Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores se unem a juiz para trazer a Taboão 2ª Vara Criminal e Cejusc

Por Assessoria de Imprensa da Câmara de Taboão | 20/03/2015

cejusc

Cynthia GonçalvesVereadores visitam juiz e falam sobre demandas do Judiciário em Taboão da Serra&8203;

Com quase 270 mil habitantes Taboão da Serra já passou da hora de implantar uma segunda Vara Criminal. Também já deveria ter instalado o Centro Judiciário de Solução de Controvérsia (Cejusc). As duas demandas do Judiciário taboanense foram apresentadas aos vereadores de Taboão da Serra durante visita institucional que eles realizaram no Fórum da cidade, no último dia 18. 

Os vereadores foram recebidos pelo juiz Guilherme Lopes Alves Lamas. O magistrado falou sobre as dificuldades de atuar na Vara Criminal onde a demanda de processos é muito volumosa. Ele revelou que atualmente um preso em flagrante no município pode ficar até 6 meses aguardando julgamento por conta da demanda excessiva de processos. A boa notícia dada aos vereadores pelo juiz é que a cidade está em vias de se tornar entrância final, ou seja, dentro de alguns anos poderá sair um desembargador do Fórum da cidade, já que ele será elevado de categoria.

“Essa visita representa um momento marcante na história dos Poderes em Taboão da Serra. Temos a oportunidade de atuar em conjunto para tornar o Judiciário mais célere”, observou o magistrado.

Após a observação do juiz, relativa a demanda excessiva dos processo na Vara Criminal, os vereadores se comprometeram a unir esforços e buscar apoio junto a deputada Analice Fernandes e aos deputados de suas bancadas para aprovar na Assembleia Legislativa uma lei que possa criar e implantar em Taboão tão sonhada 2ª Vara Criminal.

Eles também vão atuar para trazer o Cejusc ao município. Para tanto será preciso um imóvel capaz de receber os serviços.

Na abertura do encontro presidente da Câmara José Aparecido Alves, o Cido,  agradeceu ao juiz pela disponibilidade de receber a Casa de Leis ali representada pelos vereadores Carlinhos do Leme, Marcos Paulo, Érica Franquini e Ronaldo Onishi. 

“O Senhor já esteve conosco na Câmara três vezes estávamos devendo essa visita para estreitamento dos laços entre os Poderes, respeitando sempre os princípios da harmonia e independência, mas, atuando para trabalhar pelo bem do povo e da sociedade”, afirmou o presidente Cido.

Ronaldo Onishi afirmou que normalmente o juiz normalmente usa essa postura de distanciamento, mas, o Doutor Guilherme estava promovendo a humanização do judiciário na cidade sem perder de vista a independência e demonstrando carinho real pelo município e pela atividade que exerce. Onishi disse que o maior problema do país é a falta de educação de qualidade que faz com que o Estado fique sempre atuando para “enxugar gelo”.

O vereador Carlinhos do leme Lembrou disse que é injusto as pessoas passarem até 6 meses presas antes de julgadas. Ele  diz que se houver dúvidas em relação ao fato da pessoa ser culpada, ou inocente, esse tempo perdido na cadeia é irreparável. 

“Realmente temos que buscar essa segunda Vara Criminal com urgência. Moro na comunidade e conheço vários casos de gente que ficou presa sendo inocente”, afirmou.

O juiz disse que a segunda vara é essencial para reduzir os processos existentes, apesar de todo seu esforço pessoal, que chega a realizar mais de 10 audiências por dia. Também disse que a criação do Cejusc também ia ajudar a reduzir essa demanda. Segundo ele, há casos em que existe uma necessidade de conciliação. O juiz disse que após a recomendação do Conselho Nacional de Justiça, que foi reforçada pelo novo Código de Processo Civil, o Cejusc é essencial. 

“Infelizmente ainda não conseguimos implantar em Taboão pela falta de um imóvel. O Centro é  uma iniciativa é importante para advogado e para as famílias.  Após a conciliação ser homologada pelo juiz tem força de sentença. A gente ainda não tem isso aqui em Taboão por não termos um imóvel. O Cejusc faria as atividades do judiciário serem mais rápidas. Por isso é importante que nós trabalhemos em conjunto pelo bem comum. Não adianta o juiz se encastelar. A gente tem o problema complicado de não poder se envolver mas também temos a função administrativa e política. É  óbvio que às vezes fica complicado. De um lado a sociedade nos cobra para prender e do outro vários segmentos dizem que são existem pessoas demais sendo presas.

O vereador Marcos Paulo, o Paulinho defendeu a reorganização do Código Penal e avaliou que o pais vive clima de guerra civil já que contabiliza mais mortes do que no Iraque e na Síria.

Para o juiz as cadeias possuem três funções primordiais: a socialização a repressão e a prevenção. Ele diz que a socialização não funciona mas as outras duas etapas previnem crimes violentos como roubo e latrocínio, que segundo o magistrado é praticado por criminosos reincidentes,  ou seja, “ enquanto o cidadão está preso ele não cometeu um crime”. 

A visita também contou com a presença do Marcao da Sercom. 

23/05/2017

Juiz mantém decisão que obriga prefeitura a administrar cemitérios de Embu

O juiz da 1ª Vara Judicial da Comarca de Embu das Artes, Rodrigo Aparecido Bueno de Godoy negou...

22/05/2017

Embu é a cidade da região que mais recebe recursos do governo do Estado

Nos primeiros meses de 2017 Embu das Artes vem consolidando sua posição como a cidade da região...

19/05/2017

Lei da deputada Analice Fernandes protege mulher vítima de violência

Lei de autoria da deputada estadual Analice Fernandes de proteção a mulher vítima de violência...

19/05/2017

Comunidade japonesa homenageia Dr. Onishi por vitória na eleição em Taboão

O vereador de Taboão da Serra, Dr. Ronaldo Onishi, foi homenageado com diploma de Honra ao...

18/05/2017

Delação de donos da JBS envolvendo presidente agrava crise política no Brasil

O país amanhece perplexo com mais uma delação de corrupção. Desde vez a denúncia é de que o...

16/05/2017

Vereador afirma que roubos em Embu acontecem pra prejudicar Ney Santos

Os roubos e furtos a equipamentos públicos como creches, Unidades Básicas de Saúde e escolas...

16/05/2017

Escola do Legislativo de Taboão ganha sala de aula para ministrar cursos

A Câmara Municipal de Taboão da Serra viveu uma noite histórica, nesta segunda-feira, 15,...

13/05/2017

Câmara de Taboão aprova lei que amplia licença maternidade para 180 dias

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou por unanimidade de votos, na sessão do dia 9, o...

13/05/2017

Joice e Johnatan aprovam lei contra o abuso sexual de crianças e adolescentes

A vereadora Joice Silva (PTB), presidente da Câmara Municipal de Taboão da Serra, e o vereador...

13/05/2017

Câmara de Taboão aprova regulamentação da Escola do Legislativo

A mesa diretora da Câmara Municipal de Taboão da Serra apresentou um projeto de resolução...

23/05/2017

GCM prende homem acusado de esfaquear outros três após briga num bar em Taboão

Uma briga de bar quase terminou em tragédia na noite desta segunda-feira, 22, em Taboão da...

23/05/2017

Polícia prende dois acusados de cometer assaltos em Embu

Os soldados Mendes e o soldado Arcanjo da Polícia Militar conseguiram efetuar a prisão de dois...

23/05/2017

Pioneira em especialidades médicas, Clínica São Bento atende 20 convênios

Os moradores de Embu das Artes, Taboão da Serra e Itapecerica podem contar com a Clínica São...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.