Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Conto: Eliminando Tártaro Dentro do meu Barril

Por Outro autor | 2/02/2015

conto

Leitor Jornal na Net

A luz sobre o meu rosto me faz temer a limpeza.
Tártaro por todos os lugares.
Uma gengiva inflamada.
Começo de cárie no molar.

A cadeira sobe comigo e posso ver o Parque Paraíso da janela do consultório, costurado por suas ruas enegrecidas, tracejando os morros por onde as casas se agarram. A tranquilidade de uma manhã entardecida por sobre os postes apagados, motos e carros trilhando vielas de suas próprias vidas, trancafiados na prisão de eletricidade e miolos da própria mente, por entre as barras invisíveis da própria vida, das próprias preocupações. Por um minuto penso numa metáfora, penso que a vida é como estar num barril vendo outras pessoas na mesma situação enquanto todos descem o caudaloso rio do tempo que leva cada um de nós em direção ao desfiladeiro - inegável morte. 

A tragédia tem sempre um lado belo.
Cada um de nós carregando suas irrelevâncias dentro de seu barril.
 Ninguém vê.
 Todos preocupados com o fim.
 E com seu próprio barril.

A máquina do dentista começa a trabalhar, cantando o hino de sua existência em um tom muito alto. Tártatotártaroártarotártarotártaro - agudo como o gemido de um pequeno cão morrendo. 

 Do outro lado da cidade um homem é baleado ao tentar roubar alguém na saída do Banco do Brasil. Itapecerica da Serra não está de luto por este homem porque ele tentou pegar algo que não era dele, como toda a estrutura financeira é programada para fazer, sem, no entanto, correr nenhum risco de ser alvejado por balas de ponto trinta e dois. Ele está respirando como se fosse morrer, e vai. Em algumas horas a notícia se espalhará pela cidade, conhecidos com fotos no celular, pessoas aplaudindo de pé a morte de uma pessoa supostamente ruim - como se isso de fato existisse, portais de notícias linkados em redes sociais com a gloriosa foto na manchete. Todos satisfeitos por terem em mãos uma história com final feliz, sorrindo sadicamente com a morte, vangloriando o dinheiro retomado.

Entenda uma coisa: Nada se opõe ao dinheiro.
Dois mil reais é um bom preço por uma vida.

O corpo de alguém estirado na calçada junto de sua motocicleta.
Dois mil reais voltando ao seu dono e um título de herói que levará o atirador pra bem longe daqui.
Se ele quiser viver, é claro.
O corpo de alguém, não importa quem, não importa porque, só importa dois mil reais de outro alguém.
Alguém?
Tem alguém aí?
Não saia do seu barril.
Você morre.
Como alguém estirado sobre a calçada, vivendo as últimas horas da sua vida que vale dois mil reais. No muro à sua frente, um garoto deitado de costas - grafite colorido - bonito como se vê, e em letras de forma bem desenhadas: "Quanto mais eu conheço o ser humano, mais eu confio nos meus cachorros".
Uma piada pronta.

Tártarotártarotártarotártaro - A limpeza continua, eu cuspo sangue e limpo a boca no guardanapo preso ao meu pescoço, só o incômodo de dentes sujos sendo raspados e gritando unhas arranhando lousas, e eu não sei que um homem morre há poucas quadras daqui.

Poucas lágrimas vão rolar.
Seus próprios amores lamentando em algumas horas.
Pulmões e intestinos perfurados.
Apenas um pedaço de carne para a máquina. 
Apenas uma poça a mais de sangue sobre a calçada para se lavar.
O jovem terceirizado fará isso. Não se preocupe.

Não saia do barril.
Você morre.

"Você precisa usar mais fio dental. Sua gengiva tá beeem inflamada."
O doutor baixinho repete arrastando a palavra.
 "Beeem inflamada."
Santo Deus! Preciso resolver isso.
Enquanto isso um homem morre.
 "Segunda-feira terminamos isso e começamos a tratar desse início de carie aí."
Estou aliviado porque a raspagem terminou por hoje.
Estou satisfeito e convencido de que preciso usar mais fio-dental.

Essa tarde uma mãe vai chorar.
Irmãos vão chorar.
Amantes vão chorar.
Amigos vão chorar.

Eu não.

Eu só preciso usar mais fio dental.

Autor: Raul Ferro - Leitor Jornal na Net  


26/07/2017

Como falar com você mesmo no WhatsApp; dica é útil para salvar informações

Criar uma conversa para falar com você mesmo no WhatsApp pode ser útil para salvar uma foto e...

25/07/2017

PM entrega doações à família que perdeu tudo em incêndio em Itapecerica

Há cerca de uma semana uma família de Itapecerica perdeu tudo após um incêndio criminoso em sua...

24/07/2017

Prefeitura de Itapecerica prorroga recadastramento do Programa Vivaleite

Cadastro Vivaleite é prorrogado até o dia 31/07 devido o não comparecimento de todos os...

23/07/2017

Habitação: inscrições abertas para moradias no centro de São Paulo

A Secretaria da Habitação recebe até o dia 24 de julho inscrições de interessados em concorrer...

21/07/2017

Itapecerica tem Semana do Empreendedorismo em Ação entre 31/07 e 03/08

A Prefeitura de Itapecerica da Serra e o Sebrae-SP realizam entre 31 de julho a 3 de agosto a...

21/07/2017

Desenvolve SP apresenta possibilidades de investimento para CONISUD

O presidente do Desenvolve SP, Milton Luiz de Melo Santos e o diretor Júlio Themes Neto se...

20/07/2017

Fórum de Taboão da Serra recebe crianças da cidade

As crianças atendidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, através do Serviço de...

19/07/2017

Reunião da Conseg Monte Alegre acontecerá na próxima quarta-feira (26)

A reunião mensal do Conseg Monte Alegre será realizada na próxima quarta-feira (26), no...

26/07/2017

Como falar com você mesmo no WhatsApp; dica é útil para salvar informações

Criar uma conversa para falar com você mesmo no WhatsApp pode ser útil para salvar uma foto e...

26/07/2017

Unidades de saúde de Embu intensificam vacinas nesta semana

Até dia 28 de julho, seguindo determinação da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, as...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.