Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Comissão de Defesa do Consumidor discute má qualidade da prestação de serviços em Taboão

Por Sandra Pereira | 16/06/2015

consumidor_1

Audiência pública mostrou que concessionárias prestam serviço de má qualidade na cidade

A falta de luz constante nos diversos bairros de Taboão da Serra foi o tema central da 1ª audiência da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizada nesta segunda-feira, 15. Convocadas para dar respostas a  Eletropaulo e a Citeluz não compareceram. A Eletropaulo informou por meio de ofício que irá participar da próxima audiência agendada para o dia 13 agosto às 19 horas. Também sobraram queixas contra a Vivo, Comgás, Sabesp, Correios e bancos. O presidente da Comissão, vereador professor Moreira disse que vai ampliar a pauta de trabalho para questões públicas como saúde, instalação de radares e outros temas. 

“Na próxima audiência teremos a participação da Eletropaulo e da Citeluz até pra gente definir as competências e fazer as cobranças devidas. Um caso simples, como a poda das árvores, pode ser feita pela prefeitura, Eletropaulo e Citeluz. Então, não é possível haver tanta queda de luz por causa disso”, disse Moreira, acrescentando que a comissão vai atuar de maneira permanente em todos os segmentos. “A Comissão tem a prerrogativa de convocar as concessionárias e até os secretários de cada pasta. A comissão vai dar respostas ao povo. É pra isso que somos eleitos”, reforçou.

 O presidente da Câmara Municipal, vereador  José Aparecido Alves, o Cido criticou a inércia dos bancos no tocante à segurança dos usuários. Ele citou projeto de lei de sua autoria que está tramitando na Casa e prevê a implantação de vários dispositivos de segurança nas agências bancárias da cidade. Em relação a Eletropaulo o presidente relatou problemas como falta de luz, dificuldades na suspensão da rede de alta tensão e a quase  impossibilidade de remoção de postes. Ele leu ofício enviado pela Eletropaulo alegando que 48% dos casos de falta de luz são decorrentes da falta de podas das árvores.

“A cidade está dando exemplo. Essa comissão vai mostrar aos municípios que somos uma cidade onde existe lei e ela precisa ser respeitada. Se as concessionárias não entenderem isso vamos acionar o Ministério Público em ação coletiva. O povo quer resposta”, disse Cido.

O vereador Ronaldo Onishi disse que a Eletropaulo tem que vir até a cidade e explicar porque falta tanta energia. Além disso questionou se a empresa faz os investimentos necessários para melhorar a qualidade do serviço alvo constante de queixas da população.

 “Não é nós que temos de ir lá tomar café. Eles tem que vir explicar porque quando fica nublado e ameaça chover já falta luz. Se ventar então não se fala. O que parece é que falta investimentos para a atender a demanda crescente. Devemos saber se a energia fornecida é suficiente para atender a nossa população. A Câmara municipal é exemplo disso o ar não funciona porque a energia não é suficiente para atender ao prédio”, disparou o vereador, antes de solicitar que a comissão encaminhe ofício a AES Eletropaulo cobrando explicações sobre a quantidade de energia fornecida e a que seria necessária para atender a cidade. 

O advogado Wagner Moreira reforçou as reclamações contra as prestadoras de serviço citou que recebe queixas constantes contra a Vivo, os Correios, Sabesp, agências bancárias, entre outros. Sobre os bancos ele disse haver uma blindagem já que é praticamente impossível obter resultados positivos em ações contra instituições bancárias. 

Até o último mês o Procon de Taboão da Serra recebeu 11 reclamações sobre a Eletropaulo a maioria em razão do valor elevado da conta de luz. A diretora do órgão, Vilma  Silva, salientou que a empresa não atende inicialmente as solicitações. Ela disse que no órgão a Vivo é a campeã no ranking de queixas. A maioria das reclamações trata da má qualidade do serviço e de pedidos de cancelamento. Sobre a Comgás não houve nenhuma reclamação no Procom municipal. Para ela os serviços essenciais como água e luz não podem sofrer cortes.  

A gestora do Procon disse que a população de Taboão da Serra não costuma recorrer muito ao órgão.
“Está havendo uma desorganização social em nível nacional. A lei não específica a quem cabe cada coisa e as empresas se aproveitam dessa lacuna para jogar nos outros a responsabilidade.  Muitas vezes a lei dá mais direito às empresas que os consumidores”, alertou. 

Antônio Pereira

Os políticos sempre querendo aparecer, porque não discutir a péssima qualidade do serviço prestado pela prefeitura que somente apresenta solução de improviso e gambiarras? Que tal tentar descobrir as péssimas condições que estão as ambulâncias sucateadas da cidade?

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.