Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Homem em carro preto estuprou duas jovens no Jardim Salete essa semana

Por Sandra Pereira | 6/03/2015

estuprador

Divulgação - Polícia CivilQuem tiver qualquer pistas desse acusado de estuprar mulheres deve informar a Polícia Civil

Uma menina de apenas 13 anos foi vítima de violência sexual no último dia 3, na rua Constantino Dias Lopes, no Jardim Salete, em Taboão da Serra, por volta das 14h30. Nesta sexta-feira, 6, outra jovem moradora do jardim Salete também prestou queixa de estupro. As duas reconheceram o mesmo homem que aparece num retrato falado elaborado a partir de depoimentos de outras vítimas de estupro em Taboão da Serra. Eles usam carro preto e agem em dupla. Somente no jardim Salete fizeram duas vítimas em menos de uma semana. 

A adolescente de 13 anos  tinha acabado de deixar o irmão na escola  Dalva Barbosa Lima Janson  e ia para a casa da avó quando foi abordada por um homem que pôs um pano em sua boca e a jogou no banco de trás do carro preto. Enquanto o estuprador agia outro homem dirigia o veículo. Os criminosos foram tão atrevidos que passaram pela base da Guarda Civil Municipal do jardim Salete e seguiram para a BR em direção a região do Shopping.  

A menina foi violentada no banco traseiro enquanto outro homem dirigia o veículo que ela acredita ser um corsa classic. Na delegacia ela disse que um deles chamou o outro de Zequinha. 

A adolescente foi levada para fazer exames no hospital Pérola Bygton e está tomando o coquetel usado nesses casos. A mãe está preocupada com a reação dela a medicação que causa reação como diarréia, vômito e dores na barriga. Ela diz que a filha está “levando” e já antecipa que a menina não terá condições de voltar a escola esse ano. 

“Minha família mora aqui no bairro há 25 anos. Nunca esperamos uma coisa assim”, resumiu. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.