Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Taboão comemora Dia Mundial da Luta Contra a Hepatite

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 29/07/2015

hepatite

Vagner HernandezTeste de Hepatite C é realizado em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Clinica de DST/AIDS de Taboão da Serra 

No dia 28 de julho foi comemorado o Dia Mundial da Luta Contra a Hepatite. A hepatite é uma doença grave e silenciosa que ataca o fígado e pode em sua fase avançada provocar cirrose, câncer e lesões no fígado, apontando para a necessidade de transplante. 

Desde 2005, a clínica de DST e Hepatites Virais vem realizando diversos tratamentos para estes casos em Taboão da Serra. Atualmente, 36 pacientes estão em fase de receber alta do tratamento.

“Para a detecção da doença, são disponibilizados diagnósticos em todas as Unidades de Básicas de Saúde do município, e também na própria clínica, que realiza exames das 7h às 15h”, comentou a secretária de Saúde, Dra. Raquel Zaicaner. 

O tratamento se inicia depois da análise de exames em consulta médica onde será planejado o tratamento. “O tratamento pode durar de três meses (com o advento de novas drogas) há dois anos, com mais cinco anos de acompanhamento, em visitas anuais dos pacientes”, explicou o gerente da clínica DST e Hepatites Virais de Taboão, Dr. Ricardo Moraes.  

A Coordenadora do Programa de AIDS e Hepatites Virais, Dra. Iris Bandeira, segue de perto todos estes pacientes e comenta sobre o novo tratamento para a Hepatite C viabilizado pelo Ministério da Saúde. “Esse tratamento propõe uma forma menos sofrida, mais rápida e cujas respostas favoráveis demonstradas pelos estudos indicam um percentual de 98 % de resposta virológica sustentável, resultando na cura”, disse a coordenadora.  

“Temos cerca de 50 pacientes aguardando esse novo tratamento e tanto eles quanto nossa equipe de profissionais da Clinica DST e Hepatites Virais estão otimistas com os resultados que iremos obter”, acrescentou Dra. Iris Bandeira.

Hepatites B e C

A transmissão das hepatites B e C podem ser sanguíneas, através de relações sexuais sem uso de preservativo com uma pessoa portadora do vírus, ou com objetos perfuro-cortantes contaminadas, tais como alicates de unhas, agulhas, ou lâminas, e também pode ocorrer durante a gravidez e a amamentação. 

Para o diagnóstico de tais doenças, o mais recomendável é realizar exames de rotina solicitados em consulta médica regularmente para a detecção, por não haver sintomas comuns específicos da hepatite, já que estes podem se confundir com outras doenças. 

Serviço
Clínica DST e Hepatites Virais
Endereço: Rua Pedro Borba, N° 259, Jardim Maria Rosa
Telefone: 4135 3556

03/10/2018

Piquenique da inclusão acontece pela 1º vez em Embu

30/09/2018

Taboão conquista mais um prêmio no combate à tuberculose

 

As ações realizadas pela Secretaria de Sa

21/09/2018

Taboão da Serra atinge meta de vacinação contra Poliomielite e Sarampo

A Secretaria de Saúde de Taboão da Serra divulgou o balanço final da Campanha de vacinação...

19/09/2018

Segundo IBGE, ¼ dos municípios brasileiros não tem política de gestão saneamento

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e...

14/09/2018

Agosto Dourado foi marcado por ações de orientações sobre amamentação

O Agosto Dourado foi fundado em 1991 pela Aliança Mundial de Ação pró-amamentação. Desde então o...

10/09/2018

Osasco e região promove a II Jornada Ostomia dia 22 de setembro

A cidade de Osasco e região realizará, no dia 22 de setembro, das 09h às 13h, a II Jornada Sobre...

ingle

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.