Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Projeto garante recolhimento de animais domésticos mortos em Taboão

Por Sandra Pereira | 2/07/2015

domesticos

DivulgaçãoProjeto diz que corpos de animais domésticos mortos devem ser recolhidos e levados ao CCZ para destinação correta

O que fazer quando seu animal de estimação morre? Além de lamentar a perda você tem de encarar o desafio de dar um destino digno ao seu amigo leal e companheiro. Enterrar o animal é um erro que traz prejuízos tanto para o ambiente como para a população. Em Taboão da Serra quem sofrer a dor de perder o animal doméstico agora terá ao menos o conforto de ter o corpo dele recolhido e levado para destinação apropriada.

Ao menos é isso que determina o projeto de lei de autoria do vereador Dr. Ronaldo Onishi, aprovado na Câmara de Taboão na última sessão antes do recesso. O projeto agora precisa ser sancionado pelo prefeito antes da sua implementação. A aprovação dele foi comemorada pelo vereador e ativistas da causa animal na cidade.  Atualmente os corpos dos animais mortos na cidade acabam sendo jogados no lixo comum.

“Hoje os animais mortos acabam sendo recolhidos como lixo comum. Essa é uma situação muito triste. Impossível não se comover ao ver quem trouxe tanta alegria e carinho não ter local apropriado para encaminhamento após a morte”, explicou Ronaldo Onishi, acrescentando que a iniciativa é inédita em São Paulo e nasceu a partir de conversas com ativistas e integrantes da ONG Focinhos de Taboão da Serra.

O projeto garante que o animal morto seja recolhido e levado para o Centro de Controle de Zoonoses onde os especialistas vão adotar as medidas técnicas e de segurança necessárias para a destinação correta do corpo dos animais domésticos. 

“Os animais doméstico são como integrantes das famílias. Só quem tem animais em casa entende essa relação e o sofrimento das pessoas que perdem animais de estimação e acabam tendo que descartá-los como lixo comum”, observou.

O vereador citou uma pesquisa do Instituto de Geociência da USP de 2008 revelou que a maioria dos animais mortos é enterrado pelos donos (cerca de 60%). Dos outros, 7% são colocados em sacos de lixo na calçada ou em caçambas, 20% são jogados na rua ou levados à prefeitura, e apenas 13% são entregues a uma clínica veterinária.




17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

17/10/2017

Seminário sobre desenvolvimento sustentável visa construir propostas no Conisud

Idealizado pelo mandato do deputado estadual Geraldo Cruz, da vereadora Rosângela Santos e com...

17/10/2017

Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas

Com dois dias de antecedência em relação ao calendário oficial, os correntistas da Caixa...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.