Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Periferia de Taboão teve toque de recolher e ameaça de queimar ônibus em represália contra execução

Por Sandra Pereira | 10/04/2015

piraju

Divulgação Ônibus foram recolhidos após ameaça de que seriam incendiados

Vários bairros da periferia de Taboão sofreram toque de recolher e ameaça de queimar coletivos na noite desta quinta-feira, 9, em razão do assassinato de um homem com vários tiros ocorrido na  quarta-feira, 8, numa pizzaria no jardim São Judas. Ele era acusado de praticar crimes, tinha deixado a cadeia há pouco tempo e teve o corpo crivado por vários disparos - lembre aqui. Ônibus de várias linhas tiveram que ser recolhidos mais cedo depois que foram parados por pessoas avisando que se continuasse rodando os coletivos seriam queimados. Passageiros tiveram que descer dos coletivos e seguir seu trajeto a pé após as ameaças. 

Um morador da periferia contou à reportagem do Jornal na Net que voltava de ônibus para casa quando o coletivo foi parado nas imediações do Hospital Geral do Pirajuçara e recebeu aviso de que todos os passageiros deveriam descer e o veículo levado pra garagem porque havia toque de recolher. A polícia e a Guarda Civil Municipal permaneceram em alerta e até a madrugada desta sexta-feira, 10, não havia registro de ocorrências.  

"Foi horrível as pessoas ficaram com medo. Todo mundo desceu correndo mas não havia outra coisa a fazer. O homem que parou avisou que é toque de recolher e teria que ser assim. O motorista ficou preocupado. Depois que todos desceram saiu com ônibus pra garagem", relatou um morador que pediu para não ser identificado tremendo  retaliações. 

Queimar ônibus em retaliação a ataques contra criminosos tem sido uma prática recorrente em Taboão da Serra desde o ano de 2011. De lá para cá mais de 10 coletivos da viação Pirajuçara já foram incendiados em retaliação a ações feitas contra criminosos. A empresa contabilizou elevado prejuízo nesse período já que não há seguro que cubra esse tipo de ocorrência. Mas o valor exato dos prejuízos com ônibus queimado nunca foram divulgados.  

A região do São Judas estava literalmente fervendo durante toda essa quinta-feira em decorrência  da execução do homem na dentro da pizzaria. Há informações de que ele havia deixado a cadeia há poucos dias e que o irmão dele tinha sido assassinado dentro de um carro há  menos de um mês. Depois da morte do irmão ele teria ficado falando pelos cantos que iria matar policiais para se vingar.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.