Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Prefeitura de Itapecerica promete regularizar transporte alternativo em 30 dias

Por | 16/08/2010

018_350.jpg

Prefeitura de Itapecerica diz que vai regularizar transporte em 30 dias

A cidade de Itapecerica da Serra ficou há 15 anos com o transporte público exclusivo das peruas e dos ônibus da EMTU, onde duas cooperativas coordenam o transporte e tudo é irregular e sem contrato. Por este motivo, o Tribunal de Contas do Estado obrigou a prefeitura a regularizar o serviço e somente uma cooperativa irá ganhar a licitação. Prazo esse que deve sair em 30 dias, segundo o secretário João Pereira.

A novela começou em maio deste ano, quando somente uma cooperativa entrou na licitação e as 134 peruas que compõem 17 linhas e transportam 20 mil passageiros por dia, cruzaram o braço, reivindicando que não era justo uma cooperativa de fora mandar no transporte feito há anos pelos condutores.

Depois de duas reuniões com o prefeito Jorge Costa, os perueiros decidiram retornar ao trabalho e, além disso, apresentar uma proposta de cooperativa na cidade a COOPERTAIS (Cooperativa de Transporte Alternativo de Itapecerica da Serra), que foi elogiada pelo prefeito, mas que para ser implantada na cidade precisava cumprir alguns requisitos em 180 dias.

Enquanto a resolução não sai e com muitos passageiros, a prefeitura colocou uma linha de ônibus provisória, do bairro Crispim ao Centro. O trajeto da perua da empresa Miracatiba é: Rodovia José Simões de Louro Júnior, Abias da Silva, Prefeito Rogter Domingues e Parque Paraíso.

Linha está que foi suficiente para os perueiros interromperam o trânsito, colocarem fogo em pneus e fecharem a Rodovia José Simões de Louro Júnior, que liga Itapecerica a Embu-Guaçu. A manifestação aconteceu porque os profissionais não querem ser substituídos.

De acordo com os perueiros, a prefeitura havia prometido que não ia colocar mais linhas na região. Já a administração municipal informa que está fazendo uma licitação para colocar uma nova linha que irá operar ano que vem, mas a empresa se adiantou e já colocou os ônibus nas ruas.

A prefeitura diz que vai cumprir o compromisso. A proposta é que os perueiros façam parte da cooperativa que vencer a licitação. “Hoje, são filiados a algumas cooperativas do município. Eles devem se filiar nessa empresa que vencer a licitação. Vai ser uma empresa só”, diz João Pereira, secretário municipal de Transportes.

Foto: Reprodução

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.