Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Taboão da Serra investe em tecnologias e em educação inclusiva

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 5/02/2015

tecnologia

Vera SampaioSecretário de Educação João Medeiros traçou as medidas que serão desenvolvidas em 2015 com professores e diretores 

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra, João Medeiros de Sá Filho, se reuniu na manhã desta quinta-feira, 29 de janeiro, com diretores e coordenadores das escolas municipais para passar as diretrizes do ano letivo de 2015. O encontro realizado no CEMUR, contou com a participação de aproximadamente 200 pessoas.

À ocasião, Medeiros anunciou a ampliação dos programas Mind Lab (Mente Inovadora) e Khan Academy, passando de duas para seis escolas, e de cinco para nove escolas, respectivamente. “A educação precisa ter um sopro de vida, de querer aprender e de querer mudar. Neste sentido, continuaremos a investir em novas tecnologias que auxiliem os alunos e os professores em sala de aula”, disse. “Com as ampliações, o programa Mente Inovadora beneficiará mais de quatro mil crianças e já a Khan Academy atenderá mais de 2600 alunos”, anunciou.

Além destes programas, este ano será implantada, de maneira experimental, a plataforma “Gatópolis”. Criada pela Fundação Lemman, o aplicativo é destinado a crianças de 4 a 6 anos e tem o intuito de auxiliar na alfabetização através da utilização de jogos educativos. Inicialmente, a metodologia será aplicada em três escolas e beneficiará 906 crianças.

Educação Inclusiva

Outra medida apresentada foi em relação à Educação Especial. A partir deste ano, o Centro de Habilitação e Reabilitação Amor Perfeito, passa a ser um Centro de Referência em Educação Inclusiva. “Pensamos sobre a educação especial e fizemos uma reestruturação na rede, sobretudo no Amor Perfeito”, disse. “O Centro continuará atendendo alunos e, até mais crianças e com ainda mais qualidade, porém apenas no período da tarde. Já as manhãs serão destinadas ao atendimento e formação de professores de toda a rede”, esclareceu Medeiros.

Segundo o secretário da pasta, a decisão foi tomada para capacitar e orientar os professores que atendem alunos de inclusão no ensino regular. A Secretaria também pretende realizar ainda neste semestre o I Seminário de Educação Inclusiva para a troca de experiência com funcionários não apenas da rede de ensino, como também, de outras pastas, como a Secretaria de Saúde.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.