Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

AES Eletropaulo não cumpre promessa e moradores ficam sem luz em Embu das Artes

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 3/07/2015

luz

Divulgação - GoogleMoradores de Embu das Artes sofrem com queda de energia

A AES Eletropaulo ao inaugurar a nova Estação Transformadora de Distribuição (ETD) Esplanada, no dia 28 de maio prometeu acabar com o problema de falta de energia nos bairros de Embu das Artes e região. Porém na prática não é isso que vem acontecendo, isso porque os moradores continuam sofrendo com constantes quedas de energia e longos períodos sem luz. O Jornal na Net entrou em contato com a assessoria de imprensa da Eletropaulo mas até o momento não recebeu um posicionamento da empresa responsável.   

Na segunda-feira, dia 29, a Câmara Municipal que é vizinha da nova estação da Eletropaulo realizou o evento da frente parlamentar às escuras, e segundo informações do vereador Pedro Valdir apenas no momento do coffee break ao final do evento que a luz foi restabelecida. Na sessão extraordinária na quarta-feira, dia 01, o vereador ressaltou que vai buscar recursos para instalação de um gerador de energia para a Casa de Leis.  

Diversos moradores utilizaram da rede social facebook para expressar indignação ao serviço prestado pela AES Eletropaulo, que desde às 9h da manhã desta sexta-feira, dia 03,  apresenta instabilidade na energia oferecida aos munícipes de Embu das Artes. Os bairros do Jardim Presidente Kennedy, Jardim Santo Eduardo e Santa Emília ficaram por mais de 5 horas seguidas sem luz e em alguns casos quando retornou em poucos segundos teve nova queda de energia, deixando os moradores por mais 1h30 nas escuras.  

Vale ressaltar que as tarifas de energia elétrica nas residências devem sofrer novo reajuste a partir de sábado, dia 04, e deixaram as contas de luz em média 17,04% mais caras. Os consumidores de alta tensão, como as indústrias sofrem aumento de 11,73%. 

A subestação Esplanada, parte do Complexo Esplanada da AES Eletropaulo, foi energizada no final de 2014, e as obras acontecem no local desde 2013, de acordo com a assessoria de comunicação da concessionaria. Construída com a mais moderna tecnologia em equipamentos de potência e de automação e controle disponíveis no mercado, a subestação conta com 3 transformadores de 40 megawatts de potência, 12 circuitos de distribuição de energia com 80 km de extensão e com tecnologia Spacer Cable, sistema menos suscetível a intervenções externas, como o contato com galhos de árvore. Tudo isso será alimentado através de uma nova linha de transmissão em duplo circuito na tensão de 88 mil volts.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.