Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

1º Encontro sobre Autismo de Taboão alerta para importância de conscientizar e sensibilizar sociedade para o tema

Por Sandra Pereira | 9/04/2015

autismo_1

Cynthia GonçalvesO encontro aconteceu na Câmara Municipal de Taboão da Serra 

O 1º Encontro de Autismo realizado nesta terça-feira,7, na Câmara Municipal de Taboão da Serra levantou a bandeira da conscientização e necessidade de sensibilização da sociedade civil e dos gestores públicos para a questão. Pais e profissionais que trabalham com autistas puderam aprender mais e trocar experiências sobre o tema. A ONU estima que 1% da população mundial tem autismo. Apesar da elevada incidência o autismo é pouco debatido o que fez com o evento contribuísse de forma rica para a discussão do tema. O evento abriu as atividades da semana de sensibilização para o autismo criada pela lei 2195/2014, de autoria do vereador Dr. Ronaldo Onishi, um dos organizadores do 1º Encontro que contou com o apoio da prefeitura, das secretarias de Saúde, Educação e do Movimento Pró-Autista.

O encontro foi pioneiro em toda a região e debateu ações para capacitar profissionais da saúde e da educação, além de relatar experiências de profissionais que cuidam de crianças e adolescentes com autismo. Palestrantes de várias áreas mostraram como encontraram formas de atender os autistas em cada uma delas. O encontro foi rico no que se refere a troca de experiências e divulgação de iniciativas de profissionais que se desafiaram para encontrar meios próprios de atender autistas com qualidade. Ficou evidente a necessidade de humanizar as relações e buscar uma abordagem que priorize o desenvolvimento dos autistas.

O vereador Ronaldo Onishi dirigiu os trabalhos, alertou para a importância de sensibilização para o autismo e no final do evento falou da riqueza que o encontro trouxe para quem trabalha no atendimento de autistas ou que tem familiares autistas. “Tivemos aqui especialistas que deram palestras, nos ensinaram bastantes sobre o autismo, foi muito rico e encorajador. Foi um encontro que aconteceu pela primeira vez na região, somos pioneiros no debate e abordagem desse tema e isso nos orgulha muito”, afirmou, lembrando que o município está se antecipando na discussão para a construção de políticas públicas de inclusão dos autistas.

Ronaldo Onishi lembrou que a Lei criada para conscientizar sobre o autismo resultou do empenho pessoal da moradora Magda Bonfim que após o diagnóstico da neta Giovana decidiu encampar a luta para garantir que ela fosse atendida com qualidade pela rede pública. “Magda foi você quem colocou os primeiros tijolos dessa construção sobre o autismo na nossa cidade. Você acreditou nessa causa e nos sensibilizou para a importância dela. A você nosso muito obrigado. Saiba que esse encontro e todas as atividades que fizemos e faremos são frutos da luta que você travou”, disse.

O secretário de educação de Taboão da Serra, professor João Medeiros, expôs as ações que estão sendo realizadas pela prefeitura para atender essas crianças. Disse que a cidade tem 83 crianças autistas atendidas na rede municipal. “A inclusão dos alunos ainda é um desafio, temos muito que aprender, mas no Amor Perfeito já temos ótimas experiências. Hoje, as crianças com autismo, as que têm mais dificuldade, estudam em dois turnos, um na escola delas e em outro turno elas ficam no Amor Perfeito. Nossa intenção é capacitar nossos profissionais, os professores, os auxiliares de classe. No dia 5 de maio teremos um curso voltado para o autismo e outras necessidades especiais para capacitar cada vez mais os nossos profissionais da educação”, explicou João Medeiros.

A secretária de Saúde, Raquel Zacainner, alertou que é preciso fomentar essa troca de experiências entre os profissionais e citou o trabalho realizado no Caps I que é referência para o atendimento de autistas.

A programação do encontro contou com palestras do psiquiatra Dr. Leonardo Maranhão, da especialista em odontologia para paciente com necessidades especiais, Dra. Adriana Zink, da médica Roseane Lowenthal, coordenadora da unidade de referência em TEA, da Santa Casa de São Paulo, além dopsicólogo Samuel Ferreira Moraes, da pediatra e homeopata especializada em saúde mental infanto juvenil, Dra. Maria Solange Gosik e de Vilma Aloísio Nascimento, supervisora da educação inclusiva de Taboão da Serra.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.