Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Taboanense procura pelos assassinos do seu filho em Itanhaém

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 26/03/2015

civil

Google Imagens O caso segue em investigação na Delegacia de Investigações Gerais (DIG)

Um mulher taboanense em busca de elucidação do caso de assassinato de seu filho viaja constantemente para Itanhaém para obter informações, pistas ou dicas que possam chegar até os culpados pelos latrocínio que ocorreu no dia 02 de janeiro. Elaine Cristina da Silva, de 46 anos é cuidadora de idosos no município e perdeu seu filho Vinícius Henrique Silva Ferraz, de apenas 20 anos, estudante de Publicidade. Desde o assassinato brutal a vida da cuidadora é dedicada para um único objetivo, que é encontrar pistas.

Por ter que viajar muitas vezes para o litoral, Elaine deixou seu emprego e telefona com frequência para a Polícia Civil de Itanhaém. No inicio deste mês foi divulgado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o retrato falado dos dois acusados porém até o momento nenhuma informação. As imagens foram elaboradas no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) com a ajuda de outras duas vítimas.

De acordo com relatos de outras vitimas, as características de um dos suspeitos é pele branca, olhos castanhos e cabelos castanho claro. Altura aproximada de 1,80m e idade aparente de 25 anos. Segundo as vítimas, ele possui olheiras e uma tatuagem no lado esquerdo da barriga.

O outro tem pele parda, aparenta entre 22 e 27 anos, tem olhos e cabelos castanhos e altura aproximada de 1,80m. As vítimas disseram que há um quelóide no ombro esquerdo dele.

O crime aconteceu no dia 02 de janeiro, quando Vinicius e mais dois amigos caminhavam pela avenida Washington Luís, no Centro. Segundo informações nas proximidades da Praça Benedicto Calixto, eles foram surpreendidos por quatro homens armados com uma faca anunciaram um assalto. 

Vinicius reagiu ao assalto e acabou ferido com duas perfurações na região do tórax. A quadrilha fugiu com um aparelho celular e R$ 65,00 reais em dinheiro. O rapaz foi atendido no Pronto Socorro do município mas minutos depois veio a falecer. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.