Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Conisud intermedia nova conversa entre Eletropaulo e Autopista

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 15/02/2015

conisud

Divulgação

Mais uma vez o Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (Conisud) intermediou uma reunião com a Autopista Régis Bittencourt e a AES Eletropaulo. O encontro aconteceu na manhã do dia, 12/2, e teve novamente como pauta a interferência das redes da concessionária de energia elétrica nas obras de implantação dos dispositivos de retorno da Rodovia Régis Bittencourt (BR 116) no trecho entre os quilômetros 269 e 300. Representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também estiveram presentes.

“Entendemos que há dificuldades de ambas as prestadoras, mas quem está perdendo é a população, que fica refém dessa situação. O problema já não é a falta de dinheiro e planejamento. Hoje as obras estão em vias de parar por conta desse impasse. São cinco cidades cortadas pela rodovia, e isso não pode acontecer”, disse o presidente do Conisud e prefeito de Itapecerica da Serra, Amarildo Gonçalves “Chuvisco”.

Um dos representantes da concessionária da rodovia, Ananias Júnior, informou que alguns trechos já estão com as obras paralisadas por falta de intervenção da AES Eletropaulo, e os prazos estabelecidos já venceram. “A nossa concessão veio para agilizar essas obras, mas tudo está atrasado. Por conta disso, tivemos que fazer um termo de ajustamento de condutas para que as obras não parem de vez”, disse Júnior.

A concessionária de energia, por sua vez, apresentou o projeto para a remoção dos postes e os problemas enfrentados para a execução dos serviços. “Precisamos fazer uma nova rede para evitar a interrupção de energia para os moradores, para isso, ruas precisam ser abertas e o alinhamento do novo viário precisa ser definido”, disse o representante da AES Eletropaulo Rogério Correia.

Ante o impasse, o superintendente do Conisud, Paulo Oliveira, lembrou a todos que a ideia é “quebrar as muletas” e resolver a situação para ajudar a população: “Queremos sanar as dificuldades para fazer essa obra andar. Sem diálogo não há projeto que resolva. As partes têm que conversar e priorizar o que é mais urgente”.

Ficou acordado que a AES Eletropaulo e a Auto Pista Régis Bittencourt farão uma nova reunião no dia 19/2 para definir os cronogramas e prioridades.


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.