veto e não descarta entrar com ação contra reforma trabalhista

O Ministério Público do Trabalho (MPT) encaminhou ao presidente Michel Temer, nesta quarta-feira...

07/07/2017

Deputada Analice assume presidência da Assembleia e recebe delegação da Baviera

A deputada estadual Analice Fernandes assumiu interinamente a presidência da Assembleia...

07/07/2017

Assembleia aprova proposta de Alckmin que reduz valores de multa e juros de ICM

Na tarde desta quarta-feira, 05 de julho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o...

05/07/2017

Tribunal de Contas reunirá prefeitos de Taboão, Embu, Itapecerica e região

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) realiza em Suzano, na próxima quinta-feira...

05/07/2017

Assembleia aprova proposta de Alckmin que reduz valores de multa e juros de ICMS

Na tarde desta quarta-feira, 5 de julho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o Projeto...

04/07/2017

Vereadora Érica Franquini comemora o sucesso da 1ª audiência pública

Na quinta-feira, 29, a comissão de Segurança da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou a...

04/07/2017

Prefeito Jorge Costa fala sobre projetos de Itapecerica

Reeleito pela quarta vez para administrar a prefeitura de Itapecerica da Serra, o prefeito Jorge...

23/07/2017

Agência do BB de Taboão é acusada de manter funcionários em condições insalubres

O Sindicato interrompeu as atividades em uma agência do Banco do Brasil no centro de Taboão da...

23/07/2017

Concurso de diretores teve mais de 44 mil candidatos inscritos na região

A Secretaria da Educação registrou 44.322 inscritos no concurso público de diretores de escola...

23/07/2017

Empresário de Taboão está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo

O empresário e morador de Taboão da Serra conhecido como Fábio Mario Martins, da Fator Veículos,...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.