Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Encenações da Paixão de Cristo em Embu das Artes emocionou um público de mais de 6 mil pessoas

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 5/04/2015

anjo

Adriana MonteiroDemerson Almeida e Gleice Silva viveram os papéis do Anjo Gabriel e Virgem Maria na anunciação do Anjo 

O município de Embu das Artes na sexta-feira, dia 03, teve duas principais encenações da Paixão de Cristo, uma na praça central do Jardim Santa Emília e outra no Parque Pirajuçara, organizada por jovens da Paróquia Todos os Santos e Paróquia Cristo Ressuscitado, respectivamente. Segundo informações em ambas o público geral foi de aproximadamente 3 mil pessoas em cada ponto da cidade - veja fotos

A encenação da praça do Jardim Santa Emília é tradicional na região e neste ano completou 15 anos de trabalho cultural porém com cunho religioso, uma vez que a encenação na Sexta-Feira Santa é com o objetivo de relembrar a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Por ser um evento cultural muitas pessoas que não participam efetivamente da Igreja Católica acompanham com grande expectativa a encenação que é considerada como emocionante. No Parque Pirajuçara a encenação é feito há três anos. 

"Eu acho que nesses tempos que muitas pessoas já nem conhecem mais à Cristo, nesse dia com evento cultural mas também religioso muitas pessoas as vezes tem o contato pela primeira vez com Jesus. A gente via muitas crianças ali na frente que não conheciam a historia e se espantavam e ficavam agoniadas com o sofrimento de Jesus. É um momento para que muitas pessoas conheçam nosso Salvador", disse Padre Gian Paulo Ruzzi, da Paróquia Todos os Santos. 

O espetáculo que durou cerca de 5 horas e nem mesmo a chuva afastou o público que muitas vezes ficou emocionado e foi possível notar pessoas chorando principalmente no momento da traição de Judas, da tentação que Jesus sofreu no deserto e o ápice foi o momento da crucificação, muitas pessoas relataram que ver o jovem Erivelton Santos, sofrer "apanhar" no calvário é uma forma de refletir a importância de Cristo na vida de cada um. A abertura foi preparada por Silvana Rodrigues com cerca de 19 pessoas e o objetivo foi passar a mensagem de confronto entre o bem e o mal. 

"Eu amo fazer a Paixão de Cristo porque além de ser uma forma que demonstra melhor o amor, é também uma forma das pessoas conhecerem melhor a bíblia, muitos não param para ler e esse é um recurso para evangelizar cada vez mais", disse Alex Holanda, 19 anos,  com 5 anos no elenco e interpretou o papel de Judas. 

"Estar com as pessoas, a emoção é muito grande. Todos os anos é surpreendente pela quantidade de pessoas que vem assistir", garantiu Rodolfo Targino, soldado.  

Para Erivelton Santos, que vive o papel de Jesus Cristo há 8 anos realizar mais uma Paixão de Cristo é uma grande emoção. Emocionado em entrevista ao Jornal na Net, Erivelton agradeceu o empenho e dedicação de toda elenco, equipe de apoio e organização geral do evento. "Minha motivação são todos os rostos que vem todos os anos assistir e saem maravilhados com a pequenez que nos apresentamos. Todo ano é uma emoção diferente e medir em palavras o que sentimos é muito complicado", disse. 

"É uma experiencia muito importante para mim, primeiro uma experiencia intima com Nossa Senhora, porque quando recebi esse convite vivia um momento de intimidade muito grande com Nossa Senhora", disse Denise Meireles que viveu o papel de Maria.  

De acordo com informações da organização, aproximadamente 100 pessoas estiveram envolvidas direta ou indiretamente, e a preparação aconteceu em 4 meses de intenso trabalho em todos os finais de semana durante este período. O elenco conta com a colaboração de jovens da Paróquia Todos os Santos e de comunidades vizinhas. Muitos neste ano encenaram pela primeira vez e expressam gratidão no desenvolvimento do trabalho. "O processo de conversão do cristão é durante toda uma vida e participar da encenação a principio foi uma promessa ao diretor Erivelton, mas depois entrou para minha historia de vida e nesse processo de descoberta como pessoa e como cristão", disse Rivaldo Emmerich, que atua pela primeira vez. Rivaldo viveu o papel do Apostolo André. 

"Minha motivação é saber que Jesus se entregou na cruz por cada um de nós e isso me motiva cada ano em estar aqui", falou Rodrigo de Oliveira com 7 anos de elenco e neste ano viveu o cego Bartimeu. 

A curiosidade do local onde Jesus Cristo vai ressuscitar é algo comum porém neste ano surpreendeu a todos. Após três anos da aparição de Jesus no mesmo local, sendo a escadaria, neste ano ele surgiu na laje de uma casa alta. No momento que o canhão de luz indicou onde estava Jesus, a plateia gritava e aplaudia o final da encenação. "Nossa que lindo, meu coração até disparou", disse uma moça eufórica. 

"Minha motivação é rever os amigos e também o teatro faz parte da ressurreição de Cristo. Tudo isso me motiva estar aqui, já encenei em alguns anos mas hoje estou só confraternizando com o pessoal e na próxima talvez participar novamente. A cena que mais tenho expectativa é para ressurreição, na verdade onde ele vai aparecer", disse Odair Guimarães. 

Intitulados como apaixonados pela paixão, os jovens do Jardim Santa Emília declaram que é uma sensação maravilhosa. "Falamos sempre que quando você entra para paixão você não quer mais sair. Comecei fazendo o povo, depois tentador e agora o anjo. Estarei aqui sempre e quem ama e gosta não larga nunca. Somos apaixonados pela paixão", falou Demerson Almeida, 6 anos de Paixão de Cristo e viveu o papel do anjo Gabriel. 

01/08/2018

Morador de Itapecerica é destaque por desenvolver trabalhos artísticos

César Augusto Nogueira, ator, cenotécnico e patinador são características de um morador de...

01/08/2018

Embu das Artes abre inscrições para projeto cultural com a Unesco

A Secretaria de Cultura de Embu das Artes, em parceria com o Centro Brasileiro de Análise e...

27/07/2018

Projeto Leitura nas Praças acontece dia 3 de agosto em Taboão da Serra

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra realiza a terceira edição do...

03/07/2018

4º edição da Mostra Cultural do Projeto Aparecendo foi sucesso de público


Na manhã deste domingo (1), aconteceu no Cemur a 4° Mostra Cultural do Projeto Aparecendo. Os...

25/06/2018

Adryana Ribeiro e Circuladô de Fulô estão entre as atrações do Quentão do Taboão

O Quentão do Taboão 2018 começa na próxima sexta-feira (29) e promete agitar os finais de semana...

19/06/2018

Quentão do Taboão começa dia 29, na Arena Multiuso

Os preparativos para o Quentão do Taboão 2018 já estão a todo vapor. A tradicional festa vai...

15/06/2018

Secretaria de Cultura abre inscrições para cursos de desenho, contos e encantos

A Secretaria de Cultura e Turismo em parceria com a Secretaria de Assistência Social e...

13/06/2018

Ator e artista plástico Ken Kaneko será homenageado na 11ª Semana da Cultura

O ator e artista plástico Ken Kaneko, 83 anos, será homenageado na sexta-feira (15/6), às 20h,...

11/06/2018

A Cia de Teatro Encena completa 20 anos e apresenta o “Festival de Comédias Pena

A Companhia de Teatro Encena completa no mês de junho 20 anos e apresentará o “Festival de...

14/08/2018

Vítimas de vários estados acusam três moradoras de Taboão de dar golpe

Três mulheres moradoras de Taboão da Serra estão sendo acusadas de praticar golpe em vendas pela...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.