Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

SAMU e ambulâncias municipais atendem mais de 35 mil pacientes no ano

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 15/12/2014

samu

GuegoO serviço deve ser acionado em situações que representem risco de danos graves ao paciente ou em risco de morte

A “Central de Ambulâncias de Embu das Artes”, composta pela Central de Regulação Regional de Urgência e Emergência Pré-hospitalar (SAMU), pelo transporte inter-hospitalar e ambulatorial, somaram mais de 35 atendimentos em 2014.

Até meados de dezembro, o número de chamadas recebidas pelo SAMU foi de 149.632, sendo 109 mil (atendidos), 32 mil (despachados), 30 mil (informação) e 8.048 (trotes). Esta média vem crescente ano a ano: 5.612 (2011), 82.411 (2012) e 130.022 (2013). Sobre as saídas das viaturas, registraram-se 16.599.

As quantidades de ocorrências gerais do SAMU em 2014 até agosto foram as seguintes: 5.610 (clínico), 1.920 (trauma cirúrgico), 655 (obstétrico), 427 (psiquiatria) e 121 (trauma).

A região possui 10 ambulâncias no SAMU Regional, sendo que três ficam em Embu das Artes, duas de suporte básico e uma de suporte avançado (UTI Móvel).

Há 4 ambulâncias brancas que são responsáveis pela condução inter-hospitalar, como por exemplo, remover um paciente de um pronto-socorro para um hospital.

Para o transporte ambulatorial são 13 veículos. Eles transportam pessoas que necessitam realizar tratamento em unidades de saúde, como hemodiálise, quimioterapia, radioterapia entre outros. Um desses é adaptado para deficientes. O atendimento é de segunda a sábado.

SAMU Regional Embu das Artes

Desde 2011, o SAMU Regional Embu das Artes atende a população de cinco cidades da região Sudoeste da Grande São Paulo (Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Embu-Guaçu, São Lourenço da Serra e Juquitiba) num território de aproximadamente 1.083 km², onde residem 530 mil habitantes.

Com infraestrutura completa e profissionais qualificados, consegue reduzir, sensivelmente, o número de óbitos, tempo de internação hospitalar e sequelas decorrentes da falta de um socorro em tempo hábil.

O serviço deve ser acionado em situações que representem risco de danos graves ao paciente ou em risco de morte, como problemas cardíacos, quedas, fraturas, queimaduras, acidentes automobilísticos com vítimas, atropelamentos, afogamentos entre outros.

A Central de Regulação é operada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que presta socorro à população em casos de urgência e emergência médicas.

O SAMU é acionado em situações que exigem assistência pré-hospitalar, como casos que representem risco de danos graves ou de morte ao paciente: problemas cardíacos, quedas, fraturas, queimaduras, acidentes automobilísticos com vítimas, atropelamentos, afogamentos entre outros.

Como funciona o SAMU

As Centrais de Regulação têm um papel primeiro e indispensável para o resultado positivo do atendimento. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.

Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta o indivíduo a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com técnico  de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro.

Educação

O Núcleo de Educação Permanente (NEP) é o setor responsável pelos treinamentos e capacitações da urgência para toda a regional. Entre suas atividades, estão: Cursos de Suporte Básico e Avançado de Vida para os profissionais do SAMU; Cursos para Telefonistas e Rádio Operadores do SAMU; Treinamentos diversos com os profissionais da Regional; Treinamentos para os profissionais de saúde do Município.

17/08/2018

Só 16 por cento das crianças foram vacinadas contra sarampo e poliomelite

02/08/2018

Câncer de próstata tem novo tratamento aprovado pela Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a inclusão de indicação terapêutica...

01/08/2018

Histórico familiar aumenta chance de desenvolver alcoolismo

Quem tem parentes próximos, como pais, tios ou avós que sofrem de alcoolismo tem 50% mais chance...

27/07/2018

Campanha Julho Amarelo realiza testes de Hepatite C nas Unidades de Saúde

A Campanha Julho Amarelo, realizada pela Secretaria de Saúde de Taboão da Serra, tem por...

26/07/2018

Campanha de vacinação contra a poliomielite e sarampo inicia no dia 04 de agosto

A partir do dia 04 de agosto crianças entre 1 ano e 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade devem...

24/07/2018

Anvisa aprova genérico para tratamento do câncer de mama

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o primeiro medicamento genérico com...

19/07/2018

TC encontra irregularidades no armazenamento de medicamentos em Itapecerica

Foi divulgado nesta quarta-feira 18, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) um relatório onde...

15/07/2018

SUS tem quase R$ 2 bilhões a receber das operadoras de planos de saúde

Quase R$ 2 bilhões devidos ao Sistema Único de Saúde (SUS) não foram repassados pelas operadoras...

17/08/2018

Precisamos falar da copeira Dilma sequestrada, estuprada e assassinada

Foram 6 dias de dor, angústia, medo e uma busca intensa que terminou na descoberta do corpo com...

17/08/2018

Acidente na rodovia Régis Bittencourt deixa dezessete feridos

Dezessete pessoas ficaram levemente feridas após um acidente entre carreta e ônibus no...

17/08/2018

Só 16 por cento das crianças foram vacinadas contra sarampo e poliomelite

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.