Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Apesar do reajuste salarial, servidores e professores de Itapecerica continuam em greve

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 27/05/2015

camara_3

Genildo RochaServidores e professores lotaram a Câmara de Itapecerica da Serra 

Os professores e servidores municipais demonstram insatisfação com o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Itapecerica da Serra e há informações de conversas ventiladas na cidade que seriam feitos acordos com a administração que não foram discutidos em assembleia. Questionado, o presidente Adalberto Félix Rocha nega que tenha acontecido conversas sem o conhecimento dos servidores porém afirma que falharam em alguns pontos da greve, por falta de experiencia. A greve continua por tempo indeterminado. 

"O sindicato nunca acertou com o governo e trouxe para categoria, em nenhum momento a gente fez sem colocar em assembleia. Colocamos em assembleia e a categoria rejeitou a proposta da prefeitura, então não tem essa conversa, porém reconhecemos que nos fizemos da maneira errada até pela falta de experiencia, porque o correto seria primeiramente a gente tirar as pautas em uma assembleia, levar para administração e depois voltar com a devolutiva, mas a partir do ano que vem já vamos trabalhar dessa maneira, agora aprendemos a fazer da maneira certa", disse Rocha. 

O SFPMIS afirma que o sindicato abriu mão da disputa judicial que mantinha com o Siproem e declara que o funcionalismo deve ser tratado igualmente e não representa apenas uma das causas reivindicadas, no caso os professores, dessa forma a categoria que deu o pontapé inicial para a greve segue de forma independente. 

"Realmente foi feita uma assembleia onde os participantes que eram mais de 300 pessoas não votaram em nenhuma das duas propostas oferecida pelo governo, que era uma de 6,5% mais aumento no vale alimentação em R$ 30,00 reais, onde não são todos os funcionários que recebem esse vale alimentação. E a outra proposta era 7,5%. Na assembleia, três votaram a favor dos 6,5% e dois votaram a favor do 7,5%, o restante se absteve porque não concordava com esse aumento, só que a partir daí para o projeto chegar para aprovação da Casa deveria passar por assembleia que não ocorreu. Em assembleia o sindicato não aceitou nenhum dos dois mas não posso afirmar a denúncia de compor com a administração", declarou Cezar de Oliveira, membro da comissão dos funcionários públicos de Itapecerica e funcionário da EM Francisco Scalamandré Sobrinho, no Jardim Imperatriz.   

Nesta terça-feira, dia 26, os vereadores do município aprovaram o projeto de lei 1.619/15, de autoria do prefeito municipal, que dispõe da revisão geral anual da remuneração de todos os servidores do poder Executivo de Itapecerica da Serra, da Saúde e do Itaprev, além disso também foi aprovado o projeto de lei 1.620/15, que trata da alteração da lei que autoriza a concessão de cesta de gênero alimentício  ou crédito no valor do cartão magnético de alimentação aos funcionários e servidores. 

Mesmo com o reajuste de 6,5% aprovado, o presidente do sindicato afirma que a greve continua. "O próximo passo é continuar a greve por tempo indeterminado. A ideia é que o prefeito sinalize com uma proposta melhor. E agora viabilizar todas as categorias da cidade. O sindicato vai manter os 30% por lei funcionando para os atendimentos de emergência, e não paramos o Samu também. Temos 70% dos servidores paralisados", declarou. 

Os servidores da Autarquia da Saúde também compareceram na sessão da Câmara Municipal e declararam que a greve é motivada pela insatisfação de todos os funcionários. Vanessa Jeronimo, enfermeira da UBS Horizonte Azul declarou que o sindicato não estava a favor da greve e por esse motivo foi criada uma comissão, dessa forma neste momento a greve recebe o apoio do sindicato mas não é liderada por ele. "A paralisação a principio era apenas dos professores e na nossa assembleia ficou decidido que a paralisação é de todos os servidores municipais de Itapecerica da Serra, onde a Saúde também está paralisada devido as péssimas condições de trabalho, pelo nosso reajuste que não é um aumento de salario, deixaram de recolher o nosso FGTS e isso não é repassado para nos como beneficio, pela falta de estrutura e as terceirizações na saúde, entre outras questões", disse. 

Rebatendo as criticas de falta de credibilidade, Adalberto afirma que jamais deixou de ser transparente com os filiados ao sindicato. "Com relação a credibilidade, nunca foi fechado apenas com o prefeito sempre levamos toda a diretoria composta por 21 diretores e nunca estivemos em menos de 12, porem já instituímos na primeira assembleia uma comissão permanente de negociação e essa comissão daqui para frente vai ter a obrigação de estar discutindo todos os acordos coletivos com a prefeitura e levando para os servidores, e dessa maneira dar mais transparência", finalizou. 

15/10/2017

Mulher atacada por ex com facão era separada há 6 anos e sofria ameaças

Durante seis anos Edeni Aparecida Rocha da Silva, 37 anos, viveu no inferno, mas somente ela e...

15/10/2017

Exame para certificar mais 1,5 milhão de jovens adultos tem nova data

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos será aplicado no dia 19...

15/10/2017

Rodoanel tem audiência para instalação de postos de combustíveis

No próximo dia 24 de outubro, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp...

14/10/2017

Horário de Verão começa neste domingo, adiante seu relógio em uma hora

Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15), e os relógios deverão ser adiantados em uma...

11/10/2017

Unicef: a cada 10 minutos morre uma menina vítima de violência

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lembrou, nesta quarta-feira (11), por ocasião...

11/10/2017

Prefeito Fernando Fernandes forma mais 24 Guardas Municipais

O prefeito Fernando Fernandes formou na noite de sexta-feira, 06 de outubro, mais uma turma da...

11/10/2017

1º Fórum do Idoso da Sociedade Civil acontece em Itapecerica da Serra

O Auditório da Prefeitura de Itapecerica da Serra foi o local escolhido para a realização, no...

10/10/2017

Rede de apoio é fundamental para combater violência contra a mulher

Ana Maria, 51, conviveu, ao longo de 34 anos de casamento, com agressões morais e violência...

10/10/2017

Servidores de Itapecerica que atendem ao público participam de treinamento

A Secretaria Municipal de Administração, através do setor de Treinamento e Capacitação, promoveu...

16/10/2017

Homem quase decepa a cabeça da mulher com facão em Juquitiba

Maria de Fátima Pinto de Moraes de apenas 28 anos, foi brutalmente assassinada após ter cabeça...

16/10/2017

Músicos do Futuro farão novo concerto na Câmara de Taboão nesta quarta, 18

A Orquestra Associação Músicos do Futuro (OAMF) fará novo concerto na Câmara Municipal de Taboão...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.