Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Festa de Santa Cruz de Embu das Artes, 4 séculos de história

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 3/05/2015

santacruz

Divulgação

Domingo, 3/5, marca o início do ciclo da Festa de Santa Cruz de Embu das Artes, com a reza do terço na Capela da Família Cachoeira, no bairro Água Morna. De 15 a 17 de maio, os festejos prosseguem, no espaço do Memorial Sakai, com procissão das rezadeiras, adoradores da Santa Cruz, músicas e danças típicas, além de violeiros, música sertaneja, comes e bebes. A festa é uma iniciativa da Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Cultura, e participação da comunidade.

A Festa de Santa Cruz de Embu das Artes representa 4 séculos de história e tradição da cultura índio-jesuítica, sendo considerada contribuição para a formação cultural do estado de São Paulo. É uma das mais importantes manifestações folclóricas do Estado de São Paulo e a mais antiga da cidade. A festa também é uma oportunidade de encontrar adoradores de Santa Cruz de municípios vizinhos como Carapicuíba, Cotia, Embu-Guaçu, Vargem Grande Paulista, Taboão da Serra.

Os festejos acontecem no espaço do Memorial Sakai, que compreende museu e atelier criado em homenagem ao ceramista, Cruzeiro, Capela de Santa Cruz, além de equipamento de esporte também instalado no local.
A festa reúne antigos e novos moradores. Um grupo de adoradores mirins, da E.M. Mauro Ferreira, se apresenta na festa já há vários anos, com objetivo de manter viva a tradição.  

Algumas pessoas se destacam na realização da festa, entre elas Cidinha Carpi (Aspectos Religiosos), Noêmia Cachoeira (dança dos adoradores da Santa Cruz), Nilton Silva (Mestre da Folia de Reis Marajoara), Solemar (Mestre do Jongo Embu das Artes) e Tônia do Embu (Coordenadora do Memorial Sakai).

A história da festa

A Festa de Santa Cruz foi iniciada pelos padres jesuítas a partir do século XVII, que viveram na cidade e percorreram vários outros municípios, formando o denominado cinturão jesuítico paulista. A festa expõe a tradição herdada do convívio de jesuítas e indígenas após o descobrimento. Os festeiros rezam diante da Santa Cruz, ajoelhados ou não, beijam-na, acendem velas, cantam e dançam em adoração à Santa Cruz. Também há o levantamento do mastro e os que desejam algo devem fazer o pedido ao seu pé, pois assim serão atendidos.

Na Adoração à Santa Cruz, o próprio povo dirige a celebração, não há intervenção eclesiástica. A população se encarrega de cantar os versos de louvor.

Confira a programação
Serviço:
Festa de Santa Cruz
De 3 a 17 de maio
A partir das 17h
Cruzeiro (Memorial Sakai)
Rua Rebolo Gonzales, 185
Vila Cercado Grande
Entrada Franca
Programação da Festa de Santa Cruz
3/5 – domingo
17h - Início do Ciclo de Santa Cruz na Capela da Família Cachoeira- R. João Cachoeira – Bairro Água Morna
15/5- sexta-feira
17h – Procissão com Terço e Ladainha, partindo do Largo dos Jesuítas, com chegada à Capela do Memorial Sakai e reza do Terço
18h – Levantamento do Mastro com a Bandeira da Santa Cruz
19h – Adoradores Embu das Artes (CRI)
20h – Violeiros da Assave
20h30 – Adoradores da Santa Cruz (Carapicuíba)
21h – Trança Fita (Vargem Grande Paulista)
22h – Cristal e Cristiano
16/5 - sábado
17h – Pinheiro e Pinheiral
17h30 – Adoradores da Santa Cruz (E.M. Mauro Ferreira)
18h – Catira de Juquitiba
18h40 – Jongo Embu das Artes
19h40 – Banda Municipal
20h40 – Orquestra de Viola Embu das Artes
17/5 – domingo
17h – Adoradores Embu das Artes
18h45 – Folia de Reis Marajoara
19h15 – Congada Parque São Bernardo
20h15 – Trio Marajoara
21h15 – Élcio Dias

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.