Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Governo de Embu das Artes entrega cestas do Natal Sem Fome

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 21/12/2014

natal_fome

Everaldo Silva O clima de alegria tomou conta da entrega das cestas de Natal em todas as regiões

Se você quiser ter a dimensão do que é uma campanha de solidariedade e dos seus resultados sobre o seu público-alvo, fique atento (a) ao Natal de Embu das Artes. A Campanha Natal Sem Fome Curta e Compartilhe 2014, iniciada no dia 15 e que se encerra hoje, 19/12, concluindo a entrega das cestas de Natal a 1.200 famílias, foi mais uma vez aprovada pelo público. Nas 20 regiões de distribuição, nas associações parceiras que já entregam semanalmente as sacolas de alimentos, doadas pelo governo por meio do Banco Municipal de Alimentos, compareceram mais mulheres que homens, casais jovens, idosos com a saúde debilitada, pacientes do Serviço Único de Saúde (SUS), acompanhados de crianças e adolescentes. Em todas elas há pessoas que praticam o trabalho voluntário durante todo o ano.

“Quero agradecer primeiro a Deus e depois ao prefeito Chico Brito”, disse o presidente da Associação Amigos de Bairro Vila Isis Cristina, Milton Nunes de Souza. Ele entregou cestas a 39 famílias, com a ajuda de Olindina de Jesus Lima, a Dinha, que faz esse trabalho voluntário desde 2001. “Comecei com o Banco de Alimentos e colaboro na entrega da cesta de Natal, da sacolinha de alimentos, de campanhas, como a do agasalho. Aqui temos também cursos de bordado e à noite, aulas do Mova (Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos)”, conta Dinha.

Ela é responsável pela creche conveniada com a Prefeitura, que atende 190 crianças de 1 ano e seis meses a 3 anos e 11 meses, a maioria meninos. Magali de Araújo, 31, auxiliar de limpeza, desempregada, quatro filhos, de 16, 13, 10 e 2 anos, de dois casamentos, é beneficiária e agradece o atendimento que recebe. Sorri muito, fala pouco e ao ser perguntada sobre o que acha da doação diz, com timidez: “Muito bom”.

No mesmo local, Gislaine da Silva Pereira, 26, que é do lar e cuida sozinha dos três filhos de 9, 6 e 3 anos, decide fazer um “discurso”: “Agradeço a ajuda bastante”, declara, diante das amigas que não conseguem parar de rir. Essas respostas curtas, ditas com pouca euforia, que se repetem por várias vezes, no decorrer de todos os dias de distribuição da cesta de Natal, avisam que a expressão facial vale mais (veja fotos).

Manifestação nos bairros

O clima de alegria tomou conta da entrega das cestas de Natal em todas as regiões. No Jardim São Marcos, a Associação Amigos de Bairro, presidida por Uriel de Souza Honorato, e que tem como presidente do Conselho José (Dedé) de Souza Santos, 31 famílias foram beneficiadas. No dia 21/12 terá festa de confraternização, como ocorre nos últimos anos. “O prefeito Chico Brito idealizou o Banco de Alimentos, quando secretário da Assistência. Isso garante o Natal Sem Fome, mas o dia melhor será quando a população não precisar mais de doação”. Custódio Pinto do Carmo, a mulher Ilda Barbosa do Carmos, o netinho Leandro de 6 anos e pelo menos um dos quatro filhos terão um Natal farto.  

No Parque da Luz, na Associação Comunitária Parque das Chácaras, os organizadores, que entregam 50 cestas de Natal, se manifestam. Graça, a presidenta, declara: “Precisamos agradecer a Deus essa oportunidade e ao prefeito por abrir as portas. Não fossem as portas abertas não teríamos isso e muita coisa mais. Chico não é só prefeito, é amigo. Muita gente não percebe o que ele está fazendo. Ele criou o Bando Municipal de Alimentos, construiu moradias para que a mãe não fique a noite pastorando para o filho poder dormir. A minha amiga que  saiu da área de risco e agora tem moradia, me disse: ‘Graças a Deus, agora tenho onde dormir e posso dormir”. É aplaudida por pessoas como Iasmim Fernanda Mora Bavier, 17 anos, com a filha de 8 meses nos braços, e Graziela Evangelista Souza, 30, cinco filhos, o caçula de apenas um mês de idade.

Em todos esses endereços, assim como nas associações Parque Pirajuçara, Nossa Senhora de Fátima, Amigos do Jardim Casa Branca, Nova República, Crisálida no Santa Tereza, Vila Perequê no Jardim Nayara, Comunitária Tia Jurema no Jardim São Luiz, Mulheres do Embu o Natal começou para centenas de famílias, entre as milhares atendidas durante 13 anos da Campanha de Natal Sem Fome na cidade. Em todos os pontos de entrega, a mensagem do prefeito às famílias foi transmitida por Hugo Prado, assessor direto do prefeito.

Campanha na cidade e no País

A Campanha Natal Sem Fome criada no País em 1993, dentro da Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e Pela Vida, pelo sociólogo Herbert de Souza, Betinho, chegou a Embu das Artes em 2001, foi incrementada com a fundação do Banco Municipal de Alimentos, em 2002, por meio da então Secretaria de Cidadania, hoje integrada à Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional, que era conduzida por Chico Brito, que assumiu a prefeitura em 2009. A ação é coordenada pelo Fundo Social de Solidariedade e pela Secretaria.

Desde a sua primeira edição em Embu das Artes, em 2002, a campanha passou por oscilações quanto aos beneficiários, famílias de baixa renda dos diversos bairros da cidade, e parece ter sofrido as benéficas consequências do fato de 36 milhões de brasileiros terem saído da linha de extrema pobreza na última década. Atende hoje no município 1.200 famílias, número que já foi de 3,5 mil por ano e que o governo municipal continua trabalhando para reduzir, implementando programas sociais do governo federal e adotando políticas municipais eficientes, por meio de programas de habitação, educação, com cursos técnicos e treinamento de mão-de-obra.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.