Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Criadouros da dengue duram até um ano, alerta Zoonoses de Taboão da Serra

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 6/08/2015

criadoro

Ricardo VazAplicação do fumacê é um dos aliados no combate a proliferação do mosquito da Dengue em Taboão da Serra 

Com a chegada do inverno, os casos de dengue zeraram em Taboão da Serra. A temperatura baixa inibe a proliferação do mosquito Aedes Aegipty, transmissor da doença. 

Ainda assim, Agentes da Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Zoonoses de Taboão, continuam realizando ações para conscientizar os moradores sobre a importância de se combater esse mal durante o ano inteiro. 

A secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner, faz um alerta para o fato de poucos saberem que os ovos depositados pela fêmea do mosquito podem permanecer durante 12 meses. “Esses ovos ficam na parede de recipientes como pratos de plantas, pneus e caixas d´água. Para prevenção, é fundamental que se armazene água apenas em recipientes fechados, mesmo na época em que não ocorre a propagação do inseto”, comentou.  

Para garantir que o município permaneça livre dos criadouros do Aedes Aegipty, a prefeitura realiza nas ruas do município a aplicação do fumacê, que é uma nebulização de inseticida que mata os mosquitos, além de orientar a população com material institucional.

O coordenador da Vigilância Epidemiológica, Dr. Milton Parron, lembrou ainda que, “começar o combate à doença dentro das residências garante que os mosquitos não se espalhem pela cidade quando a temperatura voltar a subir”. 

Disque Dengue

A Prefeitura também criou o “Disque Dengue: (11) 4788-5609”, canal relacionado à Ouvidoria. Nele, os moradores podem fazer denúncias, esclarecer dúvidas, obter informações sobre o combate à doença ou solicitar a visita do Centro de Controle de Zoonoses. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
Sintomas
Os principais sintomas da dengue são: febre alta, dores de cabeça, nas articulações, na musculatura e no fundo dos olhos. Cansaço, náuseas, vômitos e manchas vermelhas pelo corpo também podem ser indícios de dengue. Em caso de suspeita da doença, os moradores devem procurar o posto de saúde mais próximo e ingerir bastante líquido, especialmente água e soro caseiro. É importante não se automedicar.

03/10/2018

Piquenique da inclusão acontece pela 1º vez em Embu

30/09/2018

Taboão conquista mais um prêmio no combate à tuberculose

 

As ações realizadas pela Secretaria de Sa

21/09/2018

Taboão da Serra atinge meta de vacinação contra Poliomielite e Sarampo

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra divulgou o balanço final da Campanha de vacinação...

19/09/2018

Segundo IBGE, ¼ dos municípios brasileiros não tem política de gestão saneamento

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e...

14/09/2018

Agosto Dourado foi marcado por ações de orientações sobre amamentação

O Agosto Dourado foi fundado em 1991 pela Aliança Mundial de Ação pró-amamentação. Desde então o...

10/09/2018

Osasco e região promove a II Jornada Ostomia dia 22 de setembro

A cidade de Osasco e região realizará, no dia 22 de setembro, das 09h às 13h, a II Jornada Sobre...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.