Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores de Taboão debatem projeto que regulamenta contribuição de servidores municipais

Por Assessoria de Imprensa da Câmara de Taboão | 2/06/2015

servidores

Eduardo Toledo / Divulgação Reunião aconteceu na Câmara Municipal e reuniu representantes do Legislativo, TaboãoPrev e prefeitura

Na tarde desta segunda-feira, dia 1º de junho, uma comissão de vereadores de Taboão da Serra recebeu representantes da TaboãoPrev e da secretaria de Gestão de Pessoas, para debater o projeto enviado na semana passada pelo Executivo que adéqua a legislação municipal a Lei Federal 12.688/2012.

O presidente da Câmara, José Aparecido Alves, o Cido, e a vereadora Joice Silva, pediram  vistas do projeto, a fim de entender melhor a proposta enviada pelo executivo. Por essa razão o presidente juntamente com a vereadora Joice convidaram integrantes da Taboãoprev e da Secretaria de Gestão de Pessoas para discutir a proposta com os vereadores da Casa. Após ampla discussão sobre o tema Cido destacou que o projeto do Executivo readequa uma lei federal de 2012. Além disso, observou que cada servidor público deve procurar o RH da prefeitura, da Câmara ou a Taboãoprev para entender e definir se fará ou não a sua opção de contribuição. 

“Eu havia tido acesso ao projeto mas como não tinha entendimento na Casa achei que a melhor saída era pedir vistas. Depois disso fizemos a reunião por entender que a transparência é o melhor caminho. Não houve em nenhum momento desconfiança em relação ao governo. Houve zelo da nossa parte e vai haver sempre. Dessa forma estamos cumprindo nosso papel. O nosso prefeito Fernando Fernandes sempre age com transparência e essa tem sido uma marca do seu governo, sempre comprometido com a cidade”, afirmou o presidente Cido. 

Os vereadores  discutiram durante a reunião como a lei irá impactar os benefícios dos servidores públicos. A aprovação da lei no município é importante para entrar em simetria com a legislação federal.

Para eles  ficou claro que o servidor poderá optar se deseja contribuir excluindo benefícios como hora extra, insalubridade, periculosidade, adicional noturno, função gratificada, entre outros. Os servidores que desejar continuar contribuindo sobre todas as gratificações, deverá fazer um ofício informando o RH da prefeitura.

Segundo Gilmar Leone, secretário da pasta de Gestão de Pessoas, a prefeitura não tem outra opção, precisa se adequar a lei federal. “O que precisa ficar claro é que o servidor poderá fazer a sua opção [sobre quanto contribuir] na hora que achar melhor, não existe um prazo para essa decisão”.

Na prática quem contribuir em cima de um valor maior, quando se aposentar, receberá um benefício maior e quem optar por contribuir com menos agora, com a média que será feita na hora da aposentadoria, receberá menos. A contribuição também impacta em casos como auxílio doença e licença maternidade, se o servidor excluir as gratificações, ele receberá o seu salário sem esses benefícios.

O presidente da TaboãoPrev, Marcos Baraldi, lembrou que benefícios que são incorporados nos vencimentos, como adicional por tempo de serviço, sexta-parte e outras incorporações não podem, de forma alguma, ficar de fora da contribuição do servidor. “Essas gratificações permanentes fazem parte do salário base”, explicou.

Taboão da Serra tem hoje 4.500 funcionários concursados, cada servidor contribui para a TaboãoPrev, a autarquia responsável pelo fundo de pensão, com 11% dos seus vencimentos e a prefeitura paga outros 19,05% de contribuição patronal. Desse fundo são pagas as aposentadorias, pensões e também o auxílio doença e a licença maternidade.

Participaram da reunião os vereadores Cido, Joice Silva, Marco Porta, Ronaldo Onishi, Luis Lune e Eduardo Lopes. Da prefeitura, o secretário Gilmar Leone e Wanda Batista também estiveram presentes na reunião. A TaboãoPrev esteve representada por Marcos Baraldi, presidente da autarquia, Dra. Eliana Bendini, diretora previdenciária e Daniel Cesar, diretor Administrativo. 


Gomes

Notem a jogada da Taboaoprev, pois se a lei já existia porque ficaram anos e anos descontando no pagamento dos servidores públicos municipais os valores pelo teto?

Rodrigo

Porque ninguém fala da divida que a prefeitura tem co a TaboaoPrev??? e outro quem deveria saber disso ou deveria opinar sobre isso e o ultimo a saber, o mais curioso que que quando se fala em desconto os nobre vereadores querem sempre estar por dentro da situ, mas falar em aumento para o servidor nem pensar, todos porque não criam uma lei que obriga o repasse das perdas salarias, ja querem adequar porque não adequam pelo menos o percentual da inflação dos ultimos 18 anos para adequar a realidade.

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

28/04/2017

Manifestantes fecham Régis param a região por causa da greve geral

A greve geral deflagrada em protesto contra as reformas da previdência e trabalhista...

28/04/2017

Ônibus intermunicipais param em adesão a greve geral contra as reformas de Temer

Os moradores de Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra que utilizam o transporte...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.