Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Prefeito Fernando Fernandes investe em inovação tecnológica em Taboão

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 21/07/2015

visita

Divulgação

Inovação para colaborar com um mundo mais sustentável. Seguindo este conceito, a gestão do prefeito Fernando Fernandes, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, está promovendo e incentivando os alunos da Escola de Construção Civil, dos cursos de Eletricista e Pedreiro a desenvolverem novas tecnologias. 

Utilizando majoritariamente produtos reaproveitados, os participantes do curso de Eletricista, orientados pelo professor José Alberto Rodrigues, fizeram um painel solar com um custo bem inferior aos convencionais. Já os alunos de Pedreiro produziram tijolos ecológicos, com uma máquina também fabricada na própria escola. Vale lembrar que os projetos têm valor didático e experimental, e conta com a parceria da Ecoprojetos, que é representada por Nicolas Grande Stoppa. 

O prefeito Fernando Fernandes destacou a iniciativa. “É com muita satisfação que estamos apoiando a Escola de Construção Civil. Os alunos e o professor que estão desenvolvendo estes projetos merecem todo o nosso reconhecimento”, disse. 

“O objetivo da Prefeitura é o de oferecer cursos de excelência, para que forme os alunos dentro das perspectivas do mercado de trabalho. Além disso, estes projetos de captação de energia solar, e a fabricação de tijolos, que têm um custo mais barato, vêm a colaborar para um mundo mais sustentável”, destacou a secretária da pasta Laura Fávero. 

Para o aluno do curso de Eletricista, Saulo de Souza, de 48 anos, morador do Jardim América, a captação de energia solar é muito vantajosa. “Estar nesse curso é muito bom, pois estamos aprendendo a encontrar alternativas gratuitas de ter energia, como é o caso do painel solar que fizemos com material reaproveitado”, disse.  

Projeto de energia solar eletroled (painel solar) 

O sistema feito pelo professor José Alberto e pelos alunos utiliza leds (diodos emissores de luz) para compor o painel, um cabo e duas baterias, que podem ser de moto ou carro. O painel que capta a luz do sol fica estrategicamente colocado no teto do local. Para evitar que o led receba energia demais e que carregue exageradamente a bateria, foi desenvolvido um circuito eletrônico de filtro. Este sistema teve um custo 98% inferior ao convencional.

Projeto da máquina de tijolos e tijolo ecológico 

Segundo José Alberto, o tijolo ecológico é muito mais sustentável, pois não é queimado e não se usa madeira neste processo. Ele é feito com cimento, argila e água. Além disso, o tijolo é prensado numa máquina que foi feita com metais reaproveitados, e demora 28 dias para ser curado (prazo do término da reação química) e ficar pronto para o uso. Em termos de gasto, o professor ressaltou que a economia, com relação aos modelos vendidos no mercado, pode ser de até 95%.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.