Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Descarte de entulho é crime ambiental mais comum em Taboão, Embu e Itapecerica

Por Amanda Marques | 17/08/2015

dp_embu

Genildo Rocha

O descarte de entulho é uma das práticas ilegais mais executadas em  Itapecerica da Serra, Embu das Artes, Taboão, São Lourenço e Juquitiba.  Embora seja considerado crime ambiental, registros da Delegacia de Meio Ambiente da região apontam que o problema é preocupante, e é alvo de denuncias quase diárias. A Delegacia do Meio Ambiente está localizada dentro do 1º Distrito Policial de Embu e atende ocorrência de todas as cidades, inclusive as de maus tratos contra animais. A delegacia tem diversas investigações em curso sobre a prática de descarte de entulho dezenas dele se referem a Itapecerica e Embu. Em Taboão a legislação municipal fixa multas pesadas para quem é pego praticando o crime.

Segundo o Delegado Titular da Delegacia de Investigações sobre Infrações contra o Meio Ambiente, Fernando Shimidt de Paula, a repreensão dessas atividades está sendo realizada de maneira ampla pelos órgãos ambientais, contando com a ajuda da Polícia Civil, responsável pela investigação desses casos, as Secretarias Municipais de Meio Ambiente, além das denúncias em sua maioria, feitas pela população.

De acordo com o Delegado Fernando, quem descarta entulho em área de preservação permanente, pratica crime ambiental previsto no artigo 54 da Lei 9605 de 1998, que tem como objetivo defender essas áreas, para que nenhuma intervenção cause danos à saúde humana, mortandade de animaisou a destruição significativa da flora. Com exceção de Taboão da Serra, todas as outras 5 cidades atendidas pela Delegacia são consideradas áreas de proteção ambiental.

O descumprimento dessa ordem tem pena prevista de um a cinco anos de reclusão, o que não intimida pessoas que ainda cometem esse erro. A prática do descarte inadequado cresceu em Taboão e no país,conforme conta o Delegado Fernando, que não teve autorização para divulgar esse índice, mas afirma que o problema existe. 

Há exceções, Fernando relata que hoje, também pela divulgação dos problemas ambientais recorrentes, o aquecimento global e as intervenções de atividades sustentáveis, alguns moradores da cidade, colaboramde maneira efetiva com as denúncias, o que aprimora o trabalho da Polícia Ambiental e consequentemente, preservam nossos mananciais. 

O Delegado completa, dizendo que a população faz parte dessa sinergia e precisa continuar fazendo, por meio do Disque Denúncia (181).
As consequências dessas atuações, relacionadas à poluição de áreas preservadas, prejudica em todos os níveis a nós mesmos, por esse motivo, Fernando comenta que todos têm o dever de preservar e defender o meio ambiente, “Por isso, o uso dos meios naturais devem ser pautados pela prudência, visando o desenvolvimento sustentável, sem prejudicar a saúde e bem-estar da população”, finaliza.

Com relação aos maus tratos em animais 

De acordo com o Delegado de Meio Ambiente, Fernando Shimidt, o número de denúncias atreladas a maus tratos de animais é alto,e acontecem por meio de contato telefônico, cartas anônimas e inclusive, pessoalmente, quando o cidadão faz questão de estar presente para denunciar.

Ele afirma que as equipes estão preparadas para atender os casos rapidamente e que há um planejamento neste tipo de dirigência, o que faz com que todas as denúncias sejam investigadas. Os responsáveis são apontados ao Ministério Público e ao Poder Judiciário, para início de um processo judicial. 

Fernando ressalta que a maioria das denúncias são verdadeiras, mas outras nem tanto e que mesmo assim, as pessoas são orientadas a cuidarem bem de seus animais, “O que está surtindo um efeito muito positivo em nossa região”, comenta. 

Nos casos de resgate de animais em situação de maus tratos, o Delegado afirma que eles são recolhidos pelo Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura Municipal ou encaminhados ao Parque Ecológico do Tietê, na Capital, para que sejam tratados e tenham um ambiente adequado. 

A ressocialização desses animais é feita por meio de adoção,o Centro de Controle de Zoonoses desenvolve políticas públicas, que resgatam esses animais e os levam para novos lares, onde são tratados com amor e carinho.

Serviço:

As denúncias podem ser feitas:
Delegacia do Meio Ambiente de Taboão daSerra - Rua Marcelino Pinto Teixeira, 56-A, Embu das Artes.
Telefone: (11) 4704-7075
Polícia Militar – 190
Disque Denúncia - 181

19/04/2018

Moradores comemoram reforma de Praça em Taboão da Serra

Os moradores do Jardim Beatriz, em Taboão da Serra, estão comemorando a reforma e instalação de...

18/04/2018

Fórum São Paulo premiou Promotores do Desenvolvimento eleitos em votação direta

Com a presença de várias autoridades e homenageados, o Fórum São Paulo e o Grupo Organizado de...

12/04/2018

Adolescente de Taboão está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo

O estudante Luiz Gustavo de Oliveira Vieira, de 14 anos, está desaparecido desde a segunda-feira...

12/04/2018

Moradores reclamam de barulho e música alta em bairro de Taboão

Há cerca de um ano, os moradores do bairro Jacarandá, em Taboão da Serra, vem sofrendo com o...

05/04/2018

Governo de São Paulo vai contratar 800 escrivães e 600 investigadores

As inscrições para o concurso que vai selecionar 800 escrivães e 600 investigadores começam às...

05/04/2018

OAB Taboão lança 3ª edição de revista impressa nesta quinta (5)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção Taboão da Serra, lança nesta quinta-feira (05) a...

04/04/2018

Concurso do TRT da 2ª Região vai oferecer vagas em Taboão, Embu e Itapecerica

O Tribunal Regional da 2ª Região, São Paulo, vai abrir novo concurso público autorizado para o...

04/04/2018

Procon de Itapecerica da Serra divulga os números do Mês do Consumidor

O Procon de Itapecerica da Serra informa que efetuou 3751 atendimentos durante as ações...

31/03/2018

Embu lidera ranking de estupros e Taboão sai na frente nos casos de roubo

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) mostram que a cidade...

25/03/2018

 Moradores de Itapecerica pedem justiça para adolescente de 14 anos assassinada

Em clima de absoluta comoção familiares, amigos,vizinhos e colegas de escola da adolescente de...

23/04/2018

Prefeito Fernando firma parceria com MP para implantação da Patrulha Guardiã

O prefeito Fernando Fernandes assinou na quinta-feira (3), o Termo de Cooperação com o...

23/04/2018

SAMU promove curso de primeiros socorros na Escola do Legislativo de Taboão

A Escola do Legislativo de Taboão da Serra recebeu no dia 19, no plenário da Câmara, a equipe do...

23/04/2018

Coletivo Itapecericano das Artes realizou o 1º Sarau Sem Nome

O coletivo Itapecericano das Artes  realizou no dia último 14 o 1º Sarau Sem Nome em Itapecerica...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.