Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Semana Municipal de Aleitamento Materno, de 1º a 7/8 em Embu das Artes

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 19/07/2015

amamentacao

Divulgação

No mês de agosto, a mulher trabalhadora receberá atenção especial em Embu das Artes. Ela é público-alvo da XIII Semana Municipal de Aleitamento Materno (SMAM), que ocorre de 1º a 7, com o tema “Amamentação e trabalho: para dar certo, o compromisso é de todos!” e que coincide com as semanas nacional e mundial, gerida pela Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (Ibfan), com representação no Brasil. Haverá, durante o mês, atividades nas Unidades Básicas de Saúde, dirigidas ao público em geral, especialmente a gestantes e mulheres que amamentam, e grande encontro no dia 13/7, no Centro Cultural Mestre Assis (largo 21 de Abril, 29), programado pela Secretaria Municipal de Saúde para servidores das suas unidades. 

A campanha pelo aleitamento tem como finalidade conscientizar a mulher trabalhadora da importância da amamentação exclusiva, de seis meses, e da continuada, até 2 anos, esta podendo ser feita com o recolhimento antecipado do leite materno, que precisa ser guardado na geladeira, depois aquecido e dado à criança na ausência da mãe. Todas as Unidade Básica de Saúde da cidade são Amigas do Peito e cerca de 80% do pessoal que trabalha no setor está capacitado para informar e auxiliar a mulher que já amamenta ou vai amamentar. O evento do dia 13 é para lembrar aos servidores que já sabem e treinar os que chegam para apoio, proteção e promoção do aleitamento materno. 

A mulher trabalhadora já foi tema da campanha de amamentação há 22 anos, sobre a iniciativa de um local de trabalho amigo das mães trabalhadoras, segundo uma das responsáveis pela Saúde da Criança, da Secretaria Municipal de Saúde, a pediatra Rita de Cássia Loureiro Xavier Kisukuri. A Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Saúde e do Grupo de Apoio e Incentivo à Prática da Amamentação (Gaipa) no município, terá equipes nas unidades de saúde durante a XIII Semana Municipal de Aleitamento Materno, nos sete primeiros dias do mês de agosto para palestras, encontros, atividades de cultura, lazer e atendimento.

Alimento padrão ouro 

A trabalhadora, com trabalho formal e informal, volta a ser destaque pelo mesmo fundamento de antes: garantir a amamentação e saúde da criança. “A Secretaria de Saúde realizará um evento no dia 13 de agosto no auditório do Centro Cultural Mestre Assis (largo 21 de Abril, 29), dirigido aos profissionais das diversas Unidades de Saúde, como forma de atualização, promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e à mulher trabalhadora, que não abre mão do seu direito de amamentar e alimentar o seu filho com o que há de melhor no mercado, o alimento padrão ouro, o leite materno”, informa Rita de Cássia. 

De acordo com a pediatra, há falta de conhecimento para lidar com o leite materno e algumas pessoas reclamam até do cheiro. Desconhecem, certamente, o real valor do produto eleito como o mais completo do mundo e que elegeu agosto com o Mês Dourado. A amamentação “vale ouro” realmente quanto à saúde dos pequenos, pois estatísticas mostram que o leite materno é o melhor alimento que um bebê pode receber nos seus primeiros anos de vida, sendo indicado até dois anos ou mais. Sua superioridade orgânica o torna o alimento mais completo para promover o crescimento e desenvolvimento infantil. Crianças amamentadas também estão mais protegidas contra doenças infecciosas. 

Objetivos da SMAM 2015

Muitos foram os avanços em 22 anos de ação global de apoio às mulheres para conciliarem a amamentação e o trabalho, particularmente com a aprovação da Convenção n.º 183 da Organização Internacional do Trabalho, relativa à revisão da convenção sobre a Proteção da Maternidade, com direitos sólidos à maternidade, e mais ações de países para melhorar as legislações e práticas nacionais, informa a Secretaria de Saúde. Eis os objetivos da Semana: 

1 - Promover o apoio multidimensional de todos os setores para possibilitar as mulheres em todos os lugares a trabalhar e continuar amamentando;
2 - Reforçar as ações dos empregadores para que os locais de trabalho se tornem amigos de família, pai, bebê e mãe, facilitando e apoiando ativamente as mulheres trabalhadoras para que continuem a amamentar;
3 - Informar as pessoas sobre os avanços mais recentes dos direitos de Proteção à Maternidade a nível mundial, e aumentar a conscientização sobre a necessidade de fortalecer a legislação nacional com sua implementação;
4 - Apresentar, facilitar e fortalecer práticas de apoio que possibilitem às mulheres que trabalham no setor informal a amamentar;

5 - Envolver e formar parceria com grupos-alvos específicos, por exemplo, os sindicatos, as organizações de proteção dos direitos do trabalhador e da mulher, grupos de mulheres e grupos de jovens, para proteger os direitos da amamentação das mulheres pelos locais de trabalho. 

“Em relação ao local de trabalho, também temos visto mais ações para criar Salas de Apoio à Amamentação ou espaços amigos da mulher que amamenta, incluindo premiação para empregadores amigos da mulher trabalhadora que amamenta, bem como uma maior conscientização em massa sobre os direitos da trabalhadora para amamentar. No entanto, depois de mais de duas décadas, o monitoramento global sobre o progresso da alimentação de lactentes e crianças de primeira infância mostra que esta quarta meta da Declaração de Innocenti (1991) é ainda a mais difícil de alcançar”.

Em agosto, adote o amarelo 

Durante o mês de agosto, vários pontos turísticos do mundo, já comprometidos com a ideia, serão iluminados pela cor dourada para energizar o mundo e incentivar o aleitamento materno. O gesto em favor da amamentação pode ser feito também em Embu das Artes e só depende da criatividade de quem deseja participar. 

Mais informações pelo telefone 4785-3501, Secretaria de Saúde.

17/08/2017

Clínica Médica oferece curso gratuito para gestante em Taboão da Serra

08/08/2017

Menos de 4% dos médicos denunciados aos conselhos perdem seus registros

O Conselho Federal de Medicina (CFM) foi criado em 1951, inicialmente com competência para fazer...

06/08/2017

Programa Fila Zero: Saúde de Embu das Artes no caminho certo

O Programa Fila Zero foi lançado em julho deste ano, por intermédio de um contrato assinado com...

31/07/2017

Dermatologista da Clínica São Bento dá dicas para manter a pele bonita

O inverno finalmente chegou para quem aprecia os dias de baixas temperaturas.  O que a maioria...

28/07/2017

Nova/sb faz campanha de combate às hepatites virais para Ministério da Saúde

Hoje, Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, o Ministério da Saúde começa a veicular...

26/07/2017

Unidades de saúde de Embu intensificam vacinas nesta semana

Até dia 28 de julho, seguindo determinação da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, as...

26/07/2017

Clínica São Bento e prefeitura de Embu fecham parceria para zerar filas de exame

 

Com o objetivo de diminuir o tempo de espera dos moradores para a realização de...

19/07/2017

Brasil terá fábrica de testes de zika e chikungunya

O laboratório alemão EUROIMMUN, líder mundial em diagnóstico autoimune e o único no Brasil a...

18/08/2017

Sexta-feira será fria e chuvosa em Taboão da Serra, Embu e Itapecerica

O tempo deve permanecer frio e chuvoso nesta sexta-feira, 18, em Taboão da Serra, Embu,...

18/08/2017

Itapecerica entrega Piscina Municipal, Academia de Musculação e Centro de Lutas

A Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Itapecerica da Serra entregou oficialmente à...

17/08/2017

Creche no Tereza foi roubada 8 vezes esse ano, até chuveiro foi roubado

Pela oitava vez consecutiva, somente esse ano, bandidos invadiram a creche municipal Maria...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.