Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Mais de 10 mil pessoas participam do 1º Dia Mundial do Rock na cidade

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 14/07/2015

raimundos

Everaldo Silva/PMETEA

O frio e a chuva não desanimaram os amantes do bom e velho rock n´ roll no 1º Dia Mundial do Rock em Embu das Artes, realizado dia 11/7 no Pq. Francisco Rizzo. A organização do evento estimou um público de 10 mil pessoas durante as apresentações das sete bandas participantes.   

Durante o dia, artistas da região como Os Ribeiras (Juquitiba), Virtude Impetuosa (Embu das Artes), Muqueta na Oreia (Embu das Artes), Monte Castelo (São Paulo), fizeram ótimos shows para esquentar a galera. Sergio Hinds (guitarrista da banda O Terço, iniciada em 1968) e a banda 3HD realizaram uma apresentação impecável com solos de guitarra e uma pitada de jazz. 

Após a apresentação do guitarrista, a massa gritava pelos Raimundos. Apresentados pelo deputado estadual e apoiador do evento, Geraldo Cruz, a banda subiu ao palco pontualmente às 19h15, tocando seus maiores sucessos: “Mulher de Fases”, “Nega Jurema”, “20 e poucos anos”, “Eu quero ver o oco” e “I saw you saying”, num show de quase duas horas para delírio dos fãs, como Melissa da Silva Demarchi, de 18 anos, e que estava em um grande show pela primeira vez: “Isso é muito legal! Estou adorando e acho que precisa de mais, precisa ter muitos shows como esse na cidade” 

A banda agradou a todos os públicos, incluindo o pessoal da velha guarda do rock, como o grupo que veio de Cotia para prestigiar o festival: “Adorei os shows, muita gente diversificada, não teve briga, adorei”, disse Carolina Silva. 

Lívea Junqueira veio de Goiânia para o show do Raimundos junto com o amigo “Tio Chico”, de São Bernardo do Campo: “O show estava sensacional, muito bem organizado, vim especialmente pelo show, adorei”, disse Lívea. 

“Estou curtindo muito a noite, acho que tem que ter mais vezes, o show dos Raimundos arrebentou”, afirmou Leandro Matias Gomes, morador de Taboão da Serra. 

Encerrado a noite com rock clássico e muito blues, a banda Made in Brazil, formada em 1967 pelos irmãos Celso "Kim" Vecchione  (guitarra e baixo) e  Oswaldo "Rock" Vecchione (vocal, baixo, guitarra e gaita), manteve a energia do público em alta, encerrando o festival em grande estilo: “Adorei o show, já toquei aqui, mas fiquei surpreso com a qualidade do som que nos foi apresentado, fora a platéia que deu um show a parte”, disse Oswaldo. 

O 1º Dia Mundial do Rock em Embu das Artes foi uma realização da Candeeiro Produções, com apoio da Associação Comitiva Esperança, em parceria com o sindicato dos Químicos de São Paulo, do gabinete do deputado estadual Geraldo Cruz, e a Prefeitura de Embu das Artes.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.