Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Mortes nas estradas caem durante feriado prolongado do Dia do Trabalho

Por Assessoria de Imprensa | 5/05/2015

retorno

Arquivo Jornal na Net

O número de mortes caiu 45,45% nos 22 mil quilômetros de rodovias paulistas durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho, de 30 de abril a 3 de maio. O número de vítimas graves também apresentou redução de 4,35%.

O Policiamento Rodoviário, em conjunto com equipes de radiopatrulha territorial e aérea, Comando de Choque, entre outros, reduziu em 20 o número de mortes nas estradas bandeirantes. No mesmo feriado do ano passado, foram 44 vítimas fatais, contra 24 deste ano.

A quantidade de vítimas graves passou de 92 para 88 - redução de quatro casos. O total de vítimas leves recuou 15,12%, baixando de 377 para 320 vítimas no período do feriado prolongado.

Além de policiais, participaram da operação o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), a empresa Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e as concessionárias das rodovias.

As ações preventivas e ostensivas dos policiais também ajudaram a reduzir o número de acidentes em 23,04%. Foram 718 neste ano, contra 933 do mesmo feriado de 2014, que teve 215 casos a mais. Os atropelamentos também tiveram diminuição, passando de 19 para 14 ocorrências – queda de 26,32%.

Produtividade

As infrações resultaram em 17.829 autuações lavradas neste feriado, contra 17.614 em 2014. Isso representa um aumento de 1,21% na produtividade. Destas autuações, 3.458 foram contra condutores e passageiros que não utilizavam o de cinto de segurança – aumento de 32,95% se comparado com as 2.601 do ano anterior.

A Polícia Militar Rodoviária ressalta que, além de ser uma infração de trânsito, deixar de usar o cinto coloca em risco a vida dos ocupantes do motorista e de seus acompanhantes.

Os patrulheiros autuaram 601 motoristas que dirigiam sob o efeito de álcool. Destes, 21 foram detidos por embriaguez ao volante. No ano passado, foram 618 pessoas dirigindo alcoolizadas, das quais 49 foram presas depois de se arriscarem a dirigir embriagadas.

Além destes, foram presos 60 suspeitos de diversos crimes e 11 fugitivos da Justiça foram recapturados. As ações resultaram também na apreensão de 406,5 quilos de maconha, cocaína e crack, assim como de 365 porções de drogas sintéticas.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.