Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

TRT determina reajuste salarial e greve termina em Taboão da Serra

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 17/04/2015

coleta_1

PMTSA operação emergencial contou com o apoio de 70 funcionários da prefeitura de Taboão

Após 25 dias de greve, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região julgou a questão nesta quinta-feira, dia 16, e determinou reajuste salarial de 9,5% além de estabilidade de 90 dias para os coletores de lixo e varredores de ruas. Também não serão descontados os dias parados. Os próximos dias serão de trabalho intenso para remover todo o lixo acumulado em Taboão da Serra, a previsão é que em uma semana tudo volte ao normal.  

Em Taboão da Serra, a coleta é feita pela empresa terceirizada, CAVO. Os desembargadores julgaram também a legalidade da greve, e apontaram que não foi abusiva, sendo que todas as determinações do TRT foram cumpridas, como a decisão judicial de 70% do funcionamento durante o período de paralisação. 

A greve que teve inicio no dia 23 de março, os trabalhadores por intermédio do sindicato da categoria pediam reajuste de 11,75%, porém o Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana (Selur) em última proposta ofereceu apenas 8,5%, que foi recusado. Mais duas outras audiências foram marcadas e terminaram sem acordo. Diante da situação, foi acordado entre as partes, a suspensão da greve na terça-feira, dia 14,  até nesta quinta-feira, dia 16, data esta escolhida para o julgamento, que colocaria fim na greve.

Durante mais de 20 dias muita coisa aconteceu em Taboão da Serra. Os trabalhadores foram duas vezes para as ruas e fecharam parcialmente a Rodovia Régis Bittencourt, também indignados os moradores fecharam ruas com lixos e em alguns bairros chegaram a colocar fogo no lixão. A prefeitura do município também atuou na greve com o plano emergencial, no sentido de minimizar os efeitos causados pela greve. 

"Os servidores da Secretaria de Manutenção de Taboão da Serra, que também estão realizando o trabalho de limpeza e manutenção das praças, já recolheram cerca de três mil toneladas de lixo nas vias do município", disse o prefeito Fernando Fernandes, pela rede social facebook. 

A operação emergencial contou com o apoio de 70 funcionários da Defesa Civil e das Secretarias de Manutenção e de Obras, Infraestrutura e Serviços Urbano, que recolhem o lixo durante o dia. Nas ações, foram utilizados 10 caminhões traçados, cinco caminhões tocos, três retroescavadeiras, três pás carregadeiras, além de quatro caminhões compactadores. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.