Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

SFPMIS faz Assembleia Geral Extraordinária nesta quinta em Itapecerica da Serra

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 20/05/2015

siproem

Equipe Siproem Professores fizeram protesto em frente a prefeitura de Itapecerica da Serra 

O Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Itapecerica da Serra realizam Assembleia Geral Extraordinária nesta quinta-feira, dia 21 às 19h30, na Escola Municipal Belchior de Pontes, com o objetivo de decidir se todas as categorias vão aderir à Greve proposta inicialmente pelos Professores. Além disso, o sindicato afirma que a questão judicial com o Siproem foi deixada de lado e que tratam igualmente todo funcionalismo público. 

"Devido às últimas manifestações em relação à proposta de reajuste salarial 2015, encabeçadas pelos Servidores lotados no Magistério Público Municipal (professores), o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Itapecerica da Serra convoca todos os Servidores Municipais, exceto os professores, para uma Assembleia Geral Extraordinária nesta quinta-feira, dia 21 de Maio de 2015, às 19h30, na Escola Municipal Belchior de Pontes, situada à Rua São João, nº47, Centro, Itapecerica da Serra /SP, a fim de decidir se todas as categorias vão aderir à Greve proposta inicialmente pelos Professores", disse Adalberto Félix Rocha. 

Em nota, o SFPMIS afirma que o sindicato abriu mão da disputa judicial que mantinha com o Siproem e declara que o funcionalismo deve ser tratado igualmente e não representa apenas uma das causas reivindicadas, no caso os professores. Confira a nota abaixo: 

"Ratificamos também, conforme dito durante o protesto, o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Itapecerica da Serra abriu mão da disputa judicial que mantinha com o Siproem e entende que, daqui por diante, os professores podem sentir-se à vontade para que o Siproem os represente para levar suas reivindicações trabalhistas, ou se desejarem, podem inclusive fundar um sindicato próprio.

Com essa atitude, queremos deixar claro que o nosso pensamento é com os Servidores como um todo, não podemos privilegiar uma ou outra categoria. É preciso reconhecer que, às vezes, o que é bom para um grupo não é bom para todos e que também, na maioria das vezes determinados grupos não se sacrificam pela maioria. Dentro de uma democracia é normal que não se agrade a todos, são ossos do ofício.

De qualquer forma, o SFPMIS estará sempre disposto a manter o diálogo, mas não vai abrir mão do que entende ser melhor para a maioria do Funcionalismo Público Municipal, nem vai aceitar ser “massa de manobra” de uma ou outra categoria". 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.