Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores aprovam projetos e sepultam novo pedido de afastamento do prefeito de Taboão

Por Sandra Pereira | 17/06/2015

camara

Cynthia Gonçalves

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na sessão desta terça-feira, 16, o projeto de Lei que permite a divulgação do Disque Denúncia 181 em todos os coletivos que circulam em Taboão da Serra. Eles também aprovaram a alteração da lei dos bolsões visando permitir a implantação de portões, cancelas e outros dispositivos que possam garantir a segurança desses locais. Anteriormente o Ministério Público havia determinado a abertura de todas as ruas fechadas da cidade. O projeto que previa a instalação de dispositivos de segurança nas agências bancárias de Taboão constava na pauta da votação e foi retirado para maior entendimento. 

Na mesma sessão os vereadores rejeitaram outro pedido de afastamento do prefeito Fernando Fernandes. Dessa vez o motivo do pedido foi o contrato da prefeitura com a Sociedade Paulista de Medicina SPDM. 

Na mesma sessão os vereadores aprovaram voto louvor a Associação Bunkyo pela realização do evento de recepção do cônsul geral do Japão que contou com a participação do vereador Ronaldo Onishi e uma moção de repúdio contra os atos praticados por ativistas na última edição da parada Gay. De autoria do vereador Eduardo Lopes a moção de repúdio foi comentada por vários vereadores e todos se mostraram favoráveis a proposta. 

“Essa Casa é republicana. Porém tudo tem limite. A parada gay nos envergonhou a todos. Os atos praticados lá foram absurdos”, disse o presidente da Câmara, vereador José Aparecido Alves, o Cido.
O presidente é autor da lei que garante a divulgação do Disque 181. Para ele a medida vai ajudar a popularizar o número e dessa forma incentivar a população a denunciar casos de maus tratos e desrespeito a direitos.  “Estive no Conselho Tutelar da nossa cidade e vi como é importante divulgar o Disque Denúncia. O projeto visa afixar essa informação em todos os ônibus da cidade. Com isso a população pode guardar o número, e de repente até evitar crimes. A ligação é gratuita e pessoa não precisa se identificar”, falou.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.