Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho já em operação em Embu das Artes

Por Outro autor | 11/03/2015

embu

Tiago Juliani

Na última sexta-feira (06) ocorreu a cerimônia de inauguração do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) no fórum de Embu das Artes-SP. O evento contou com a presença de autoridades, convidados, servidores e advogados.

A mesa oficial foi composta pela desembargadora Silvia Devonald, presidente do TRT da 2ª Região; o secretário de assuntos jurídicos daquele município, Francisco Iderval Teixeira Júnior; os advogados Luiz Roberto Mastromauro e Carlos Alberto Cardoso de Camargo - respectivamente, representante e presidente da OAB em Embu das Artes; e o juiz Rogério Moreno de Oliveira, titular da Vara do Trabalho da cidade.


A presidente do TRT-2 destacou a importância do sistema e os benefícios que ele traz para o Judiciário. Ela lembrou que o Tribunal trabalha constantemente para garantir melhorias e anunciou uma novidade: “Estamos desenvolvendo também a videoconferência, e em breve, toda a 2ª Região será integrada”.

O representante da OAB, o advogado Luiz Roberto Mastromauro, reforçou as palavras da presidente e ofereceu o apoio do órgão: “Estamos juntos com a Justiça do Trabalho nesse processo inicial. A Ordem estará disponível para ajuda”. 
Um pouco da Justiça do Trabalho em Embu das Artes

Em 2014, tramitaram na Vara de Embu das Artes 2.985 processos. Porém, de acordo com o juiz Rogério Moreno de Oliveira, a estatística deve aumentar: “O número de processos vai se elevar com a chegada do PJe. Como se trata de um município longe da capital, o sistema vai facilitar e diminuir a distância para advogados e público”, comentou.

O secretário de assuntos jurídicos de Embu das Artes, Francisco Iderval Teixeira Júnior, parabenizou a cidade pela nova conquista: “O processo judicial eletrônico vem para melhorar mais ainda a produtividade. Uma vara com 78% de resolução dos casos é para se orgulhar".

Os benefícios também foram notados pelos integrantes da vara. O servidor Antonio Henrique Arsillo Gonçalves da Silva trabalha como balconista há 21 anos e reconhece a facilidade do processo: “Só de não precisar receber iniciais, procurar ou guardar processos, já fica bem melhor".

Texto: Kathleen Godoy; Fotos: Tiago Juliani - Secom/TRT-2


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.