Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Denúncia de falta de seringa na UPA esquenta debate na Câmara de Taboão da Serra

Por Amanda Marques | 19/08/2015

IMG_6135

Cynthia Gonçalves

A denúncia de falta e reuso de seringa feita pela reportagem da Record na Unidade de Pronto Atendimento, UPA, de Taboão da Serra foi debatida durante horas na sessão desta terça-feira, 18, da Câmara Municipal. Os vereadores pediram a apuração do crime, disseram que a suposta funcionária que tornou o fato público cometeu crime caso tenha reutilizado seringas e pediram posicionamento do Conselho Regional de Enfermagem. O debate ocorreu após um novo pedido de afastamento do prefeito Fernando Fernandes dessa vez sob o argumento de haver caixa dois na saúde. O tema pouco repercutiu em razão da denúncia veiculada na TV Record. A vereadora Érica Franquini chegou a ler o juramento que os enfermeiros fazem e apresentar os modelos de seringas utilizadas na UPA para descredenciar a denúncia. O vereador Moreira disse que a grande imprensa veio desmascarar a saúde em Taboão.  O vereador Luiz Lune se calou sobre o tema deixando todos com uma grande interrogação no ar. Os vereadores pediram investigação sobre o crime denunciado e providencias ao Coren.
Na tumultuada sessão os vereadores aprovaram  quatro projetos constantes na pauta. A vereadora Érica Franquini apresentou projeto determinando que o idoso tenha atendimento preferencial no serviço de saúde ambulatorial, nas consultas de clinica médica e especialidades, exames laboratoriais e exames de imagem e procedimentos médicos da rede municipal. O vereador Ronaldo Onishi apresentou proposição para instituir o Programa de Incentivo à Leitura em Taboão da Serra. Já a proposta do vereador Eduardo Nóbrega visa criar no calendário oficial de eventos do Município, o dia da conscientização da hipercolesterolemia familiar. Marcos Paulo de Oliveira apresentou um projeto concedendo um título de cidadão taboanense ao Pastor José Wellington Costa Júnior.

“Onde há fumaça há fogo. Temos que investigar. A SPDM veio para Taboão com a promessa de melhorar a saúde e isso não aconteceu. Existem muitas denúncias e precisam ser apuradas. Está ocorrendo uma sucessão de erros graves na saúde e precisamos estar atentos a isso”, declarou Moreira, acrescentando que não iria tratar da denúncia para não criar pânico na cidade. 

Eduardo Nóbrega afirmou que a matéria exibida pela rede Record é falsa e o que o âncora do jornal não possui responsabilidade alguma. Responsabilidade esta, que foi palavra de ordem durante a sessão. Voltaram a reafirmar sobre a posição do vereador Luiz Lune, na última comissão de saúde realizada na semana passada, onde Lune, opositor ferrenho do governo elogiou a saúde de Taboão e também os trabalhos desenvolvidos pela Secretária de Saúde, Raquel Zaicaner. Luiz Lune, não se manifestou na sessão.

Ronaldo Onishi e Marco Porta afirmaram que a questão da reutilização de seringas, exibida pela emissora é totalmente falsa. A vereadora Érica Franquini discursou de modo imponente dizendo que não há a menor possibilidade de ter acontecido algo assim, ela levou à tribuna os modelos de seringas utilizados pela rede pública de saúde. Segundo ela, todas as seringas possuem um dispositivo de segurança, como um espécie de trava, o que impede o reuso uma vez que é disparado. 

Érica, enfermeira por formação,  pronunciou o juramento da enfermagem e afirmou com toda certeza que suas companheiras de categoria não fariam isso de modo algum, pois elas seguem os princípios jurados na profissão. Criticou a postura da suposta enfermeira e disse que nesse caso, se realmente fosse verdade, deveria haver uma denúncia no COREN e não na mídia. 

E não parou por ai, a vereadora e segunda secretária da Câmara ressaltou que a imprensa fala muitas inverdades, lembrando-se inclusive de um caso anterior a esse, onde de acordo com ela, a emissora Globo divulgou um caso relacionado à saúde pública sem averiguar, o que seria, portanto, desmentido posteriormente. “Eu sei que não está cem por cento a saúde pública, precisa melhorar, no Brasil inteiro precisa melhorar, mas agora ‘chegar’ um jornal irresponsável e dizer uma mentira, uma inverdade dessa e eu, como vereadora aqui de Taboão da Serra, como enfermeira me calar? Eu não vou me calar não”, desabafou.

O presidente da Câmara, José Aparecido Alves, o Cido disse que um caso dessa gravidade, caso ocorrido, deveria ter sido imediatamente retratado as autoridades competentes pela enfermeira denunciante. Cido lembrou que o compromisso maior do profissional de saúde é com a vida. “Se ela reutilizou seringa cometeu crime. Tem que ser responsabilizada e apontar os outros culpados. O Coren tinha que ser informado e tomar as medidas devidas”, disse o presidente. 

Luzia Aprígio subiu a tribuna colocando de maneira discreta e sem muita certeza, que o tratamento que recebera durante visita a Secretaria de Saúde não foi dos melhores, ou minimamente foi isso que transpareceu. A vereadora completou dizendo que quem importa é o povo e que se ela foi tratada “daquele modo”, imagina a população, em determinado momento se referindo a Secretária de Saúde, Raquel Zaicaner como “Princesinha”. Érica rebateu dizendo que Luzia deveria ter feito a crítica durante a comissão de saúde, na frente de todos, inclusive de Raquel. 

Em entrevista exclusiva ao Jornal Na Net, o diretor do Hospital Geral de Pirajussara e membro da SPDM, doutor Jorge Salomão afirmou que a denúncia não era verdadeira, além de considerar um absurdo a abordagem feita pelos jornalistas responsáveis. “O que a suposta técnica e de uma forma covarde falou, foi para fazer economia, o que todo mundo deve fazer em tempos de crise, quem falou em reaproveitamento foi o jornalista da Record e já percebeu a burrada que fez”, comentou. 

Joice Silva disse não acreditar que a suposta enfermeira tenha passado informações de reutilização para os jornalistas e que caso ela tenha feito, deve responder criminalmente e perder o Coren. A vereadora emendou solicitando aos membros da casa que votassem um ato de repúdio ao jornalista da Record, justificando que toda a situação caracterizava uma motivação política, para prejudicar a saúde da cidade. Em várias vezes os vereadores ilustraram a situação de desespero da população mediante ao fato e disseram que as redes sociais estavam praticamente impossíveis de se controlar devido às queixas da comunidade. 

Marcos Paulo, o Paulinho falou durante seu discurso que as denúncias da enfermeira são vazias, que o vídeo não prova nada, compartilhando do voto de repúdio ao jornalista. “E falaria isso com a emissora aqui me filmando, se na semana que vem a Rede Record estiver aqui filmando, este mesmo vereador sobe aqui, põe a cara e vou rechaçar esse repórter”, declarou Paulinho. 

Ronaldo Onishi, vereador pelo Solidariedade, usou o restante do tempo de Paulinho na tribuna para afirmar que o Governo Federal não faz o repasse adequado para a UPA, que muitos dos problemas enfrentados hoje, são decorrentes da falta de apoio financeiro. “Saúde não se resolve com discurso, se resolve com recurso. Recurso esse que o Governo Federal não repassa pra UPA, repassa apenas 50% do que foi pactuado”, ressaltou. 

O vereador Eduardo Nóbrega, solicitou à oposição que votassem não ao recebimento da denúncia sobre a falta de seringas na UPA, o que não funcionou, pois os vereadores Moreira, Luzia Aprígio e Luiz Lune votaram a favor e mesmo assim com o total de 10x3, a denúncia foi rejeitada pela Câmara. Nóbrega anunciou que outras possíveis e futuras denúncias sobre saúde não vão ser recebidas, embora aceite as críticas da oposição. Segundo ele, esse é o único método utilizado para prejudicar a atual gestão do Prefeito Fernando Fernandes. 

No fim da sessão, foram aprovados por unanimidade quatro projetos de lei, sendo eles: projeto de incentivo à leitura (Onishi), divulgação do dia da doença de hipercolesterolemia (Eduardo Nóbrega), homenagem ao Pastor Wellington (Paulinho) e atendimento preferencial para idosos em postos de saúde (Érica Franquini). 

O vereador André da Sorriso utilizou da palavra para trazer a tona a questão da instalação de CPI contra o ex-vereador José Aprígio, solicitando que todos fossem até o fim para a investigação dos fatos. Três assinaturas já foram coletadas, a de Eduardo Lopes, André da Sorriso e Marco Porta.

Thiago

Do jeito que anda a saúde no Taboão, obra do psi sendo paralisada, falta de pagamento de recursos pela prefeitura as OSS, deve ter algo muito forte por trás disso.

Gomes

Essa seringa com trava jamais foi utilizada na rede do município, somente apareceu misteriosamente agora. A verdade é que a rede de saúde da cidade tem a falta de vários itens e materiais, inclusive seringas.

23/06/2017

Vereadores de Itapecerica pedem criação de 3º Companhia da PM

A segurança pública vem sendo tema frequente durante as sessões na Câmara Municipal de...

23/06/2017

Deputada Analice busca recurso para projeto Cultural

O prefeito Fernando Fernandes planeja colocar em funcionamento um Centro Cultural, que atenda...

23/06/2017

Analice busca solução para problema de transporte entre Embu e Itapecerica

Prefeitos e vereadores de Embu-Guaçu e de Itapecerica da Serra se uniram à deputada Analice...

23/06/2017

Alckmin participa de mutirão para migração de rádios AM para FM

O governador Geraldo Alckmin participou nesta sexta-feira, 23, junto ao ministro da Ciência,...

20/06/2017

Vereadores de Taboão da Serra aprovam LDO em 1ª votação em sessão movimentada

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram em primeira votação nesta terça-feira, 20, a Lei de...

19/06/2017

Comissão de Finanças da Câmara de Taboão discute LDO 2018

A Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na...

18/06/2017

Câmara de Taboão realiza ato “Fora Temer e a favor das Diretas Já”

Na última quarta-feira (14), foi realizada na Câmara de Taboão da Serra, uma plenária a favor...

16/06/2017

Câmara de Taboão faz Campanha do Agasalho para doar ao Centro POP

O frio chegou com força nas últimas semanas e deve continuar intenso pelos próximos meses. Para...

13/06/2017

Taboão da Serra terá plenária pelas Diretas Já nesta quarta-feira 14

Na próxima quarta-feira (14), várias organizações sociais irão realizar na Câmara Municipal de...

13/06/2017

Municípios paulistas recebem R$ 443 milhões em repasses de ICMS

O governo do Estado de São Paulo deposita nesta terça-feira, 13/6, R$ 443,11 milhões em repasses...

23/06/2017

Vereadores de Itapecerica pedem criação de 3º Companhia da PM

A segurança pública vem sendo tema frequente durante as sessões na Câmara Municipal de...

23/06/2017

Inverno chegou, vai fazer frio, mas temperaturas estarão na média

E o frio chegou, o inverno começou as 01h24 desta quarta-feira (21), para quem gosta de frio já...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.