Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Com recadastramento biométrico Taboão pode sofrer redução no número de eleitores

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 3/03/2015

biometria

DivulgaçãoTaboão da Serra poderá passar por recadastramento biométrico em 2016 

O município de Taboão da Serra está prestes a &8203;alcançar os 200 mil eleitores. Com isso a cidade poderá&8203; ter segundo turno já nas eleições municipais de 2016. Mas, para o prefeito Fernando Fernandes, Taboão não terá condições de ter segundo turno diante da possibilidade de realização do recadastramento biométrico, o que reduz as chances de manter os 200 mil eleitores uma vez que na maioria das cidades onde aconteceu o recadastramento reduziu o eleitorado.&8203;

"Hoje tive uma informação da 324º que vai haver o recadastramento no ano que vem. Aí se houver recadastramento não teremos 200 mil eleitores", acredita Fernando &8203;Fernandes.

Em janeiro deste ano, segundo dados da Justiça Eleitoral o município tinha 199.177 eleitores e que faltava apenas 823 novos eleitores para estar entre os que podem ter segundo turno.
&8203;O número aumentou ainda mais com a inscrição de jovens por conta do serviço militar obrigatório. &8203;

No entanto, com a possibilidade de recadastramento biométrico pode acontecer o mesmo que em Embu das Artes que perdeu cerca de 20 mil eleitores.

Taboão tem atualmente 520 seções eleitorais que são distribuídas em 52 locais de votação. A 324ª zona eleitoral dispõe de 24 locais de votação,  232 seções eleitorais e 88.567 eleitores. Já a 416ª tem 28 pontos de votação,  288 seções e 110.610 eleitores.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.