Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Lune elogia atuação do governo de FF na saúde e diz que serviço é o melhor da região

Por Sandra Pereira | 14/08/2015

saude_2

Cynthia GonçalvesDiscurso do vereador que faz oposição ferrenha ao governo na saúde caiu como uma bomba na audiência pública, situação se surpreendeu com atitude do vereador

O discurso elogioso do vereador Luiz Lune, do Pc do B, ao atendimento de saúde na rede municipal de Taboão da Serra marcou a audiência pública de prestação de contas do 1º quadrimestre de 2015, ocorrida nesta sexta-feira, 14, na Câmara Municipal. Luiz Lune é membro da comissão e iniciou sua fala agradecendo a deputada Analice Fernandes, pelos investimentos que trouxe para a cidade, a exemplo do Poupatempo e ao prefeito Fernando Fernandes pelo atendimento prestado à população na área de saúde. Ele disse ser difícil investir na saúde em função dos poucos recursos que se dispõe. Avaliou que a cidade tem o melhor serviço de saúde da região, está no caminho certo e emendou que as críticas feitas ao prefeito não são merecidas já que o mesmo não manda nenhum profissional atender mal a população. Nem mesmo a fala dos vereadores da situação presentes no plenário foi tão positiva para o governo. Ninguém esperava ouvir de Lune um discurso desse tom já que ele é crítico ferrenho da saúde municipal de Taboão da Serra. O vereador falou após apresentação de dados de atendimento na rede municipal feita pela secretária de Saúde Drª Raquel Zaicanner.

 “Nos chama atenção os atendimentos. A gente sabe como difícil é cuidar da saúde com os poucos recursos que se dispõe. Não se tem uma saúde 100%, mas como disse a saúde de Taboão melhorou. É uma das melhores da região. Estamos no caminho certo e torço para que continue. Questionei um pouco os números da odonto porque é preciso investir mais em prevenção, já que é uma questão de autoestima e saúde. Quero colocar também a questão do falso médico. É preciso ter mais cuidado na contratação já que é um profissional que vai cuidar da vida das outras. Mas acho que quando um chefe contrata um profissional, quando o prefeito contrata um médico ele nunca vai mandar esse funcionário atender mal. Às vezes a gente vê no São Judas alguém criticando o prefeito por isso, mas não é isso que acontece. Agora também tem que tomar cuidado com a contratação desses diretores. Porque a gente vê tantos profissionais atendendo as pessoas com empenho, mas falta gestão. Acho que não adianta ficar só reclamando temos que ajudar”, declarou o vereador.

Também em tom mais ameno do que costuma adotar na tribuna da Câmara, durante as sessões, o vereador Moreira pediu algumas explicações e elogiou a atuação da secretaria Raquel Zaicanner. Aos representantes da Sociedade Paulista de Medicina questionou protocolos de atendimento, mas não usou a saúde para bater no governo. Ele questionou os cuidados que a SPDM para contratar médicos a fim de evitar situações como a do falso médico que atendeu em Taboão e outras sete cidade paulistas. O falso médico foi tratado por todos os presentes como criminoso.

O prefeito Fernando Fernandes disse a reportagem do Jornal na Net que atitude de Lune ao reconhecer os investimentos feitos por seu governo na saúde foi responsável e bonita. Fernandes avaliou que o vereador da oposição se mostrou grande ao reconhecer os avanços na área da saúde em relação ao governo passado. Aparentemente feliz o prefeito disse que ainda tem muito a ser feito, como a inauguração das novas UBSs.

“É impossível não reconhecer os avanços que o nosso governo registrou em relação ao passado. Reconstruir é muito mais difícil que construir. O Lune foi muito correto ao admitir que estamos trabalhando muito para melhorar a saúde. Temos várias unidades de saúde em construção, finalizamos entregamos e estamos mantendo a UPA com recursos próprios, reformamos a maternidade do Antena, contratamos mais médicos e a gestão foi totalmente modificada. Os números comprovam essas melhorias e é justo que a oposição reconheça isso”, disse o prefeito Fernando Fernandes.

 Para a secretária Raquel Zaicanner o governo avançou muito nesses dois anos e meio de gestão na área da saúde. “Ainda falta muito. E nós somos pretensiosos. A gente quer mais. Agradeço ao Lune e ao Moreira e lembro que saúde não tem bandeira, não tem gênero, não tem cor, não tem nada. Assistimos aqui hoje a um pacto municipal pela saúde. Um compromisso celebrado entre a  população, servidores, gestores e vereadores por um pacto em favor da nossa saúde municipal”, afirmou.

 A fala do vereador Luiz Lune reforçou as palavras da presidente da Comissão de Saúde da Câmara, vereadora Joice Silva, que já havia dito que  “a saúde de Taboão é a melhor da região". "Ainda temos muito o que melhorar. Mas temos o melhor serviço da região. Não tenho medo de afirmar isso. Prova disso é que muitos munícipes de outras cidades usam os nossos serviços. Sabemos o esforço do nosso prefeito em melhorar a saúde na nossa cidade”, afirmou. 

A presidente disse que a audiência atendeu seus objetivos já que os vereadores da situação e oposição tiveram a oportunidade de apresentar suas dúvidas, observações e demandas. “Temos que mostrar a realidade, vendo o que é bom e o que é ruim, mas não torcendo pelo pior. Devemos trabalhar para que haja melhorias. Como vereadora visito os serviços e faço a minha parte. Não tenho medo de voltar a dizer nossa saúde é a melhor da região sim. Isso foi dito hoje até pela oposição”, contou Joice Silva. 

O presidente da Câmara Municipal, vereador José Aparecido Alves, o Cido, disse que a  audiência deixa claro o grau de importância que essa Casa dá ao tema saúde. “Saímos de 55 médicos para 135, o que mostra o compromisso do nosso governo e a evolução na área. Tivemos uma pilantropia na nossa cidade, não podemos esquecer como era”, disse o presidente. 

De acordo com os dados apresentados pela secretaria de saúde Drª Raquel Zaicanner, 60% dos pacientes de Taboão são internados em Taboão. Desses 70% são levados para o Hospital Geraldo do Pirajuçara, 23% nas unidades mistas de saúde e 7% no pronto socorro infantil.

Secretaria falou do atendimento às vítimas de violência doméstica, seja contra mulheres, crianças e idosos. Casos de violência atendidos na rede foram 87 casos e de vacinação antirrábica mais de 100 casos. 703 casos de dengue sendo 546 confirmados. 

Participaram da audiência a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Laura Favero, o de Governo, pastor Cândido, vários integrantes da alta cúpula da Sociedade Paulista de Medicina entre eles Jorge Salomão e  os vereadores Marco Porta, Eduardo Lopes, Eduardo Nóbrega, Ronaldo Onishi, Cido, Luiz Lune, Érica Franquini e Joice Silva.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.